Balacobaco (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Balacobaco
Tricky Business (Título Internacional)[1][2]
Los Tranposos (ES)

Informação geral
Formato Telenovela
Gênero
Duração 60 minutos
Criador(es) Gisele Joras
País de origem  Brasil
Idioma original (português brasileiro)
Produção
Diretor(es) Leonardo Miranda
Edson Spinello
Elenco Juliana Silveira
Victor Pecoraro
Bárbara Borges
Bruno Ferrari
Roger Gobeth
Roberta Gualda
Thaís Pacholek
Wagner Santisteban
Simone Spoladore
Solange Couto
André Mattos
Thierry Figueira
Julianne Trevisol
Léo Rosa
Luiz Guilherme
Lu Grimaldi
André Di Mauro
(ver mais)
Tema de abertura "No Balacobaco" - Brasil Company[3]
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Record
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Transmissão original 4 de outubro de 201220 de maio de 2013
N.º de episódios 163
Cronologia
Último
Máscaras
Dona Xepa
Próximo
Programas relacionados Bela, a Feia
Amor e Intrigas

Balacobaco é uma telenovela brasileira produzida pela Rede Record e exibida de 4 de outubro de 2012 a 20 de maio de 2013 em 163 capítulos, [4] substituindo Máscaras e sendo sucedida por Dona Xepa.[5]

Escrita por Gisele Joras[6], com a colaboração de Alessandra Colasanti, Ana Clara Santiago, Camilo Pelegrini, Carla Piske e Rodrigo Nogueira, teve direção de Edson Spinello, Leonardo Miranda, Guto Arruda Botelho, Rogério Passos e César Rodrigues, e direção geral de Edson Spinello.

Juliana Silveira,[7] Victor Pecoraro, Bárbara Borges, Roger Gobeth, Roberta Gualda, Thaís Pacholek, Wagner Santisteban, Simone Spoladore, Solange Couto, André Mattos, Thierry Figueira, Julianne Trevisol, Léo Rosa, Luiz Guilherme, Lu Grimaldi, André Di Mauro e Bruno Ferrari interpretam os papéis principais.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A trama gira em torno de Isabel, uma arquiteta que está prestes a realizar seus maiores sonhos: ser mãe e inaugurar seu escritório de arquitetura. Ela é casada com Danilo. No entanto, seus sonhos irão por terra quando ela descobre que o marido, viciado em jogos de azar, está endividado e precisará vender o apartamento em que vivem, o escritório de arquitetura da amada e até a viagem romântica que eles iriam fazer. E para piorar, quando Danilo for ameaçado por bandidos, ele mostrará um lado que a esposa não conhecia, levando Isabel a terminar o relacionamento e, inclusive, a perder o bebê. Eduardo é sócio majoritário da agência de turismo ecológico Aventura Radical. O investimento para a criação da empresa veio a partir da herança deixada por seu falecido pai. Sua mãe Lígia casou-se com Arthur Botelho, um homem que adora dar em cima de outras mulheres e que, mesmo com o passar do tempo, continua tendo hábitos pouco comuns a sua idade. O mulherengo é pai de Norberto, um rapaz dissimulado, que mais tarde se revela um completo psicopata, e que é sócio de Eduardo na empresa. Insatisfeito por ter a menor parte na Aventura Radical, ele tenta de tudo para conseguir vender a agência para investir em projetos sem qualquer fundamento. O clima entre os dois sócios não é bom. Eduardo namora Fabiana, antigo amor de Norberto. Além disso, o sucesso de Eduardo provoca a inveja do sócio, que só pensa em derrubá-lo.

As gêmeas bivitelinas Diva e Dóris Paranhos passam por cima de todos para alcançar suas metas. O mau-caráter é genético. Elas herdaram isso da mãe, a charlatã Cremilda, que para conseguir se dar bem, ora se passa por cega, ora por tetraplégica. Ela também atua como vidente. Com o nome de Madame Zenaide, ela terá como cliente 'Norberto e, inclusive, fará no genro uma tatuagem de águia nas costas, que poderá complicar a vida dele no futuro. As irmãs não se esquecem de uma cena traumática do passado. Em uma das confusões protagonizadas pelas duas, elas precisaram roubar um carro com o intuito de vendê-lo. Porém, o veículo não estava vazio. Dentro dele, estava Isabel. Após o carro com elas capotar, as duas irmãs ficaram com terríveis cicatrizes na barriga. Para piorar, Isabel depõe contra elas e as irmãs Paranhos são levadas à casa de detenção para menores. Elas nunca mais esquecerão disso e traçarão uma vingança contra Isabel.

