Nonô do Jacarezinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada.

Claudionor Santana, também conhecido por Nonô Crioulo[1] ou Nonô do Jacarezinho foi um famoso compositor de sambas do rio de Janeiro.[2][3]

Vencedor 21 vezes consecutivas do samba-enredo de sua escola de samba (Unidos do Jacarezinho)[4], Nonô ganhou notoriedade no país após a canção Povo Feliz, também conhecida por Voa, Canarinho, de sua autoria, ser gravada pelo ex-jogador de futebol Júnior, em 1982[5].

Compôs também outras músicas de sucesso, como "Pura Paixão", de Nãnãna da Mangueira e Beth Carvalho[6], "Destruiram o morro", de Zé da Zilda e Zilda do Zé[7], e "Se Não Fosse o Samba", de Bezerra da Silva

Referências

  1. anf.org.br/
  2. sidneyrezende.com/ Jacarezinho, de Zé Dedão a Monarco, sempre no meu coração
  3. Nonô do Jacarezinho
  4. portelaweb.com.br/
  5. globoesporte.globo.com/ "Voa, Canarinho, voa": Junior lança regravação para sua famosa música
  6. jornalcruzeiro.com.br/ Abram alas para Nãnãna da Mangueira
  7. Biografia: Zé da Zilda