Raul Marcelo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Raul Marcelo
Deputado Estadual de São Paulo
Período 15 de março de 2015
até 14 de março de 2019

15 de março de 2007
até 14 de março de 2011

Vereador de Sorocaba
Período 1º de janeiro de 2001
até 10 de março de 2007
Dados pessoais
Nome completo Raul Marcelo de Souza
Nascimento 31 de maio de 1979 (41 anos)
São Pedro do Turvo, SP, Brasil
Alma mater Universidade de Sorocaba
Partido PT (1999-2005)
PSOL (2005-presente)
Profissão Advogado

Raul Marcelo de Souza (São Pedro do Turvo, 31 de maio de 1979), mais conhecido como Raul Marcelo, é um advogado e político brasileiro, filiado ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em São Pedro do Turvo, mudou-se com a família para Sorocaba no início da década de 1980. Sua vida política teve início na Juventude Operária Católica e também no movimento estudantil, principalmente na FATEC e no curso de letras da Universidade de Sorocaba.[1] Estudo em Colégio Técnico, tendo se formado Técnico em Processamento de Dados. Cursou faculdade de Direito e atualmente exerce a advocacia em Sorocaba e Votorantim.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Vereador de Sorocaba[editar | editar código-fonte]

Em 2001, Raul Marcelo assumiu seu primeiro mandato como vereador da cidade de Sorocaba. Na eleição municipal de Sorocaba em 2000 Raul obteve 1.961, sendo o Vereador mais jovem eleito no período Democrático em Sorocaba. Em 2004 foi reeleito ao cargo, sendo o vereador mais votado da cidade até então.[1][2][3]

Se notabilizou como Vereador no Combate à Corrupção e Defesa dos Direitos Sociais do Povo trabalhador, foi autor da lei que institui feriado municipal no dia da consciência negra (nº 8.120/07), que homenageia Zumbi dos Palmares e promove a igualdade racial, a lei de transparência em obras públicas (7.357/05), a lei que institui a semana de Inclusão Digital (7.503/05).[4] Também presidiu a Comissão de Direitos Humanos e a Comissão Parlamentar em Defesa do Desarmamento da Câmara Municipal.[1]

Deputado Estadual[editar | editar código-fonte]

Até então fazia parte do Partido dos Trabalhadores (PT), do qual se desligou em 2005, filiando-se ao PSOL. Pelo novo partido, foi eleito deputado estadual em 2006, obtendo 35.670 votos.[2]

Como deputado continuou sua defesa da transparência Pública e sobretudo da Educação Pública de qualidade, escolhido pelo Movimento em defesa da Educação do Estado de São Paulo para ser o proponente do Plano Estadual de Educação do Estado de São Paulo da Sociedade Civil [1] Raul Marcelo também atuou firmemente na Defesa da Transparência das Isenções tributárias do Governo do Estado, Coordenador da Frente Parlamentar na Alesp para acompanhar as Isenções fiscais [2], a frente desenvolveu um trabalho junto ao Tribunal de Contas, Auditores Fiscais de Rendas e Organizações de Sociedade que culminou com o Projeto de Lei e um Estudo pioneiro no Estado sobre o Tema [3] Para acessar o trabalho de pesquisa feito por Raul Marcelo acessa aqui [4]

Autor da lei que obriga os clubes de futebol profissional a garantir a continuidade dos estudos, para jogadores menores de 18 anos.[4]

Em 2014, foi eleito deputado estadual novamente pelos votos do partido, com 47.923 votos.[5][6]

Candidaturas a prefeitura de Sorocaba[editar | editar código-fonte]

Na Eleição municipal de Sorocaba em 2008 foi votado por cerca de 24.260 eleitores (7,95% dos votos), ficando em terceiro lugar.

Na eleição de 2012, ficou novamente na terceira colocação, recebendo 14,93% dos votos (48.865 votos).[7]

Em 2016 disputou novamente as eleições para prefeito e obteve 74.001 votos no primeiro turno, equivalente a 25% dos votos e no segundo turno teve 129.784 votos (41,52%), sendo derrotado pelo prefeito cassado José Caldini Crespo do DEM.

Principais recursos de Raul Marcelo para Sorocaba[editar | editar código-fonte]

Recursos de 2015 a 2019


No início do seu segundo mandato, Raul Marcelo apresentou[8], no orçamento de 2016, emendas no total de R$ 2 milhões, nas áreas de educação e saúde. Infelizmente o então governador Alckmin não liberou este valor em benefício de Sorocaba. Quando mudou a presidência da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), Raul Marcelo conseguiu aprovar e liberar recursos para Sorocaba.


Entre 2018 e 2019, foram mais de R$ 10 milhões. Desse total, acompanhe abaixo as emendas já executadas. Obs: aquelas que ainda não foram liberadas, Raul Marcelo segue firme e forte lutando para a concretização de todos os investimentos para Sorocaba.


SANTA CASA DE SOROCABA | Em 2017, depois muita articulação e luta em prol do tratamento de câncer, conseguiu R$ 230 mil para a Santa Casa de Sorocaba, o que possibilitou construir a interligação de duas casamatas, onde fica armazenado o aparelho (acelerador linear) de radioterapia. No ano passado, conseguiu outra verba para o hospital, desta vez de R$ 400 mil, totalizando R$ 630 mil. No orçamento de 2019, apresentou outra de quase um milhão de reais. No momento, Raul Marcelo está acompanhando e trabalhando para que seja liberada o quanto antes.