Dóris será a musa de filmes precários e ridículos e da série “Socorro Paquetá!”, todos produzidos pelo namorado Zé Maria. Ele, estudante de cinema, paga sua faculdade com o dinheiro arrecadado como assistente da charlatã Cremilda, com quem mora de favor. Outra ‘estrela’ que será revelada pelos vídeos de Zé é Patrick. Aspirante a famoso, o rapaz aparecerá vestido de pinguim e precisará usar seus recursos dramáticos para lutar contra o degelo. Os vídeos farão relativo sucesso na internet, levando-o a uma fama repentina. Seu melhor amigo é Breno, um rapaz que é deslumbrado pelo mundo das celebridades. De tanto insistir, ele acabará conseguindo um emprego na produtora mantida por Celina. No dia seguinte ao quase casamento entre Lucas e Betina, o trio Norberto, Diva e Dóris, ainda de ressaca, aproveitam para ir à compra de uma lancha, sonho de consumo de Norberto. No mesmo dia, Isabel, Teresa e Nestor participam de uma sessão de pesca submarina. Pilotando a lancha em alta velocidade, Norberto acertará Nestor e Tereza, enquanto eles mergulham. O acidente será fatal para Nestor, que morre na hora. Assustada, Isabel só consegue avistar a tatuagem nas costas do condutor da lancha. Algum tempo depois, sua irmã Teresa, em seus últimos momentos de vida, pede à irmã que ela conte o segredo sobre a paternidade da filha, assim que Taís estiver madura para saber a verdade. Com a morte de Teresa, Taís vai morar com a avó Abigail, uma mulher que não dispensa os prazeres da vida, entre eles, se relacionar com homens bem mais jovens. O temperamento difícil de Abigail faz com que Taís desista de morar com ela e passe a viver com sua tia Isabel.

A pastelaria Strômboli será o ponto de encontro de diversos personagens do folhetim. Situada no Catete, o estabelecimento é comandado por Osório, que sugere aos clientes sabores inusitados de pasteis, como angu e caranguejo. Dentro dos pasteis, há mensagens edificantes, similares às encontradas nos biscoitos da sorte. As mensagens variam de acordo com o humor de Violeta, a filha desequilibrada de Osório e professora de um curso de autoajuda. Ela morre de ciúmes de seu namorado, o conselheiro sentimental Plínio Policarpo, que faz muito sucesso com o programa de rádio “O Carinho do Catete”.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Juliana Silveira Isabel Vilela Corrêa
Victor Pecoraro Eduardo Corrêa Jr
Barbara Borges Diva Paranhos
Bruno Ferrari Noberto Botelho
Roger Gobeth Danilo Godoy
Roberta Gualda Dóris Paranhos
Thaís Pacholek Mirela Jordão
Wagner Santisteban Lucas Sampaio Botelho
Simone Spoladore Violeta Osório / Victor Margarida
Solange Couto Cremilda Paranhos Osório
André Mattos Antônio Ozório / Deodoro Ozório
Thierry Figueira Patrick Pimenta
Julianne Trevisol Betina Pontes
Léo Rosa Breno Pedrosa
André Di Mauro Arnaud Bittencourt
Luiz Guilherme Arthur Botelho (Tutu)
Lu Grimaldi Lígia Sampaio Botelho
Letícia Medina Taís Vilela Corrêa
Joana Balaguer Catarina Fortunato
Ingra Liberato Celina Fortunato Corrêa
Rômulo Estrela André Aragão
Rafael Calomeni Vicente Corrêa
Mariah Rocha Luiza Leite Oliveira
Sylvia Bandeira Abigail Teixeira Vilela
Rodrigo Phavanello Plínio Policarpo
Eduardo Pires Lúcio Vilar
Daniel Aguiar Jayme Lemos
Paulo Figueiredo Adamastor Campos Moura
Umberto Magnani Genivaldo Aragão
Nill Marcondes Darley
Ricardo Petraglia Horácio Pedrosa
Manoelita Lustosa Etelvina Pedrosa
André Segatti Jocislley Neves (Magno)
Sílvio Guindane Zé Maria Nunes
Antônia Fontenelle Marlene Leite Aragão
Leandro Léo Ivaldo Batista (Vinagre)
João Camargo Duílio Osório (Fuílio)
Cristina Pereira Josefina Barros (Marcelona Garanhona)
Vitor Facchinetti Rafael Fortunato Corrêa
Rafael Zulu Mauro Barreto
Gabriela Moreyra Joana Veloso
Roberta Santiago Lurdes Pinto
Roberta Almeida Norma Dias (Norminha)
Gonçalo Diniz João Paulo Antunes
Stella Freitas Hilda Batista
Júlia Fajardo Adriana Padilha
Lucas Cotrim Marcos
Bia Abreu Laura Moura
Ciça Banal Gabriela Fortunato Corrêa (Gabi)
Giullia Buscacio Vitória Travassos Porto
Malu Pizatto Mariana
Julia Duarte Teresa (criança)
Mariana Duarte Teresa (adolescente)
participação especial
Ator Personagem
Juliana Baroni Teresa Vilela
Victor Fasano Nestor Brandão
Nina de Pádua Vetusa
Íris Bruzzi Horácia Pedrosa
Ângela Leal Heloísa Amaral
Antônio Pompêo Álvaro Amaral
Marcelo Borghi Paulo Brito (Lito)

