Xangô do Salgueiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Xangô do Salgueiro
Nascimento 11 de abril de 1939
Morte 25 de março de 2007
Cidadania Brasil

Júlio Expedito Machado Coelho (18 de abril de 1939 - Rio de Janeiro, 25 de março de 2007), conhecido como Xangô do Salgueiro, foi um destaque de escola de samba do Rio de Janeiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formado em Direito, Sociologia e História, era professor e em 1962 foi convidado por um de seus alunos para desfilar pelo Salgueiro. Repetiu a experiência nos anos seguintes e, no carnaval de 1969, quando a escola tijucana apresentou o enredo Bahia de Todos os Deuses, fantasiou-se pela primeira vez como o orixá Xangô.[1]

Com a conquista do título pelo Salgueiro, Júlio Coelho passou a desfilar todos os anos como Xangô, até 2007, ano da sua morte.[2]

Recebeu em 2006 a medalha Tiradentes da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.[3]

Referências

  1. Xangô do Salgueiro Arquivado em 3 de março de 2016, no Wayback Machine.. Esquina do Samba
  2. Morre Xangô do Salgueiro. Só Samba, 28 de março de 2007
  3. PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 1426/2006 - Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro