André Diniz (compositor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de André Diniz, veja André Diniz (desambiguação).
André Diniz
André Diniz, ao centro, durante a final da disputa de samba-enredo da Unidos de Vila Isabel para o carnaval de 2015.
Informação geral
Nome completo André Diniz
Gênero(s) Samba; Samba-enredo
Ocupação(ões) Compositor
Período em atividade 1992-presente

André Diniz (Rio de Janeiro, 1974), é um compositor brasileiro.[1] É o maior vencedor de disputas de samba-enredo da Unidos de Vila Isabel, superando nomes como Martinho da Vila e Paulo Brazão.[2][3] Também é vencedor de dois Estandartes de Ouro, considerado o "Óscar do carnaval".[4][5]

Era chefe de bateria da Raça Rubro-Negra, a torcida organizada do Flamengo, quando conheceu Evandro Bocão e, juntos, passaram a compor sambas de enredo. A primeira vitória da dupla foi em 1991, no Arranco, escola de samba do bairro do Engenho de Dentro. Em 1993, entrou para a ala de compositores da Unidos de Vila Isabel. Por três vezes a escola foi campeã com sambas de André e parceiros: 2004 com "A Vila É Para Ti..."; 2006 com "Soy Loco por Ti América: a Vila Canta a Latinidade"; e 2013 com o elogiado "A Vila Canta o Brasil, Celeiro do Mundo - Água no Feijão que Chegou Mais Um".[6]

André também compôs para outras escolas como Inocentes de Belford Roxo e Acadêmicos do Grande Rio; e para artistas como Arlindo Cruz. Fora do carnaval, o compositor é professor de história no ensino médio. É casado com Verônica e segue a religião messiânica.[7]

Biografia[editar | editar código-fonte]

André Diniz é um professor e compositor brasileiro, nascido em 1974, na cidade do Rio de Janeiro.[1] Era chefe de bateria da Raça Rubro-Negra quando fez amizade com o presidente da torcida organizada do Flamengo, Evandro Bocão. Juntos, começaram a compor sambas de enredo. A primeira vitória foi em 1991, vencendo a disputa de samba-enredo da escola Arranco para o carnaval de 1992.[6] A partir de 1993, passou a integrar a ala de compositores da Unidos de Vila Isabel, vencendo a disputa de samba-enredo para o carnaval de 1994. Composto junto com Evandro Bocão e Bombril, "Muito Prazer! Isabel de Bragança e Drumond Rosa da Silva, mas Pode me Chamar de Vila" recebeu nota máxima de todos os jurados do carnaval e foi premiado com o Estandarte de Ouro de melhor samba de 1994.[8] No ano seguinte, em 1995, a Vila Isabel novamente desfilou com um samba seu, "Cara ou Coroa, as Duas Faces da Moeda", composto junto com Evandro Bocão. Voltou a vencer na Vila Isabel na disputa de samba-enredo para o carnaval de 2004. Com "A Vila É Para Ti...", composto por André, Leonel, Serginho 20, Prof. Newtão e Sidney Sã, a Unidos de Vila Isabel foi campeã do Grupo A, a segunda divisão do carnaval carioca.

Em 2006, a Vila Isabel foi campeã do Grupo Especial com "Soy Loco por Ti América: a Vila Canta a Latinidade", samba composto por André, Serginho 20, Carlinhos do Peixe e Carlinhos Petisco. Em 2011, Arlindo Cruz pediu para compor um samba junto com André. Juntos com Evandro Bocão, Leonel e Artur das Ferragens, venceram a disputa de samba da Vila Isabel para o carnaval de 2012 com "Você Semba Lá... Que Eu Sambo Cá! O Canto Livre de Angola". Em 2013, a escola voltou a ser campeã do Grupo Especial, com mais um samba de André. "A Vila Canta o Brasil, Celeiro do Mundo - Água no Feijão que Chegou Mais Um" foi composto junto com Arlindo Cruz, Martinho da Vila, Leonel e Tunico da Vila. O samba foi premiado com o Estandarte de Ouro, considerado o "óscar do carnaval".[7] André também teve parceria com Arlindo Cruz no álbum de 2014 do cantor, Herança Popular, para o qual compôs duas músicas, junto com Arlindo, Evandro Bocão e Leonel. A partir de 2018, passou a compor para outras escolas de samba, além da Unidos de Vila Isabel.

