Dandara Ventapane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dandara Ventapane
SEGUNDO DIA DE DESFILE DO GRUPO ESPECIAL DAS ESCOLAS DE SAMBA DO RIO (31545).jpg
Dandara no desfile de 2018 da Ilha
Informações pessoais
Nome completo Dandara Mendonça Ferreira Ventapane
Data de nasc. 13 de outubro de 1991 (28 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro,  Brasil
Informações profissionais
Escola atual União da Ilha do Governador
Escolas de samba
Anos Escolas
2013-2016
2017-presente
Vila Isabel
União da Ilha

Dandara Mendonça Ferreira Ventapane (Rio de Janeiro, 13 de outubro de 1991) é uma porta-bandeira, cantora e professora de dança, formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. É neta de Martinho da Vila. Desde 2017 defende o pavilhão da União da Ilha do Governador, ao lado de Phelipe Lemos.[1][2][3]

Sua iniciação no carnaval foi na Unidos de Vila Isabel. Antes de se tornar porta-bandeira foi passistas e desfilou em diversas escolas. Tornou-se porta-bandeira em 2013, desfilando pela Vila e com passagem pela Acadêmicos da Rocinha.[4] Em 2015 foi assumiu como primeira da Vila. Em 2017, passa a defender a União da Ilha.[5]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Dandara Mendonça Ferreira Ventapane nasceu em 13 de outubro de 1991. Filha de Analimar Ventapane e neta de Martinho da Vila, desde cedo Dandara teve contato com o samba e o carnaval. Foi backing vocal de sua tia Mart'nália durante sete anos e participou de importantes festivais de música, como o Back To Black.[6][7] No carnaval, participou de comissões de frente e foi passista da Unidos de Vila Isabel. Em 2013, desfilou como terceira porta-bandeira da Vila. No mesmo ano, a escola foi campeã do carnaval. No ano seguinte, em 2014, desfilou novamente como terceira porta-bandeira da Vila. Na Série A, a segunda divisão do carnaval carioca, desfilou como primeira porta-bandeira da Acadêmicos da Rocinha. Junto com o mestre-sala Douglas Valle, conquistou boas notas, mas a escola foi rebaixada. No mesmo ano, se formou como bacharel em dança contemporânea pela UFRJ. No carnaval de 2015, seria a segunda porta-bandeira da Vila, mas precisou substituir a primeira, Natália Pereira, que teve uma tendinite no joelho.[3][8] A partir de 2016, mais uma vez como primeira porta-bandeira da Vila, passou a dançar com o mestre-sala Phelipe Lemos. Para o carnaval de 2017, os dois se transferiram para a União da Ilha do Governador.[9] Em 2017, Dandara lançou o projeto "Canta, canta, minha gente", no qual se apresenta com o irmão Raoni Ventapane, cantando sucessos de seu avô, Martinho.[10] No dia 11 de novembro de 2018, nasceu Dante, o primeiro filho de Dandara, fruto de seu relacionamento com Donato Pereira.[11][12] Um mês após o parto, a porta-bandeira retomou os ensaios para o carnaval de 2019.[13]

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Abaixo, a lista de carnavais de Dandara e seu desempenho em cada ano.

Legenda:  0  Nota descartada  N  Escola foi campeã  *  Sem informação disponível
Ano Divisão Escola Classificação Mestre-Sala Notas Ref.
2013 Especial Unidos de Vila Isabel Campeã Jackson Senhorinho Terceira Porta-Bandeira [nota 1] [14][15]
2014 Especial Unidos de Vila Isabel 10.º lugar Jackson Senhorinho Terceira Porta-Bandeira [nota 1] [16][17]
Série A Acadêmicos da Rocinha 16.º lugar (rebaixada) Douglas Valle 10 10 9,9 9,8 - [18][19]
2015 Especial Unidos de Vila Isabel 11.º lugar Diego Machado 10 9,9 9,8 9,8 - [20][21]
2016 Especial Unidos de Vila Isabel 8.º lugar Phelipe Lemos 10 9,9 9,9 9,8 - [22][23]
2017 Especial União da Ilha do Governador 8.º lugar Phelipe Lemos 10 10 10 9,9 - [24][25]
2018 Especial União da Ilha do Governador 10.º lugar Phelipe Lemos 10 10 9,9 9,9 - [26][27]
2019 Especial União da Ilha do Governador 10.º lugar Phelipe Lemos 10 9,9 9,9 9,9 - [28][29]

Premiação[editar | editar código-fonte]

Dandara coleciona diversas premiações [30]:

Prêmio SRZD[editar | editar código-fonte]

  • 2016 (Vila Isabel)
  • 2017 (União da Ilha)

Notas

  1. a b O terceiro casal de mestre-sala e porta-bandeira não é julgado.

