Chico Spinoza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Chico Spinoza
Nome completo Francisco Carlos Soares Spinoza
Nascimento 2 de fevereiro de 1952 (64 anos) [1]
Tabapuã (SP)
Nacionalidade  brasileiro
Ocupação Carnavalesco e Figurinista

Francisco Carlos Soares Spinoza, mais conhecido como Chico Spinoza (Tabapuã, 2 de Fevereiro de 1952) é um carnavalesco, figurinista e comentarista de carnaval brasileiro. com passagens em emissoras de televisão, atuando principalmente em novelas e em grandes escolas do Carnaval do Brasil[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de um fazendeiro e diretora de escola particular, Chico antes de atuar no carnaval. atuou como figurinista da extinta TV Tupi, estando como membro da equipe do diretor de arte Pedro Ivan na novela Mulheres de Areia. Na mesma emissora, Chico Spinoza atuou em várias novelas, como O Machão e Xeque-Mate. em seguida, atuou em novelas da extinta TV Educativa e TV Bandeirantes. até em 1976, ir para Rede Globo onde já fez especiais, novelas, minisséries, musicais de fim de ano e programas de humorísticos da emissora[1]. depois de atuar na televisão, resolveu se aventurar no carnaval, em 1988 ao fazer dupla com o cenográfo Mário Monteiro, no Salgueiro. tendo se reencontrado no único ano em que a Estácio de Sá ganhou a elite do Carnaval Carioca, com o enredo Paulicéia Desvairada - 70 anos de Modernismo [2] e logo em seguida atuou como carnavalesco na União da Ilha, Vai-Vai (aonde foi bicampeão do Carnaval Paulistano, nos anos de 1998 e 1999), Unidos da Tijuca e Viradouro

No ano de 2003 foi carnavalesco da Mocidade, na última vez em que a agremiação foi ao desfile das campeãs, permanecendo na verde e branca de Padre Miguel, no ano seguinte. em 2005 fez dupla jornada, pois foi carnavalesco da Caprichosos e Nenê de Vila Matilde e em 2006, continuando só na Caprichosos e retornando novamente a Vai-Vai. pelo qual no ano de 2007 foi terceiro colocado com o enredo O 4º Reino, O Reino do Absurdo; novamente campeão com o enredo Vai-Vai acorda Brasil, a saída é ter esperança em 2008 e no ano seguinte, vice-campeão com Mens Sana et Corpore Sano - O Milênio da Superação. voltou ao berço do samba em 2010, onde dividiu com Gebran Smera com um enredo sobre a história da própia agremiação ficando próximo de retornar ao Especial, terminando na segunda colocação. em 2011, viria a continuar como carnavalesco, mas saiu devido as divergências com a escola. sendo nesse ano em que retornou ao Carnaval Paulista, ao desenvolver o carnaval da Tom Maior.

No ano de 2012, esteve como carnavalesco da Vila Maria[3] e continuando na escola, em 2013. Ainda esse ano, foi comentarista dos desfiles da Série A e Grupo Especial, pela TV Globo. Em 2014, Chico Spinoza retornou mais uma vez, como carnavalesco da Vai-Vai[4], não logrando êxito ao terminar 9º colocação e permenecendo como comentarista de carnaval da Globo, no qual fez também em 2015[5]. Para 2016 com o retorno da Estácio ao Especial e sua terceira passagem pela escola, aonde junto com Amauri Santos e Tarcísio Zanon, faz parte da Comissão de Carnaval[6].

Carreira[editar | editar código-fonte]

Carnaval[editar | editar código-fonte]

