Resultados do Carnaval do Rio de Janeiro em 1988

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Este artigo contém o resultado do Carnaval do Rio de Janeiro de 1988[1].

Escolas de samba[editar | editar código-fonte]

Grupo 1 (LIESA) - Passarela do Samba - 14 e 15/02[editar | editar código-fonte]

Classificação

Colocação Escola Enredo Pontos Resultado
1 Unidos de Vila Isabel Kizomba, festa da raça 224,0 Campeã
2 Estação Primeira de Mangueira 100 anos de liberdade, realidade ou ilusão? 223,0 Vice-Campeã
3 Beija-Flor de Nilópolis Sou negro, do Egito à liberdade 222,0
4 Acadêmicos do Salgueiro Em busca do ouro 219,0
5 Portela Na lenda carioca, os sonhos do vice-rei 211,0
6 União da Ilha do Governador Aquarilha do Brasil 210,0
7 Império Serrano Pára com isto, dá cá o meu 208,0
8 Caprichosos de Pilares Luz, câmera e ação 207,0
8 Mocidade Independente de Padre Miguel Beijim, beijim, bye bye Brasil 207,0
8 Tradição O melhor da raça, o melhor do carnaval 207,0
9 Estácio de Sá O boi dá bode 204,0
10 São Clemente Quem avisa amigo é 197,0
11 Unidos da Tijuca Templo do absurdo - Bar Brasil 194,0
12 Unidos da Ponte O bem amado Paulo Gracindo 190,0
13 Unidos do Cabuçu O mundo mágico dos Trapalhões 188,0
14 Imperatriz Leopoldinense Conta outra que essa foi boa 186,0

Grupo 2 (AESCRJ) - Passarela do Samba - 13/02[editar | editar código-fonte]

Classificação

Colocação Escola Enredo Pontos Resultado
1 Arranco do Engenho de Dentro Pra ver a banda passar 214,0 Sobe de grupo
2 Unidos do Jacarezinho Parabéns pra Vocês 214,0 Sobe de grupo
3 Unidos de Lucas Na Ginga do Samba, aí vem Ataulfo 213,0
4 Império da Tijuca Nosso Sinhô, rei do samba 209,0
5 Acadêmicos de Santa Cruz Como se bebe nesta terra 204,0
6 Paraíso do Tuiuti Filho de branco é menino, filho de negro é moleque 201,0
7 Lins Imperial Primavera é tempo de saudade, tributo a Zinco e Caxambu 194,0
8 Acadêmicos do Engenho da Rainha De sete em sete, pintando o sete 186,0
9 Independentes de Cordovil Burle Marx 178,0
10 Tupy de Brás de Pina E agora, José? 176,0

Grupo 3 (AESCRJ) - Av. Graça Aranha- 14/02[editar | editar código-fonte]

Classificação

Colocação Escola Enredo Pontos Resultado
1 Arrastão de Cascadura Festa para Orfeu Negro 218,0 Sobe de grupo
2 Em Cima da Hora Samba-ô 210,0 Sobe de grupo
3 União de Vaz Lobo Brasil, Brasília 206,0
4 Acadêmicos do Cubango Ave Bahia, cheia de graça 204,0
5 União de Jacarepaguá Vendaval da liberdade 200,0
6 Unidos de Bangu Rio que tem piranha, jacaré nada de costas 186,0
7 Império do Marangá Da praia ao futebol, tudo acaba em carnaval 184,0
8 Mocidade Unida de Jacarepaguá Arco-íris tem de dar certo 183,0
9 Acadêmicos do Grande Rio O amigo da madrugada contra as feras multinacionais 176,0
10 Unidos de Nilópolis Cartas Marcadas 172,0
-- Unidos de Padre Miguel Valongo -- Não Desfilou

Grupo 4 (AESCRJ) - Av. Graça Aranha - 15/02[editar | editar código-fonte]

Classificação

Colocação Escola Enredo Pontos Resultado
1 Leão de Nova Iguaçu A coroação de Ganga Zumba 219,0 Sobe de grupo
2 Unidos do Viradouro A contribuição do negro ao folclore brasileiro 208,0 Sobe de grupo
3 União de Rocha Miranda Um século e daí ou A sombra da ilusão de uma raça 200,0
4 Unidos da Vila Santa Tereza Brasileiríssimo Villa-Lobos 199,0
5 Unidos do Uraiti Na alegria e na sorte sorria 198,0
6 Foliões de Botafogo O Mundo Maravilhoso da Criança 194,0
7 Unidos de Manguinhos Raiz de uma Raça 193,0
8 Unidos de Cosmos 50 anos da vida artística de Nelson Gonçalves 172,0
9 Acadêmicos do Cachambi No Limiar da Glória, Aí vem Chico Rei 171,0

Blocos de enredo[editar | editar código-fonte]

  • Não houve desfile[2]

Blocos de rua[editar | editar código-fonte]

  • 1- Associação Atlética Carnavalesca Refulyer de Piabetá[2]
  • 2- Seresteiros da Tijuca[2]
    • Melhor bateria:Paraíso Alberto João XXIII e Seresteiros da Tijuca[2]

Ranchos[editar | editar código-fonte]

  • 1- Azulões da Torre [3]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • As Escolas de Samba do Rio de Janeiro - Cabral, Sérgio - Lumiar Editora

Referências

  1. Galeria do Samba. «CARNAVAL DE 1988 - RESULTADO». Consultado em 21 de março de 2014. Cópia arquivada em 17 de março de 2014 
  2. a b c d Federação dos Blocos. «Carnaval de 1988». Consultado em 16 de abril de 2014. Cópia arquivada em 5 de novembro de 2013 
  3. O Globo, 17 de Fevereiro de 1988, Matutina, Rio, página 9