Referências

  1. «Neta de Martinho da Vila é a 1ª porta-bandeira da União da Ilha». O Globo. 24 de fevereiro de 2017 
  2. «Casal de mestre-sala e porta-bandeira da Ilha baila histórias de Jericoacoara». O Dia. 5 de março de 2019. Consultado em 5 de maio de 2019. Cópia arquivada em 5 de maio de 2019 
  3. a b «Neta de Martinho, Dandara Mendonça assume como 1ª porta-bandeira da Vila». O Dia. 16 de janeiro de 2015. Consultado em 5 de maio de 2019. Cópia arquivada em 5 de maio de 2019 
  4. «"De papo com o Folia". Dandara Ventapane, porta bandeira da Vila Isabel». Folia dos Samba. 9 de agosto de 2015 
  5. «Entrevista com Dandara Ventapane». Linkezine. 9 de agosto de 2016 
  6. «Abre-alas, 80 anos de Martinho da Vila!». SRzd. 2 de outubro de 2017. Consultado em 5 de maio de 2019. Cópia arquivada em 5 de maio de 2019 
  7. «Lado B! Neta de Martinho, porta-bandeira canta com a tia, Mart'nália». Sambarazzo. Consultado em 5 de maio de 2019 
  8. «"Provei que não sou só a neta do Martinho", dispara porta-bandeira». Sambarazzo. Consultado em 5 de maio de 2019 
  9. «De casa nova! Casal Phelipe Lemos e Dandara acerta com a União da Ilha». Sambarazzo. Consultado em 5 de maio de 2019 
  10. «Netos de Martinho da Vila estreiam show no Rio: 'Ele é um vozão e tanto'». Extra Online. 26 de abril de 2018. Consultado em 5 de maio de 2019. Cópia arquivada em 5 de maio de 2019 
  11. «Nasce filho de Dandara Ventapane, porta-bandeira da União da Ilha». SRzd. 12 de novembro de 2018. Consultado em 5 de maio de 2019 
  12. Martins, Marluci (10 de novembro de 2018). «Porta-bandeira vai amamentar em pleno Sambódromo». O Globo. Consultado em 5 de maio de 2019 
  13. «Um mês após dar à luz, porta-bandeira Dandara volta a ensaiar na União da Ilha». SRzd. 13 de dezembro de 2018. Consultado em 5 de maio de 2019 
  14. «Livro Abre-Alas - Segunda-feira 2013» (PDF). LIESA. p. 302. Consultado em 5 de maio de 2019 
  15. «Carnaval de 2013 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 5 de maio de 2019 
  16. «Livro Abre-Alas - Segunda-Feira 2014» (PDF). LIESA. p. 155. Consultado em 5 de maio de 2019 
  17. «Carnaval de 2014 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 5 de maio de 2019 
  18. «Carnaval de 2014 - Acadêmicos da Rocinha». Galeria do Samba. Consultado em 5 de maio de 2019 
  19. «Notas 2014». Galeria do Samba. Consultado em 1 de junho de 2017. Arquivado do original em 1 de junho de 2017 
  20. «Carnaval de 2015 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 5 de maio de 2019 
  21. «Notas 2015». Site Galeria do Samba. Consultado em 1 de junho de 2017. Arquivado do original em 1 de junho de 2017 
  22. «Carnaval de 2016 - Unidos de Vila Isabel». Galeria do Samba. Consultado em 5 de maio de 2019 
  23. «Notas 2016 – Grupo Especial». Site Apoteose. Consultado em 19 de abril de 2018. Cópia arquivada em 19 de abril de 2018 
  24. «Carnaval de 2017 - União da Ilha do Governador». Galeria do Samba. Consultado em 5 de maio de 2019 
  25. «Notas 2017». Site Apoteose. Consultado em 1 de junho de 2017. Cópia arquivada em 1 de junho de 2017 
  26. «Carnaval de 2018 - União da Ilha do Governador». Galeria do Samba. Consultado em 5 de maio de 2019 
  27. «Notas 2018 – Grupo Especial». Site Apoteose. Consultado em 8 de junho de 2018. Cópia arquivada em 8 de junho de 2018 
  28. «Carnaval de 2019 - União da Ilha do Governador». Galeria do Samba. Consultado em 5 de maio de 2019 
  29. «Notas 2019 – Grupo Especial». Site Apoteose. Consultado em 23 de abril de 2019. Cópia arquivada em 23 de abril de 2018 
  30. «"Meteórica"! Dandara Ventapane comemora sucesso na carreira com 3 anos no Grupo Especial». SRZD. 27 de março de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dandara Ventapane