Waldir 59

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Waldir de Souza, mais conhecido como Waldir 59 (Rio de Janeiro, 3 de março de 1927 — Rio de Janeiro, 25 de novembro de 2015), foi um cantor e compositor brasileiro[1].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Waldir 59, que ganhou este apelido por ter morado numa casa com este número,[2] foi diretor de harmonia e integrante da ala dos compositores da Portela desde a década de 1950, e da Velha Guarda dessa agremiação desde sua fundação, em 1970.

O sambista venceu os concursos para samba-enredo da Portela nos carnavais de 1955, 1956, 1957, 1959 e 1965. Ele foi o principal responsável por integrar Paulinho da Viola e Clara Nunes à escola de samba.

Participou do filme Orfeu do Carnaval, além do documentário O Passo de Madureira (2008/2009).

Segundo uma das filhas de Waldir, Rosenir, o pai morreu devido a uma parada cardiorrespiratória.[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.