Composições[editar | editar código-fonte]

Sambas de enredo[editar | editar código-fonte]

Abaixo, os sambas de enredo compostos por André Diniz, seus lançamentos originais, relançamentos, regravações e o desempenho das escolas com o samba.

Legenda:  N  Campeã do carnaval
Samba de Enredo Escola de Samba Colocação Divisão Compositores Intérprete Álbum / DVD Lançamento Ref.
Mandacaru, Fruta-Flor do Querer Arranco 4.º lugar Grupo A André Diniz, Evandro Bocão e Adil Nílson e Juan Espanhol Sambas de Enredo 1992 - Grupo A 1991 [9]
Muito Prazer! Isabel de Bragança e Drumond Rosa da Silva, mas Pode me Chamar de Vila Vila Isabel 9.º lugar Especial André Diniz, Evandro Bocão e Bombril Jorge Tropical e Gera Sambas de Enredo 1994 1993 [10][11]
Vila Isabel 2000
Cara ou Coroa, as Duas Faces da Moeda Vila Isabel 9.º lugar Especial André Diniz e Evandro Bocão Jorge Tropical Sambas de Enredo 1995 1994 [12][11]
Vila Isabel 2000
A Vila É Para Ti... Vila Isabel Campeã Grupo A André Diniz, Leonel, Serginho 20, Prof. Newtão e Sidney Sã Tinga Sambas de Enredo 2004 - Grupo A 2003 [13]
Singrando em Mares Bravios... E Construindo o Futuro Vila Isabel 10.º lugar Especial André Diniz, Prof. Newtão, Sidney Sã e Miguel Bedê Tinga Sambas de Enredo 2005 2004 [14]
Soy Loco por Ti América: a Vila Canta a Latinidade Vila Isabel Campeã Especial André Diniz, Serginho 20, Carlinhos do Peixe e Carlinhos Petisco Tinga Sambas de Enredo 2006 2005 [15][11]
Martinho da Vila Alô Vila Isabeeeel!!! 2018
Metamorfoses: Do Reino Natural à Corte Popular do Carnaval - As Transformações da Vida Vila Isabel 6.º lugar Especial André Diniz, Evandro Bocão, Serginho 20, Carlinhos Petisco e Prof. Wladimir Tinga Sambas de Enredo 2007 2006 [16]
Trabalhadores do Brasil Vila Isabel 9.º lugar Especial André Diniz, Evandro Bocão, Carlinhos, Pingüim, Dedé, Eduardo, Dinny, Miro e Carlinhos Tinga Sambas de Enredo 2008 2007 [17]
Neste Palco da Folia, É Minha Vila que Anuncia: Theatro Municipal - A Centenária Maravilha Vila Isabel 3.º lugar Especial André Diniz, Serginho 20, Arthur das Ferragens e Leonel Tinga Sambas de Enredo 2009 2008 [18]
Mitos e Histórias Entrelaçadas pelos Fios de Cabelo Vila Isabel 4.º lugar Especial Andre Diniz, Leonel, Prof. Wladimir, Arthur das Ferragens e Pinguim Tinga Sambas de Enredo 2011 2010 [19]
Você Semba Lá... Que Eu Sambo Cá! O Canto Livre de Angola Vila Isabel 3.º lugar Especial André Diniz, Arlindo Cruz, Evandro Bocão, Leonel e Artur das Ferragens Tinga Sambas de Enredo 2012 2011 [20][11]
Arlindo Cruz e Arlindo Neto Batuques do Meu Lugar 2012
Juju Ferreirah Feliz da Vida 2013
Martinho da Vila O Samba - Martinho da Vila e a Escola de Samba Vila Isabel 2018
A Vila Canta o Brasil, Celeiro do Mundo - "Água no Feijão que Chegou Mais Um" Vila Isabel Campeã Especial André Diniz, Arlindo Cruz, Martinho da Vila, Leonel e Tunico da Vila Tinga Sambas de Enredo 2013 2012 [21][11]
Juju Ferreirah e Martinho da Vila Feliz da Vida 2013
Martinho da Vila Enredo 2014
O Samba - Martinho da Vila e a Escola de Samba Vila Isabel 2018
Alô Vila Isabeeeel!!!
Retratos de Um Brasil Plural Vila Isabel 10.º lugar Especial André Diniz, Arlindo Cruz, Evandro Bocão, Professor Wladimir e Arthur das Ferragens Gilsinho Sambas de Enredo 2014 2013 [22]
Memórias do 'Pai Arraia' - Um Sonho Pernambucano, Um Legado Brasileiro! Vila Isabel 8.º lugar Especial André Diniz, Arlindo Cruz, Martinho da Vila, Mart'nália e Leonel Igor Sorriso Sambas de Enredo 2016 2015 [23]
Corra que o Futuro Vem Aí Vila Isabel 9.º lugar Especial André Diniz, Evandro Bocão, Pinguim, JP, Marcelo Valência, Júlio Alves e Deco Augusto Igor Sorriso Sambas de Enredo 2018 2017 [24]
Mojú, Magé, Majubá - Sinfonias e Batuques Inocentes 4.º lugar Série A André Diniz e Cláudio Russo Anderson Paz e Ricardinho Guimarães Sambas de Enredo 2018 - Série A [25]
O Reino Está Nu! Parque Curicica Vice-campeã Série B André Diniz, Cláudio Russo e Ronaldo Yllê Ronaldo Yllê Sambas de Enredo 2018 - Série B [26]
Em Nome do Pai, do Filho e dos Santos, a Vila Canta a Cidade de Pedro Vila Isabel 3.º lugar Especial André Diniz, Evandro Bocão, Professor Wladimir, Júlio Alves, Marcelo Valência, Dedé Augusto e Ivan Ribeiro Tinga Sambas de Enredo 2019 2018 [27]
Quem Nunca…? Que Atire a Primeira Pedra Grande Rio 9.º lugar André Diniz, Cláudio Russo, Moacyr Luz, Gê Martins, Licinho Júnior e Elias Bililico Evandro Malandro [28]
O Frasco do Bandoleiro (Baseado Num Causo com a Boca na Botija) Inocentes 9.º lugar Série A André Diniz e Cláudio Russo Nino do Milênio Sambas de Enredo 2019 - Série A [29]
Nelson Gonçalves - o Autorretrato do Rei do Rádio União de Maricá 4.º lugar Série B André Diniz, Evandro Bocão, Pedro Cassa, Wagner Mariano, JotaPê, J. Vidal, Roberto Cardoso, Gilmar Nogueira, Natal e Pedrinho Matheus Gaúcho - [30]
Paixão pelo Clube, Amor pelo Samba: Uma História de Futebol e Carnaval Imperadores Rubro-Negros 3.º lugar Grupo E André Diniz, Dudu Nobre, Evandro Bocão, Marcelo Valença, Hudson Luiz, Zé Glória e Carlinhos Ousadia Hudson Luiz - - [31]