Ano Escola Colocação Divisão Enredo Ref.
1988 Salgueiro 4º lugar Especial Em Busca do Ouro [7]
1992 Estácio de Sá Campeã Especial Paulicéia Desvairada - 70 anos de Modernismo [8]
1993 Estácio de Sá 6º lugar Especial A dança da lua [9]
1994 União da Ilha 4º lugar Especial Abrakadabra, O despertar dos mágicos [10]
1995 União da Ilha 11º lugar Especial Todo dia é dia de Índio [11]
1996 União da Ilha 12º lugar Especial A Ilha faz uma viagem a pintada encantada [12]
1997 Vai-Vai Vice-Campeã Especial Liberdade ainda que Vai-Vai [13]
1998 Vai-Vai Campeã Especial Banzai! Vai-Vai [14]
1999 Vai-Vai Campeã Especial Nostradamus [15]
2000 Unidos da Tijuca 5º lugar Especial Terra dos Papagaios… Navegar foi Preciso!!! [16]
2001 Unidos da Tijuca 9º lugar Especial A Tijuca apresenta Nelson Rodrigues pelo buraco da fechadura [17]
2002 Viradouro 5º lugar Especial Viradouro, Vira-Mundo, Rei do Mundo [18]
2003 Mocidade 5º lugar Especial Para sempre no seu coração - Carnaval da doação [19]
2004 Mocidade 8º lugar Especial Não Corra, Não Mate, Não Morra - Pegue Carona Com a Mocidade! Educação No Trânsito [20]
2005 Caprichosos 11º lugar Especial Carnaval, Doce Ilusão - A Gente Se Vê Aqui, no Meio da Multidão! 20 Anos de Liga [21]
Nenê 9º lugar Especial Um Voo da Águia Entre Dois Mundos [22]
2006 Caprichosos 13º lugar Especial Na Folia Com o Espírito Santo: o Espírito Santo Caprichou [23]
2007 Vai-Vai 3º lugar Especial O 4º Reino, O Reino do Absurdo [24]
2008 Vai-Vai Campeã Especial Vai-Vai acorda Brasil, a saída é ter esperança [25]
2009 Vai-Vai Vice-Campeã Especial Mens Sana et Corpore Sano - O Milênio da Superação [26]
2010 Estácio de Sá 3º lugar Acesso Deixa Falar, a Estácio é isso aí. Eu visto esse manto e vou por aí [27]
2011 Tom Maior 9º Lugar Especial Salve salve São Bernardo, pedaço do meu Brasil, terra mãe dos paulistas, pedaço do meu Brasil [28]
2012 Vila Maria 5º lugar Especial A Força Infinita da Criação, Vila Maria Feita a Mão [29]
2013 Vila Maria 14º lugar Especial Made in Korea [30]
2014 Vai-Vai 9º lugar Especial Nas chamas da Vai-Vai, 50 anos de Paulínia [31]
2016 Estácio de Sá 12º lugar Especial Salve Jorge! O Guerreiro na Fé [32]
2017 Estácio de Sá Série A

Televisão[editar | editar código-fonte]

Comentarista
Ano Evento Emissora
2013 Globeleza (Rio de Janeiro) Grupo Especial TV Globo
2013-2016 Série A

Referências

  1. a b c Memória Globo. «Chico Spinoza». Consultado em 20/09/2015. 
  2. Ouro de Tolo (02/12/2013). «Sambódromo em 30 Atos – “1992: A exibição inesquecivelmente desvairada do Estácio”». Consultado em 20/09/2015. 
  3. No mundo do Samba (15.04.2011). «Chico Spinosa na Vila Maria». Consultado em 10.07.2011. 
  4. SRZD-Carnaval/SP (29/04/2013). «'A sensação é de que voltei pra casa', diz Chico Spinosa sobre a Vai-Vai». 1:21. Consultado em 20/09/2015. 
  5. NaTelinha (10/02/2015). «Globo envolve mais de dois mil funcionários na transmissão do Carnaval». 21:30:59. Consultado em 20/09/2015. 
  6. Carnavalesco. «Chico Spinosa volta para Estácio e vai trabalhar com dupla que venceu em 2015». Consultado em 09/03/2015. 
  7. Galeria do Samba. «Salgueiro 1988». Consultado em 26/09/2015. 
  8. Academia do Samba. «Estácio de Sá 1992». Consultado em 20/09/2015. 
  9. Academia do Samba. «Estácio de Sá 1993». Consultado em 20/09/2015. 
  10. Academia do Samba. «União da Ilha 1994». Consultado em 20/09/2015. 
  11. Academia do Samba. «União da Ilha 1995». Consultado em 20/09/2015. 
  12. Galeria do Samba. «União da Ilha 1996». Consultado em 20/09/2015. 
  13. SASP. «Vai-Vai 1997». Consultado em 20/09/2015. 
  14. SASP. «Vai-Vai 1998». Consultado em 20/09/2015. 
  15. SASP. «Vai-Vai 1999». Consultado em 20/09/2015. 
  16. Academia do Samba. «Unidos da Tijuca 2000». Consultado em 20/09/2015. 
  17. Academia do Samba. «Unidos da Tijuca 2001». Consultado em 20/09/2015. 
  18. Academia do Samba. «Viradouro 2002». Consultado em 20/09/2015. 
  19. Academia do Samba. «Mocidade 2003». Consultado em 20/09/2015. 
  20. Academia do Samba. «Mocidade 2004». Consultado em 20/09/2015. 
  21. Academia do Samba. «Caprichosos 2005». Consultado em 20/09/2015. 
  22. SASP. «Nenê de Vila Matilde 2005». Consultado em 20/09/2015. 
  23. Academia do Samba. «Caprichosos 2006». Consultado em 20/09/2015. 
  24. SASP. «Vai-Vai 2007». Consultado em 20/09/2015. 
  25. SASP. «Vai-Vai 2008». Consultado em 20/09/2015. 
  26. SASP. «Vai-Vai 2009». Consultado em 20/09/2015. 
  27. Academia do Samba. «Estácio de Sá 2010». Consultado em 20/09/2015. 
  28. SASP. «Tom Maior 2011». Consultado em 20/09/2015. 
  29. SASP. «Vila Maria 2012». Consultado em 20/09/2015. 
  30. SASP. «Vila Maria 2013». Consultado em 20/09/2015. 
  31. SASP. «Vai-Vai 2014». Consultado em 20/09/2015. 
  32. Galeria do Samba. «Estácio de Sá 2016». Consultado em 23/09/2015.