Rafael Cortez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rafael Cortez
Rafael em 2015.
Nome completo Rafael de Faria Cortez
Nascimento 25 de outubro de 1976 (41 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade Brasileiro
Ocupação
Atividade 2002–presente
Página oficial
IMDb: (inglês)

Rafael de Faria Cortez (São Paulo, 25 de outubro de 1976) é um humorista, apresentador e cantor brasileiro. É formado em Jornalismo pela PUC-SP. Estreou na televisão como repórter e, posteriormente, apresentador do programa Custe o Que Custar, entre de 2008 e 2015.[1] É irmão do ator Leonardo Cortez.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Como jornalista desenvolveu conteúdo para celulares, foi colaborador da Veja São Paulo, CNT, TV Gazeta e Rede Mulher. Ganhou o 32º Prêmio Abril de Jornalismo na categoria Conteúdo para Celular e trabalhou em diversas assessorias de imprensa. Ainda na faculdade, apresentou um jornal erótico ao vivo, o “69 Segundos”. [3] Em 1994, ainda adolescente, começou a estudar música[4] e se tornou violonista erudito, aluno de grandes professores como Badi Assad.[5]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Rafael durante show em 2011.

Em 2005 lançou seu primeiro álbum autoral, Solo de forma independente e limitada.[6] Com trabalhos paralelos, mas sem largar a paixão pela música, em Maio de 2011, de forma independente, lançou seu CD oficial, intitulado Elegia da Alma, com 15 composições gravadas durante 7 anos [7] e recital no Teatro Tuca, em São Paulo.[8] Algumas de suas composições integram os áudio livros narrados por ele.[9] No teatro atuou em espetáculos premiados e infantis, no cinema participou de dois curtas metragens. Para a televisão, além de diversos filmes publicitários, participou de uma série sobre Chico Buarque [10] e na internet, deu vida ao personagem Loreno da ClicTV por dois anos.[11] Também gravou cinco áudio livros de obras brasileiras, quatro de Machado de Assis – O Alienista, Dom Casmurro, Memórias Póstumas de Brás Cubas e Quincas Borba – e o último deles, lançado em 2012, O Meu Pé de Laranja Lima, de José Mauro de Vasconcellos, todos pela Editora Livro Falante.[12] Em 2008 se torna um dos "homens de preto" do programa. [13]

Apresentou o quadro CQTest, durante anos, testando a inteligência dos famosos, mas se destaca principalmente por suas matérias políticas e culturais, envolvendo eventos do cinema, arte, música,esportes e política, mas sempre com muitas celebridades.[14] Entre as inúmeras reportagens e lugares visitados, Rafael Cortez esteve no Encontro de Chefes de Estado da União Europeia, Caribe e América Latina que aconteceu em Lima, no Peru e na 37ª Cúpula do MERCOSUL no Paraguai. Fez a cobertura de importantes eventos cinematográficos mundiais como o 65º Festival Internacional de Cinema de Veneza, na Itália, o 62º Festival Internacional de Cinema de Cannes, na França e o 84º Academy Awards (Oscar 2012), nos Estados Unidos. Em 2010 cobriu eventos esportivos, entre eles a Fórmula Indy 2010, nos Estados Unidos e a Copa do Mundo de Futebol 2010, na África do Sul.[15] Entre 2010 e 2012 apresentou o programa Na Pegada da rádio Metropolitana FM [16], tem seu próprio solo de comédia “De Tudo um Pouco”, em que viaja por todo Brasil se apresentando [17] e mais recentemente passou a colaborar com o portal Yahoo, através de um blog com textos e vídeos, o “Coisas do Cortez”.[18] Em 2011 lançou seu segundo álbum, Elegia da Alma.[19]

Em 2013, foi contratado pela Rede Record para apresentar o programa Got Talent Brasil, franquia da versão internacional de Got Talent. Em Fevereiro de 2015, o Comedy Central estreou um novo programa com Rafael, o "Dirige Rafa!", cujo próprio procura aprender a dirigir aos 37 anos, com um tom de comédia. Também foi anunciado como o apresentador da segunda temporada do "República do Stand-Up", uma das versões brasileiras do "Comedy Central Presents".[20] Entre 2016 e 2018 foi repórter do Vídeo Show, na Rede Globo. No ano de 2018, além do lançamento de seu livro Memórias de Zarabatanas, Rafael Cortez participou da temporada 7 do Super Chef Celebridades, na Rede Globo.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Cargo Notas
2008–12
2015
CQC Repórter / Apresentador
2013 Got Talent Brasil Apresentador
A Nova Família Trapo Quintino Especial de fim de ano
2014 Me Leva Contigo Apresentador
2015 República do Stand-Up Apresentador
Dirige Rafa Apresentador
2016–18 Vídeo Show Repórter
2017 Big Brother Brasil Repórter Temporada 17
Popstar Participante Temporada 1
2018 Dra. Darci Jarbas Episódio: "O Quadro do Vovô"
Super Chef Celebridades Participante Temporada 7

Internet[editar | editar código-fonte]

Ano Título Cargo
2016–presente Love Treta[21] Apresentador

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Nota
2002 X[22] Álvaro Curta-metragem
2005 Torta Fernando Curta-metragem[22]
2012 Detona Ralph Conserta-Felix Jr. (voz)[23] Dublagem
2014 Amor em Sampa James

