A Última Testemunha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o filme de 1974, veja The Parallax View.
A Última Testemunha
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero
Duração 50 minutos
Criador(es) Benedito Ruy Barbosa
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Walter Avancini
Elenco
Exibição
Emissora de televisão original RecordTV
Formato de exibição PAL-M
Transmissão original 1 de agosto de 1968 – 28 de fevereiro de 1969
N.º de episódios 152

A Última Testemunha foi uma telenovela brasileira produzida e exibida pela RecordTV entre 1 de agosto de 1968 e 28 de fevereiro de 1969 com 152 capítulos, substituindo a reprise de Prisioneiro de um Sonho e sendo substituída por Algemas de Ouro. Foi escrita por Benedito Ruy Barbosa e dirigida por Walter Avancini.[1][2] Foi a primeira telenovela produzida em dois anos na emissora, uma vez que em 1966 e 1968 dois incêndios de grandes proporções destruiriam os estúdios de gravação, fazendo com que a emissora tivesse que cancelar as novelas em pré-produção até que tudo estivesse reconstruido novamente.[3][4] Apesar do sucesso de Antônio Maria na Rede Tupi, a trama de Benedito conseguiu se estabelecer e liderou como a mais assistida no segundo semestre de 1968, sendo que o autor atribuiu o sucesso à atuação de Susana Vieira.[5]

Contou com Susana Vieira, Reny de Oliveira, Ivan Mesquita, Agnaldo Rayol, Lolita Rodrigues, Laura Cardoso, Fúlvio Stefanini e David Neto nos papeis principais

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Maria Tereza (Susana Vieira) é uma doce e humilde professora do interior que se muda para São Paulo em busca de melhores condições de vida, sem saber que isso mudaria seu destino para sempre. Na capital paulista ela conhece a jovem Biba (Reny de Oliveira), moça cega, surdo-muda e analfabeta, que foi a única testemunha do violento assassinato de Estela (Márcia de Windsor), crime este que parou os jornais do pais e cujo nunca achou-se o culpado. Notando o desespero e o trauma que perturba a garota, Maria Tereza decide buscar uma forma de ensina-la a se comunicar custe o que custar, sem saber que isso colocará ela mais perto dos perigos de um assassino solto em busca de eliminar a última testemunha. Quem está atrás de julgar o assassinato é o juiz Rogério (Ivan Mesquita), que passa a disputar o coração de Maria Tereza com o motoboy Otávio (Agnaldo Rayol). No último capítulo, durante o julgamento, Biba sente o mesmo cheiro da loção que o assassino usava no dia do crime, apontando para Nestor (David Neto), marido de Estela e o maior beneficiário da morte da esposa pela apólice milionária deixada por ela.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Susana Vieira Maria Tereza dos Anjos
Reny de Oliveira Bianca Rodrigues (Biba)
Agnaldo Rayol Otávio Olivieri
Ivan Mesquita Juiz Rogério Bourbon
Lolita Rodrigues Constância
Laura Cardoso Mariana
David Neto Nestor de Albuquerque
Fúlvio Stefanini Geraldo
Geórgia Gomide Mirtes
Márcia Maria Anita
Altair Lima Maurício
Teresa Campos Maria das Dores
Percy Aires Adolfo
Adriano Stuart Paco
Verinha Darcy Isabel
Maurício do Valle Antonio
Elizabeth Gasper Celina
Helena Ignez Mina
Ayres Pinto Neco
Henrique César Fernando
Germano Filho Gustavo
Maria Cecília Beatriz

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Márcia de Windsor Estela de Albuquerque

Referências

  1. «A Última Testemunha». Teledramaturgia. Consultado em 23 de março de 2018 
  2. «Na minha novela o Silvio de Abreu não põe a mão, diz Benedito Ruy Barbosa». UOL. Consultado em 23 de março de 2018 
  3. «Mesmo com saudade, Gilmara Sanches prefere ficar longe da TV». Gazeta Digital. Consultado em 23 de março de 2018 
  4. «Incêndios destróem estúdios e central técnica da TV Record». R7. Consultado em 23 de março de 2018 
  5. «HÁ UM SUCESSO NO VÍDEO ALÉM DAS NOVELAS COMUNS». TV Pesquisa. Consultado em 23 de março de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]