Outras[editar | editar código-fonte]

Abaixo, outras canções compostas por André Diniz.

Canção Compositores Intérprete Álbum / DVD Lançamento Ref.
Minha Paixão André Diniz e Helinho Popular Grupo Aquarela Minha Paixão 1996 [11]
Ser Flamengo André Diniz, Evandro Bocão e Eduardo Martins Grupo Aquarela Minha Paixão 1996
O Amor Acabou André Diniz e Wladimir Grupo Aquarela Minha Paixão 1996
Apoteose André Diniz e Wladimir Grupo Aquarela Minha Paixão 1996
Cavaco Chora por Mim André Diniz, Toninho Nascimento, Wilson Caetano, Gegê do Caminho Grupo Aquarela Minha Paixão 1996
Vou Seguir Meu Coração André Diniz e Flores Adílson Ramos Pelo Amor de Uma Mulher 2000
Viola Padroeira André Diniz, Flores e Cacá Morais Maria Eugênia Maria 2003
Sinceridade André Diniz, Arlindo Cruz, Evandro Bocão e Leonel Arlindo Cruz Herança Popular 2014
Ilicitação André Diniz, Arlindo Cruz, Evandro Bocão e Leonel Arlindo Cruz Herança Popular 2014

Premiações[editar | editar código-fonte]

Abaixo, a lista de prêmios recebidos por André Diniz.

1994 - Melhor Samba-Enredo (Vila Isabel - "Muito Prazer! Isabel de Bragança e Drumond Rosa da Silva, mas Pode me Chamar de Vila") [4][5]

2013 - Melhor Samba-Enredo (Vila Isabel - "A Vila Canta o Brasil, Celeiro do Mundo - "Água no Feijão que Chegou Mais Um") [4][5]

Títulos e estatísticas[editar | editar código-fonte]

André participou dos campeonatos de 2006 e 2013 da Unidos de Vila Isabel como compositor do samba-enredo da escola.

