Vidas Cruzadas (1965)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Vidas Cruzadas
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Romance
Criador(es) Ivani Ribeiro
País de origem  Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Walter Avancini
Elenco Carlos Zara
Márcia Real
Irina Grecco
Geraldo Del Rey
Célia Coutinho
Fernando Baleroni
Riva Nimitz
Henrique César
Lucy Rangel
Odavlas Petti
Ver mais
Exibição
Emissora original Brasil TV Excelsior
Transmissão original 19 de abril de 1965 - 26 de junho de 1965
Episódios 60
Cronologia
A Indomável
A Deusa Vencida

Vidas Cruzadas é uma telenovela brasileira produzida pela extinta TV Excelsior e exibida de 19 de abril a 26 de junho de 1965 no horário das 19h30, totalizando 60 capítulos. Foi escrita por Ivani Ribeiro e dirigida por Walter Avancini.

Trama[editar | editar código-fonte]

Henrique Varela é um bandido perseguido pela polícia, que assume a identidade e a personalidade de um sósia seu, Bruno Vieira, morto num acidente. Henrique vai morar na casa de Bruno, junto com a família deste, passando-se por ele perante todos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Vidas cruzadas foi uma das primeiras telenovelas brasileiras a tratar de um assunto que depois seria frequentemente retomado: os conflitos de gêmeos ou sósias, com alguém assumindo uma outra identidade. Um grande e muito famoso exemplo é a personagem Simone (interpretada por Regina Duarte) de Selva de pedra, telenovela de Janete Clair.
  • Os atores Riva Nimitz e Henrique César eram casados na vida real.
  • No último capítulo, o ator e cantor Moacyr Franco fez uma participação especial como Antônio, noivo da personagem Irene.
  • Existe uma telenovela homônima, produzida pela Rede Record em 2000, mas o enredo é totalmente diferente, não se tratando de um remake.
  • Uma das primeiras participações de Claudete Troiano em novelas.