David do Pandeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
David do Pandeiro
David do Pandeiro em show
Informações pessoais
Nome completo David dos Santos
Data de nasc. 13 de janeiro de 1959
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Falecido em 20 de julho de 2020
Local da morte Rio de Janeiro (RJ)
Grito de guerra Arrebenta, xxx!
Informações profissionais
Escolas de samba
Anos Escolas
1984
1985-1989
1989
1992
1992-1995
1993
1995
1996-1997
1998
1999-2000
2001
2003
2005
2007-2008
2009
2010
2011-2012
2013
2015
2016
2017-2018
Mangueira (apoio)
Mocidade (apoio)
Tupy de Brás de Pina
Grande Rio
Estácio (apoio)
Unidos de Lucas
Villa Rica
Estácio
São Clemente
Unidos da Tijuca
Mocidade
Imperatriz
Flor da Mina
Santa Cruz
Viradouro
Mocidade
Santa Cruz
Viradouro
Santa Cruz
Sossego
Unidos de Lucas
Última atualização: domingo, 24 de janeiro de 2021

David do Pandeiro (Rio de Janeiro, 13 de janeiro de 195920 de julho de 2020) foi um intérprete de samba-enredo e compositor brasileiro com passagens pelas mais tradicionais escolas de samba do Rio de Janeiro, estava na Unidos de Lucas.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou no carnaval a cantar sambas de quadra na Estação Primeira de Mangueira, depois sendo apoio da própria agremiação. A partir de 1985 passou a dividir o microfone da Mocidade (nos desfiles) com o intérprete Ney Vianna. Em 1989 foi intérprete da Tupy de Brás de Pina, em seguida passou por São Clemente, Grande Rio, Estácio de Sá (todos estes como apoio), Unidos de Lucas e Villa Rica. Em seguida, retorna a Estácio de Sá, na condição de intérprete principal no qual teve maior visibilidade ao assumir a vaga de Dominguinhos do Estácio. Em 1998 esteve São Clemente e em 1999 foi para Unidos da Tijuca, onde interpretou o antológico samba "O Dono da Terra" que levou a escola ao campeonato do Grupo de Acesso A. Retornou a Mocidade no ano de 2001 e em 2003 teve uma passagem na Imperatriz.

Em 2005 passou pela Flor da Mina e nos anos de 2007 e 2008[1], foi para a Santa Cruz. Já em 2009, foi contratado pela Viradouro, após ter defendido o samba campeão da escola nas eliminatórias [2][3]. Em seguida retornou a Mocidade[4], lá dividiu o microfone com Nêgo. Após o carnaval, saiu da escola alegando motivos pessoais[5].

No ano de 2011, chegou a acertar com a Cubango para cantar ao lado de Igor Vianna, mais saiu devido a distância da escola. Assim retornou como intérprete da Acadêmicos de Santa Cruz[6], onde esteve nos anos de 2011 e 2012. No ano de 2013 ele retorna a Viradouro, dividindo o microfone principal com Diego Nicolau, Gilberto Gomes e Niu Souza.

Após ficar um ano sem desfilar, ele acerta com a Santa Cruz, chegando a sua terceira passagem pela escola da Zona Oeste, onde dividiu o microfone oficial com Pavarotti.[7] Acabou saindo da agremiação antes do carnaval de 2016, acertando posteriormente com a Sossego[8]. Depois do carnaval foi dispensado da escola do Largo da Batalha, mas em 2017 acertou seu retorno a tradicional Unidos de Lucas.

O interprete faleceu no dia 20 de julho de 2020, aos 61 anos, após se sentir mal em sua casa, na zona norte do Rio de Janeiro. David vinha fazendo sessões de hemodiálise há alguns meses.

Títulos e estatísticas[editar | editar código-fonte]

Divisão Campeão Vice Terceiro
Primeira Divisão Farm-Fresh cup gold.png 1984 (Apoio)
Farm-Fresh cup gold.png 1985 (Apoio)
Farm-Fresh cup gold.png 1992 (Apoio)
Farm-Fresh cup silver.png 1987 (Apoio)
Segunda Divisão Farm-Fresh cup gold.png 1992
Farm-Fresh cup gold.png 1999
Farm-Fresh cup silver.png 1998 Farm-Fresh cup bronze.png 2007
Farm-Fresh cup bronze.png 2008
Terceira Divisão Farm-Fresh cup gold.png 2016
Quarta Divisão Farm-Fresh cup silver.png 2005 Farm-Fresh cup bronze.png 2007
Farm-Fresh cup bronze.png 2018

Referências

  1. Site Oficial do Acadêmicos de Santa Cruz (David do Pandeiro deixa a Santa Cruz)
  2. SRZD-Carnaval (15 de outubro de 2008). «David do Pandeiro chega na Viradouro». Consultado em 11 de fevereiro de 2012 
  3. «David do Pandeiro é o novo intérprete da Viradouro». GRES Unidos do Viradouro. Consultado em 3 de novembro de 2013. Cópia arquivada em 27 de janeiro de 2009 
  4. Isaac Ismar, para o SRZD-Carnaval (20 de agosto de 2009). «David do Pandeiro é da Mocidade». Consultado em 11 de fevereiro de 2012 
  5. Carnavalesco (16 de agosto de 2010). «David do Pandeiro não é mais da Mocidade». Consultado em 11 de fevereiro de 2012 
  6. Geissa Evaristo, para o SRZD-Carnaval (21 de outubro de 2010). «David do Pandeiro é da Santa Cruz». Consultado em 11 de fevereiro de 2012 
  7. Carnavalesco (9 de agosto de 2014). «Centenário de Grande Otelo é o enredo da Santa Cruz para o Carnaval de 2015». 23:22. Consultado em 10 de agosto de 2014 
  8. Carnavalesco (3 de setembro de 2015). «David do Pandeiro não é mais intérprete da Santa Cruz. Pavarotti fica como o cantor principal». Consultado em 4 de setembro de 2015 

Precedido por
Serginho do Porto
Intérprete da Unidos da Tijuca
1999-2000
Sucedido por
Wantuir
Precedido por
Paulo Henrique
Wander Pires
Intérprete da Mocidade
2001
2010
Sucedido por
Wander Pires
Nêgo e Rixxah
Precedido por
Paulinho Mocidade
Intérprete da Imperatriz
2003
Sucedido por
Ronaldo Yllê
Precedido por
Daniel Silva
Igor Vianna
Paulinho Mocidade
Intérprete da Santa Cruz
2007-2008
2011-2012
2015
Sucedido por
Celino Dias
Paulinho Mocidade
Pavarotti
Precedido por
Nêgo
Leléu
Intérprete da Viradouro
2009
2013
Sucedido por
Wander Pires
Zé Paulo Sierra