HOSPITAL DO CÂNCER INFANTIL DE SOROCABA | Entre 2018 e 2019, apresentei dois recursos para o Hospital do Câncer Infantil de Sorocaba, o Gpaci. A primeira de R$ 265 foi importante para a aquisição de dois equipamentos, sendo um analisador químico (200 testes ininterruptos por horas) e um analisador de hematologia (carregador contínuo automático de 30 tubos, além de ter suporte a amostras de sangue total e sangue capilar) – para a realização de exames. Já a quantia de R$ 500, ainda não executada, será direcionada na compra de medicamentos do Gpaci, que atende 48 cidades da região de Sorocaba. Desse montante, segundo a vice-presidente, possibilitará na obtenção de 10% dos medicamentos utilizados no setor de oncologia infantil para o ano de 2020.


BANCO DE OLHOS DE SOROCABA | No orçamento de 2019, Raul Marcelo indicou verba de R$ 500 mil para o Banco de Olhos (BOS) de Sorocaba. Um recurso que ajudou para o tratamento de retina e catarata. “É um investimento importante, pois, na região de Sorocaba, segundo reportagens da imprensa local, pode haver na cidade 7,5 mil novos casos de catarata, por ano”, afirma o pré-candidato a prefeito de Sorocaba, Raul Marcelo.


CAPS NO BAIRRO LOPES DE OLIVEIRA | Vitória no combate às drogas. Sorocaba ganha mais um centro para tratar dependentes de álcool e drogas. Em 2018, apresentei recurso de R$ 400 para reativar a Unidade Básica de Saúde (UBS) – que estava abandonada desde dezembro de 2016 – do bairro Lopes de Oliveira. Porém, a atual Prefeitura de Sorocaba transformou esse posto de saúde em Caps (Centro de Atenção Psicossocial).


CURSO DE MÚSICA PARA JOVENS | Na área musical, a Orquestra Filarmônica da Associação de Eventos Culturais (Assec) recebeu R$ 300 mil para seguir com seu projeto de ensinar jovens sobre música erudita e popular em Sorocaba. Aprendem a harmonizar instrumentos como trombone, trompete, violino, violoncelo, saxofone, oboé, entre outros.

Desempenho em eleições[editar | editar código-fonte]

Ano Eleição Coligação Partido Candidato a Votos Votos em Sorocaba Resultado
2000 Municipal de Sorocaba PT, PCdoB PT Vereador 1.961 (25º) Eleito[9]
2002 Estadual de São Paulo PT, PCB, PCdoB PT Deputado Estadual 21.712 (219º) 14.549 (4º) Suplente[9]
2004 Municipal de Sorocaba PT, PCdoB PT Vereador 6.165 (1º) Eleito[9]
2006 Estadual de São Paulo PSTU, PSOL, PCB PSOL Deputado Estadual 35.670 (143º) 28.999 (4º) Eleito[9]
2008 Municipal de Sorocaba PSOL PSOL Prefeito 24.260 (3º - turno único) Não eleito[9]
2010 Estadual de São Paulo PSOL PSOL Deputado Estadual 56.607 (109ª) 35.940 (2ª) Suplente[9]
2012 Municipal de Sorocaba PSOL PSOL Prefeito 48.865 (3º - primeiro turno) Não eleito[9]
2014 Estadual de São Paulo PSOL PSOL Deputado Estadual 47.923 (115º) 34.023 (2º) Eleito[9]
2016 Municipal de Sorocaba PSOL PSOL Prefeito 74.001 (2º - primeiro turno)
129.784 (2º - segundo turno)
Não eleito[9]
2018 Estadual de São Paulo PSOL PCB PSOL Deputado Estadual 46.415 (114º) 32.459 (2º) Suplente[9]

Referências

  1. a b c Jornal Cruzeiro do Sul. «Confira o perfil dos candidatos a prefeito de Sorocaba». Consultado em 1 de outubro de 2012 [ligação inativa]
  2. a b Fundação Seade. «Informações Eleitorais». Consultado em 1 de outubro de 2012 [ligação inativa]
  3. Câmara Municipal de Sorocaba. «Legislaturas - Poder Legislativo Sorocabano». Consultado em 1 de outubro de 2012 
  4. a b «Página do deputado Raul Marcelo na ALESP» 
  5. «Programa do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL)». Consultado em 4 de julho de 2016. Arquivado do original em 23 de setembro de 2015 
  6. "Partido dos Professores" (Gonçalves, 2013)
  7. Jornal Cruzeiro do Sul. «Amary e Pannunzio vão para o 2º turno». Consultado em 9 de outubro de 2012 [ligação inativa]
  8. «Conheça as principais ações de Raul Marcelo em benefício da população de Sorocaba». Raul Marcelo. 27 de fevereiro de 2020. Consultado em 28 de fevereiro de 2020 
  9. a b c d e f g h i j Resultados

Ligações externas[editar | editar código-fonte]