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

Balacobaco Nacional
Trilha sonora - Musical/Show de vários artistas
Lançamento 2013
Gênero(s) Trilha Sonora - Novela
Idioma(s) (em português)
Formato(s) CD
Gravadora(s) Radar Records


Capa: Victor Pecoraro como Eduardo [8]

  1. Brasil Company - "No Balacobaco" - (Tema de abertura)
  2. Caviar com Rapadura - "Zum Zum Zum" (Tema de Diva e Doris)
  3. Banda Calypso part. esp.:Amado Batista - "Quem Ama não Deixa de Amar" (Tema de Violeta e Vinagre)
  4. Papas da Língua - "Pingos de Amor"
  5. Eduardo Costa part. esp.:Alexandre Pires - "Presente de Aniversário" (Tema de Duílio e Cremilda)
  6. Adryana Ribeiro - "País Tropical"
  7. Mart'nália e Jair Rodrigues - "Arrasta a Sandália" (Tema de Cremilda)
  8. Diego Faria - "Elas Ficam Loucas" (Tema de Violeta)
  9. Charlie Brown Jr. - "Céu Azul" (Tema Isabel e Eduardo)
  10. Supla e João Suplicy - Brothers of Brazil - "On My Way"
  11. Bernardo Falcone - "Once Upon a Time"
  12. Maurício Manieri - "Coleção" (Tema de Isabel e Norberto)
  13. Wilsson & Soraia - "Cansei de Chorar" (Tema de Violeta e Plinio)
  14. Antonio Villeroy - "Um dia pra Vadiar" (Tema de Celina e Magno)
  15. Ilauê e Reginaldo Rossi - "Garçom"
  16. Júlio Serrano - "Além da Nova Ordem" (Tema de Norberto)
  17. Nildo Reis & Cristiano - "Ela Pode Meter Gaia" (Tema de Doris)
  18. Léo & Junior - Eu e Você (Tema de André e Luiza)
  19. Tuca Fernandes - Vai Rolar um Auê
  20. Eduardo Dussek - Em Balacobaco

*ainda

Rhaissa Bittar - "Pif Paf" (tema de Marlene e Aragão)

Tuta Guedes - "Ai Ai Neném" (tema de Diva e Dóris)

Tuta Guedes - "Test Drive" (tema de Diva e Dóris)

Léo e Júnior - "Ô lá em casa!"

Lady Lu - "Liga pra mim"

Alejo con Marlon Maicon - ''Quiero besar tu boca'' (tema de André)

Audiência[editar | editar código-fonte]

A estreia de Balacobaco obteve 8 pontos, tendo picos de 13 no Ibope, e ficando na vice-liderança com empate técnico com o SBT, que marcou 8 pontos.[9]

O maior índice registrado desde sua estreia foi no dia 26 de outubro, quando obteve 14 pontos, com picos de 19 no Distrito Federal.[10]

No dia 24 de dezembro a trama marcou sua pior média, por ser véspera de natal, dia que não há tantas pessoas em casa, a novela obteve menos de 2 pontos, amargando a terceira posição em audiência.[11]

No dia 30 de janeiro, a novela quebrou mais um recorde de audiência registrando 11 pontos de média com picos de 13 e se isolou na vice-liderança no ranking do Ibope.[12]

O último capítulo da novela, exibido no dia 20 de maio, obteve média de 8 pontos, prévia do Ibope, com pico de 11 pontos e share de 15%.[13]

