Leci Brandão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Leci Brandão
Leci Brandão em 2014, no 25º Prêmio da Música Brasileira.
Informação geral
Nome completo Leci Brandão da Silva
Nascimento 12 de setembro de 1944 (72 anos)
Local de nascimento Rio de Janeiro
 Brasil
Nacionalidade brasileira
Gênero(s) Samba
Ocupação(ões) Cantora, compositora
Instrumento(s) Vocal, pandeiro, surdo
Período em atividade 1970 - atualmente
Outras ocupações Política
Afiliação(ões) Cacique de Ramos, Estação Primeira de Mangueira, Alcione, Beth Carvalho, Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Almir Guineto, Fundo de Quintal

Leci Brandão da Silva (Rio de Janeiro, 12 de setembro de 1944) é uma cantora, compositora brasileira e umas das mais importantes intérpretes de samba da música popular brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Começou sua carreira no início da década de 1970, tornando-se a primeira mulher a participar da ala de compositores da Mangueira. Ao longo de sua carreira, gravou 23 álbuns, três compactos e dois DVD's. [1] Participou do Festival MPB-Shell promovido pela Rede Globo, em 1980, com a música "Essa Tal Criatura". Em 1985, gravou "Isso É Fundo de Quintal". Em 1995, foi a intérprete do samba-enredo da Acadêmicos de Santa Cruz durante o carnaval. Atuou na telenovela Xica da Silva como a líder quilombola Severina. Escrita por Walcyr Carrasco e dirigida por Walter Avancini, a telenovela foi exibida pela TV Manchete entre 1996 e 1997.

Entre 1984 e 1993, Leci foi comentarista dos desfiles das Escolas de Samba do Rio de Janeiro pela TV Globo. Após uma pausa de seis anos, voltou a comentar o Carnaval carioca de 2000 a 2001. Entre 2002 e 2010 comentou os desfiles das Escolas de Samba de São Paulo pela mesma emissora. Foi Conselheira da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e membro do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher a convite do então Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, permanecendo nos Conselhos por dois mandatos (2004 a 2008). Em 2008, participou do clipe do Dia de Fazer a Diferença da Rede Record em parceria com o Instituto Ressoar.[2]  É madrinha do Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos do Tatuapé, campeã do carnaval de 2017, agremiação que acompanha desde 2012 quando foi tema do enredo da escola. Leci Brandão completou 40 anos de carreira artística em 2015 e lançou o novo trabalho, ‘Simples Assim – Leci Brandão’, em 2017. Atualmente, Leci Brandão se dedica à carreira musical e ao parlamento paulista.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2010, Leci Brandão filiou-se ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e candidatou-se ao cargo de Deputada Estadual pelo estado de São Paulo, tendo sido eleita com mais de 85 mil votos e reeleita em 2014. Como parlamentar, Leci Brandão afirma se dedicar à promoção da igualdade racial, ao respeito às religiões de matriz africana e à cultura brasileira. Segunda deputada negra da história da Assembleia Legislativa de São Paulo (a primeira foi a Dra. Theodosina Rosário Ribeiro), Leci também levanta a questão das populações indígena e quilombola, da juventude, das mulheres e do segmento LGBT.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • (2017) Simples Assim - Leci Brandão • produção independente • CD
  • (2011) Uma flor para Nelson Cavaquinho (participação) • Lua Music • CD
  • (2011) O canto livre de Leci Brandão (coletânea) • Universal Music • CD
  • (2011) Isso é Leci Brandão (coletânea) • Microservice • CD
  • (2010) Disney Adventures in Samba (participação) • Walt Disney Records • CD
  • (2010) Disney Adventures in Samba (participação) • Walt Disney Records • DVD
  • (2008) Eu e o Samba • Som Livre • CD
  • (2007) Canções afirmativas - Ao vivo • Indie Records
  • (2003) A cara do povo • Indie Records • CD
  • (2002) Os melhores do ano III • Indie Records • CD
  • (2002) A filhada Dona Lecy - ao vivo • Indie Records • CD
  • (2002) Jorge Aragão ao vivo convida • Indie Records
  • (2001) Leci & convidados • Indie Records • CD
  • (2000) Casa de samba 4 • Universal Music • CD
  • (2000) Eu sou assim • Trama • CD
  • (2000) Os melhores do ano II - ao vivo • Indie Records • CD
  • (1999) Auto-estima • Trama Music • CD
  • (1996) Somos da mesma tribo • Movieplay • CD
  • (1996) Sucessos de Leci Brandão • Copacabana Discos • CD
  • (1995) Atitudes • RGE • CD
  • (1995) Anjos da guarda • RGE • CD
  • (1990) Cidadã brasileira • Copacabana Discos • CD
  • (1989) As coisas que mamãe me ensinou • Copacabana Discos • LP
  • (1988) Um beijo no seu coração • Copacabana Discos • LP
  • (1987) Dignidade • Copacabana Discos • LP
  • (1985) Leci Brandão • Copacabana Discos • LP
  • (1980) Essa tal criatura • Polydor • LP
  • (1979) Metades • Polydor • LP
  • (1977) Coisas do meu pessoal • Polydor • LP
  • (1976) Questão de gosto • Polydor • LP
  • (1975) Antes que eu volte a ser nada • Selo Marcus Pereira • LP
  • (1974) Leci Brandão • Selo Marcus Pereira • Compacto Duplo
  • (1974) A música de Donga • Discos Marcus Pereira • LP
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. «"Depois de cinco anos Leci Brandao lanca DVD"». Jus Brasill. Consultado em 18 de março de 2014 
  2. «"Rapido e Direto"». Rede Record Blog. Consultado em 20 de março de 2014