Saturnino Gonçalves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Saturnino Gonçalves (Rio de Janeiro, 1897 – Rio de Janeiro, 29 de abril de 1935) foi um sambista brasileiro, fundador[1] e primeiro presidente da Estação Primeira de Mangueira, uma das mais tradicionais escolas de samba do Brasil.

Esteve entre os membros do Bloco dos Arengueiros, extinto para logo em seguida ser criado o Bloco Estação Primeira, que daria origem à famosa escola de samba do morro.[1]

Saturnino, pai de Dona Neuma, passou mal em meio ao carnaval de 1935, quando não desfilou, mas não sem ir a frente de sua casa para acompanhar sua escola descendo para o desfile, desejando-lhe boa sorte. Faleceu pouco tempo depois, em 29 de abril de 1935, vítima de tuberculose.[2]

Referências

  1. a b «Saturnino». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 1 de maio de 2017 
  2. Nélson da Nóbrega Fernandes. Escolas de Samba: Sujeitos Celebrantes e Objetos Celebrados. Rio de Janeiro: Coleção Memória Carioca, vol. 3, 2001.