Divisão Farm-Fresh cup gold.png
Campeonato
Ano Farm-Fresh cup silver.png
Vice
Ano Farm-Fresh cup bronze.png
Terceiro lugar
Ano
Emblem-star.svg
Grupo Especial
2 2006 e 2013 0 - 3 2009, 2012 e 2019
Emblem-star-gray.svg
Grupo A
1 2004 0 - 0 -

Referências

  1. a b «Compositor André Diniz». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 26 de maio de 2019 
  2. Rocha, Ruan. «Os Gigantes da Vila: Supercampeões, André Diniz, Evandro Bocão e Professor Wladimir Conquistam Mais um Título de Samba Enredo no Reino de Noel». Carnavalizados. Consultado em 26 de maio de 2019 
  3. Carnavalesco, Redação (8 de outubro de 2018). «André Diniz diz que Vila Isabel precisa da união dos seus componentes: 'Vamos voltar a ser Unidos'». Carnavalesco. Consultado em 1 de junho de 2019 
  4. a b c «Lista de premiados: 1972–2013». Site Apoteose.com. Consultado em 26 de março de 2017. Cópia arquivada em 26 de março de 2017 
  5. a b c «Estandarte de Ouro - Melhor Samba-Enredo (1972-2012)». Site Academia do Samba. Consultado em 11 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 11 de março de 2016 
  6. a b «Após vencer pela 15ª vez na Vila, André Diniz diz que fará pausa na disputa». O Dia. 13 de outubro de 2013. Consultado em 26 de maio de 2019. Cópia arquivada em 26 de maio de 2019 
  7. a b «As muitas vitórias do professor bamba André Diniz». O Globo. 19 de janeiro de 2013. Consultado em 1 de junho de 2019 
  8. «Notas 1994». Site Galeria do Samba. Consultado em 19 de abril de 2018. Arquivado do original em 27 de março de 2016 
  9. «Carnaval de 1992 - Arranco». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  10. «Carnaval de 1994 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  11. a b c d e f «Composições - André Diniz». Instituto Memória Musical Brasileira (IMMuB). Consultado em 26 de maio de 2019 
  12. «Carnaval de 1995 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  13. «Carnaval de 2004 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  14. «Carnaval de 2005 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  15. «Carnaval de 2006 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  16. «Carnaval de 2007 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  17. «Carnaval de 2008 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  18. «Carnaval de 2009 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  19. «Carnaval de 2011 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  20. «Carnaval de 2012 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  21. «Carnaval de 2013 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  22. «Carnaval de 2014 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  23. «Carnaval de 2016 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  24. «Carnaval de 2018 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  25. «Carnaval de 2018 - Inocentes de Belford Roxo». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  26. «Carnaval de 2018 - União do Parque Curicica». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  27. «Carnaval de 2019 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  28. «Carnaval de 2019 - Acadêmicos do Grande Rio». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  29. «Carnaval de 2019 - Inocentes de Belford Roxo». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  30. «Carnaval de 2019 - União de Maricá». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 
  31. «Carnaval de 2019 - Imperadores Rubro-Negros». Galeria do Samba. Consultado em 26 de maio de 2019 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bastos, João (2010). Acadêmicos, Unidos e Tantas Mais - Entendendo os Desfiles e Como Tudo Começou 1.ª ed. Rio de Janeiro: Folha Seca. 248 páginas. ISBN 978-85-87199-17-1 
  • Cabral, Sérgio (2011). Escolas de Samba do Rio de Janeiro 3.ª ed. São Paulo: Lazuli; Companhia Editora Nacional. 495 páginas. ISBN 978-85-7865-039-1 
  • Diniz, André; Cunha, Diogo (2014). Na Passarela do Samba - O Esplendor das Escolas em 30 anos de desfiles de carnaval no Sambódromo 1.ª ed. Rio de Janeiro: Casa da Palavra. ISBN 978-85-7734-445-1 
  • Gomyde Brasil, Pérsio (2015). Da Candelária à Apoteose - Quatro Décadas de Paixão 3.ª ed. Rio de Janeiro: Multifoco. 501 páginas. ISBN 978-85-7961-102-5 
  • Mello, Marcelo (2015). O Enredo do Meu Samba: A História de Quinze Sambas-Enredo Imortais 1.ª ed. Rio de Janeiro: Record. 307 páginas. ISBN 978-85-01-10301-7 

Ver também[editar | editar código-fonte]