Neguinho da Beija-Flor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Neguinho da Beija-Flor
Neguinho da Beija-Flor and Farid Abrahão David.jpg
Neguinho com o ex-prefeito de Nilópolis e atual presidente da escola, Farid Abrão David
Informação geral
Nome completo Luiz Antônio Feliciano Marcondes[1]
Também conhecido(a) como Neguinho da Beija-Flor
Nascimento 29 de junho de 1949 (66 anos)
Origem Nova Iguaçu, RJ
País  Brasil
Gênero(s) Samba, Samba-enredo
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 1974 - atualmente

Neguinho da Beija-Flor, nome artístico de Luiz Antônio Feliciano Marcondes[1] (Nova Iguaçu, 29 de junho de 1949), é um sambista, cantor e compositor brasileiro. É, desde de 1976, o intérprete oficial da Beija-Flor.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de um músico, ganhou um concurso aos dez anos de idade puxando um samba de Jamelão. Dono de voz potente e afinada, estreou como puxador de samba no bloco Leão de Iguaçu, em 1970, transferindo-se para a Beija-Flor de Nilópolis em 1975. Lá criou o bordão "Olha a Beija-Flor aí, gente!", e continua no cargo até hoje.

Lançou o primeiro disco em 1980, ao qual seguiram-se outros, com sucessos como os sambas-enredo "Os Cinco Bailes da História do Rio" (Silas de Oliveira / Dona Ivone Lara / Bacalhau), "Aquarela Brasileira" (Silas de Oliveira), "Sonhar com Rei Da Leão" (de sua autoria) ou sambas-canção, como "Nervos de Aço" (Lupicínio Rodrigues). Outros êxitos são "Ângela" (Serginho Meriti / Alexandre), "Divina" (Alexandre), "Magali", "Esmeralda" e "O Campeão", sua composição de maior sucesso, cantada em estádios de futebol ("Domingo eu vou ao Maracanã / Vou torcer pro time que sou fã").

Ganhou o prêmio Sharp de 1991 na categoria "melhor cantor de samba". É considerado um dos mais carismáticos intérpretes do Carnaval carioca.

Em 2005 lançou seu primeiro DVD , na Cidade do Samba, contando com a presença de Sandra de Sá e dos puxadores das escolas de samba.

Além disso, fez uma turnê internacional com seu empresário Teco Zaltsman, fazendo show em países como Bélgica, Itália, Suíça, Holanda, Espanha, França (No Bataclan, casa de shows recém atacada por islâmicos), Austria entre outros.

Neguinho lutou contra um câncer do intestino em 2008. Casou-se com Elaine Reis no dia 23 de fevereiro de 2009 no Sambódromo da Marquês de Sapucaí[2] , poucos minutos antes de cantar no carnaval. O casamento foi transmitido pela rede globo na cobertura do carnaval.

Em 2009, Neguinho gravou a música "Mulher, Mulher, Mulher (Ideia Fixa)"[3] , originalmente composta em 1974. A música é um funk e sua letra consiste na repetição chiclete da palavra "mulher". O videoclipe da música bateu recordes de acesso no Youtube, que será lançada, em versão samba, no álbum Guerreiro, Brasileiro e Sonhador de 2010.

Neguinho foi enredo de quatro escolas:Unidos de Manguinhos em 1991; da Independentes de Cordovil no ano de 1992 e da Leão de Nova Iguaçu e Juventude Imperial em 2010.

Há alguns meses atrás, Neguinho manifestou o interesse de ser candidato a prefeito de sua cidade natal. Embora, ele não tenha firmado nenhum acordo formal, já foi procurado por alguns partidos políticos, dentre os quais o PSC e o PC do B.[4] , mas no entanto desistiu de ser candidatar a prefeitura da cidade onde nasceu.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Neguinho da Beija-Flor

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre carnaval, integrado ao Projeto Carnaval é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.