Curiosidades:

  • Teve como título provisório " Passado Próximo", uma vez que a protagonista Isabel ( Juliana Silveira) casava no decorrer da novela com o verdadeiro responsável pela morte de sua irmã Teresa ( Juliana Baroni), o mau caráter Norberto Botelho - interpretado brilhantemente pelo ator Bruno Ferrari.
  • Pela primeira vez na tv brasileira, a autora Gisele Joras levou a público através do pérfido vilão Norberto o sequestro da enteada dele Taís em tempo real a ponto de promover enquetes no destino da garota deixando a decisão para os internautas que visitavam a página fictícia.
  • Destaque para as ótimas Ana Roberta Gualda e Bárbara Borges, que brilharam intensamente como as vilãs cômicas Diva e Dóris, cujo maior expoente de humor era a mãe delas: Cremilda, encarnada por uma Solange Couto esplendorosa.
  • Estreia em novelas da Record da ex-esposa do falecido diretor Marcos Paulo, a talentosa Antônia Fontenelle, que agradou o público como a perua Marlene.
  • Primeiro protagonista em novelas do jovem ator Victor Pecoraro, revelado ainda em 2002 na novela Marisol do SBT.
  • A roteirista Gisele Joras assumiu em entrevista que sua maior inspiração para escrever Balacobaco foi o sucesso da trama global Cheias de Charme de autoria dos novatos Filipe Miguez e Izabel de Oliveira.
  • Bom momento dos atores Ingra Liberato e André Segatti que roubaram a cena na novela como o casal improvável: a mãe de família Celina e o bandido Magno, braço direito do grande vilão Norberto Botelho.
  • Retorno às novelas da atriz Joana Balaguer por 6 anos afastada desde o término de sua participação no seriado adolescente Malhação, em que viveu a grande vilã Jaque.

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicação Resultado
2013 Banff World Media Festival Melhor Telenovela de 2013 Venceu[14]
2013 FyMTI 2013 Melhor Ficção/Comédia Venceu[15]

Referências

  1. Lima, Thiago (12 de junho de 2013). «Novela Balaco Baco foi destaque no Banff World Media, no Canadá». Correio de Uberlândia. Consultado em 1 de junho de 2014. 
  2. «Tricky Business». Record TV Network. Consultado em 6 de julho de 2014. 
  3. Flávio Ricco (21 de setembro de 2012). «Filme do SBT leva Record a mudar data de estreia de sua nova novela - Tema de abertura». UOL. Consultado em setembro de 2012. 
  4. . Boainformacao.com.br http://www.boainformacao.com.br/2012/09/nova-novela-da-record-balacobaco-estreia-dia-4-outubro/.  Falta o |titulo= (Ajuda)
  5. Fernando Oliveira (15 de agosto de 2012). «Mudanças na programação: confira os dias e horários das novas atrações da Record». iG. Consultado em setembro de 2012. 
  6. Fernando Oliveira (6 de agosto de 2012). «Confirmado: ‘Balacobaco’ é o título da próxima novela da Record». iG. Consultado em setembro de 2012. 
  7. Flávio Ricco; José Carlos Nery (18 de julho de 2012). «Juliana Silveira volta às novelas após mais de três anos». UOL. Consultado em 7 de setembro de 2012. 
  8. «Página do CD no teledramaturgia». Teledramaturgia.com.br. 
  9. «Balacobaco estreia na vice-liderança empatada». Universo Online. Televisao.uol.com.br. 
  10. «DF: "Balacobaco" vence SBT e bate recorde de audiência». Universo Online. Natelinha.uol.com.br. 
  11. «"Balacobaco" marca menos de 2 pontos nesta segunda». Bahiatvnoticias.com.br. 
  12. «Novela "Balacobaco" bate novo recorde de audiência na Record». Universo Online. Natelinha.uol.com.br. Consultado em 04/07/2013. 
  13. «Último capítulo de 'Balacobaco' em segundo lugar isolado». Areavip.com.br. 21/05/2013. Consultado em 25/05/2013. 
  14. Ricco, Flávio (11 de junho de 2013). «Aos estudantes de rádio e TV, só resta virar pastor». Universo Online. Consultado em 11 de junho de 2013. 
  15. «Novelas da Record faturam três prêmios internacionais, inclusive de Melhor Novela». Portal R7. 19 de novembro de 2013. Consultado em 19 de novembro de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]