Vaguinho (sambista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vaguinho
Informações pessoais
Nome completo Vagner Mariano dos Santos
Data de nasc. 27 de outubro de 1966 (52 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro,  Brasil
Grito de guerra O couro vai comer,O bicho vai pegar,Vai começar a festa.XXXXX
Informações profissionais
Escolas de samba
Anos Escolas
1986-1992
1992-1993
1993
1994-1995
1994
1995
1996-1997
1998-1999
2002-2004
2002-2006
2007
2008-2011
2012-2015
2012
2013
2017-
Unidos da Tijuca (apoio)
São Clemente (apoio)
Unidos da Tijuca
São Clemente
Unidos da Tijuca (apoio)
Peruche
Mocidade Alegre
Tucuruvi
Leandro
Mancha Verde
Vai-Vai
Mancha Verde
Tatuapé
Alegria da Zona Sul (apoio)
Grasifs
Estrela do Terceiro Milênio

Vagner Mariano dos Santos, mais conhecido como Vaguinho (Rio de Janeiro, 27 de Outubro de 1966 [1]) é um interprete de samba-enredo carioca, atualmente radicado no carnaval de São Paulo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou como compositor e logo em seguida passou a ser apoio no carro de som da Unidos da Tijuca de 1986 até 1992, sendo intérprete oficial no ano seguinte. Em 94 e 95, foi o intérprete principal da São Clemente. a partir daí, trocou a Sapucaí pelo Anhembi, iniciando sua jornada em São Paulo no ano de 1995, quando defendeu a Unidos do Peruche.

Nos anos seguintes, o conduziu a Mocidade Alegre. Em 1998 e 1999, foi puxador da Acadêmicos do Tucuruvi. A partir de 2002, foi parar na Leandro de Itaquera e também foi intérprete da Mancha Verde, permanecendo em ambas até 2004. Em 2005 e 2006, cantou apenas na Mancha Verde.

No carnaval de 2007, foi para a Vai-Vai e no carnaval 2008, voltou a defender a Mancha Verde, pelo qual esteve até 2011[2]. Em 2012, iria retornar como cantor da Tucuruvi, sendo demitido, devido ao seu samba-enredo ser eliminado nas eliminatórias[3]. No começo de outubro, acertou para ser cantor da Tatuapé[4]. Após 16 anos fora do Carnaval Carioca, esteve como apoio de Edmilton Di Bem, na Alegria da Zona Sul[5].

Fora do Carnaval, Vaguinho fez parte do grupo Quesito Melodia, onde canta com outros intérpretes: Carlos Júnior, Darlan Alves e Douglinhas. Em 2013, defendeu o Tatuapé, agora no Grupo Especial e, em Rio Claro, onde defendeu a Grasifs[6].

Depois de quatro anos e dois dividindo com Wander Pires, Vaguinho deixou a Tatuapé[7][8] e, em 2017, cantou na Estrela do Terceiro Milênio

Referências

  1. LigaSP-PERFIL: Vaguinho
  2. Leonardo Franco, para o Carnaval Paulista.com (29 de março de 2011). «Waguinho afirma: Não sou mais intérprete da Mancha». Consultado em 30 de março de 2011 
  3. SRZD-Carnaval/SP. «Diretoria da Tucuruvi dispensa intérprete Vaguinho». Consultado em 1 de setembro de 2011 
  4. Vaguinho é o novo intérprete da Tatuapé
  5. Esquina do Samba (10 de dezembro de 2011). «Alegria da Zona Sul reforça seu carro de som». Consultado em 22 de janeiro de 2012 
  6. Jornal Cidade (22 de setembro de 2012). «Grasifs apresenta samba-enredo em evento na quadra da escola neste sábado». 13h38. Consultado em 17 de janeiro de 2013 
  7. SASP (2 de abril de 2015). «Vaguinho deixa a Acadêmicos do Tatuapé». Consultado em 10 de abril de 2015 
  8. SRZD-Carnaval/SP (1 de abril de 2015). «Vaguinho não é mais intérprete da Tatuapé». 0:05. Consultado em 10 de abril de 2015 
Precedido por
Agnaldo Amaral
Celsinho Mody
Intérprete da Mancha Verde
2002-2006
2008-2011
Sucedido por
Celsinho Mody
Freddy Vianna
Ícone de esboço Este artigo sobre carnaval, integrado ao Projeto Carnaval é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.