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2002 Made in Brazil
2003 Francisco e Clara, o Musical
2003 A Casa de Bernarda Alba
2005 Contando Clássicos: Espetáculo de Improvisação Vários personagens
2006 Lendas e Loas
2004–07 Os Saltimbancos
2006–07 O Mágico de Óz Espantalho

Rádio[editar | editar código-fonte]

Ano Título Cargo Notas
2010–12 Na Pegada[24] Apresentador Metropolitana FM

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns, com vendas
Álbum Detalhes Vendas
Solo[25]
  • Lançamento: 21 de setembro de 2005
  • Formatos: CD
  • Gravadora: Independente
Elegia da Alma[26]
  • Lançamento: 21 de setembro de 2005
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Tratore
MDB: Música Divertida Brasileira[28]
(com Pedra Letícia)
  • Lançamento: 12 de agosto de 2016
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Tratore

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Meu Azar com as Mulheres (2015)[29]
  • Memórias de Zarabatanas (2018)[1]

Áudio livros[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

  • 2007 - Prêmio Abril de Jornalismo na categoria "Conteúdo para celular" com matérias feitas para edição local da Revista Veja
  • 2008 - Prêmio Quem de Melhor Jornalista de 2008[35]

Referências

  1. Assessoria de Imprensa/Band (12 de março de 2008). «Custe o Que Custar estréia dia 17, na Band. Não perca!». eBand. Consultado em 6 de novembro de 2011. 
  2. «Os irmãos Rafael e Leonardo Cortez». Caras. 12 de abril de 2011. Consultado em 6 de novembro de 2011. 
  3. «Biografia de Rafael Cortez». Portal dos Jornalistas. Consultado em 3 de janeiro de 2013. 
  4. «Rafael Cortez». Skol. Consultado em outubro de 2012.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. «Rafael Cortez lança disco de violão clássico – ouça». Época — São Paulo. 23 de junho de 2011. Consultado em 3 de janeiro de 2013. 
  6. Fabiana Seragusa (9 de junho de 2011). «Repórter do "CQC", Rafael Cortez lança álbum como violonista». Folha de S. Paulo. Consultado em 2 de janeiro de 2012. 
  7. «A outra face de Rafael Cortez». Gazeta do Povo. 2 de outubro de 2011. Consultado em 3 de janeiro de 2013. 
  8. http://epocasaopaulo.globo.com/cultura/rafael-cortez-lanca-disco-de-violao-classico-ouca/
  9. «"CQC" Rafael Cortez faz "pocket show" para lançar audiolivro». Folha de S. Paulo. 9 de abril de 2012. Consultado em 2 de janeiro de 2012. 
  10. http://www.portaldosjornalistas.com.br/perfil.aspx?id=96
  11. «Personagem Loreno de Rafael Cortez - Vídeos». Consultado em 3 de janeiro de 2012. 
  12. Cláudia. «Rafael Cortez lança audiolivros». CQC News. Consultado em 3 de janeiro de 2013. 
  13. «Rafael Cortez lança CD "Elegia da alma" no Tuca». Vila Mundo. 9 de junho de 2011. Consultado em 2 de janeiro de 2012. 
  14. http://www.ospaparazzi.com.br/biografia/rafael-cortez-3031.html
  15. «CQC - Rede Bandeirantes». Consultado em 3 de janeiro de 2013. 
  16. «Metropolitana FM - "Na Pegada"». Consultado em 3 de janeiro de 2013. 
  17. «Ilhéus Eventos». Consultado em 3 de janeiro de 2012. 
  18. «Rafael Cortez - Sobre». Yahoo! Notícias. Consultado em 2 de janeiro de 2012. 
  19. Rafaela Santos (4 de julho de 2012). «Elas cantam Nara Leão, graças a Rafael Cortez». O Globo. Consultado em 2 de janeiro de 2013. 
  20. Assessoria do Comedy Central Brasil (10 de fevereiro de 2015). «Rafael Cortez no Comedy Central». cc. Consultado em 11 de julho de 2015. 
  21. «Rafael Cortez apresenta 'Love Treta' pela rede Snack». Grandes Nomes da Propaganda. Consultado em 3 de março de 2018. 
  22. a b «Também atuou em dois curta-metragens: "X", de Pedro Granato (2002...». Site oficial. Consultado em 2 de janeiro de 2012. 
  23. Francisco Russo (1 de janeiro de 2012). «Entrevista exclusiva - Rafael Cortez fala sobre a dublagem em Detona Ralph». AdoroCinema. Consultado em 2 de janeiro de 2013. 
  24. «Rafael Cortez retorna a programação da Metropolitana FM com o "Na Pegada"». Inteligemcia. 7 de abril de 2012. Consultado em 2 de janeiro de 2012. 
  25. «Rafael Cortez, do CQC, em Piracicaba». Teatro GT. 29 de outubro de 2012. Consultado em 2 de janeiro de 2012. 
  26. «Elegia da Alma». iTunes. Consultado em 3 de março de 2018. 
  27. «Rafael Cortez, do CQC, lança disco como violonista». Jornal O Tempo. Consultado em 3 de março de 2018. 
  28. «MDB: Música Divertida Brasileira». iTunes. Consultado em 3 de março de 2018. 
  29. «Meu Azar com as Mulheres». iTunes. Consultado em 3 de março de 2018. 
  30. «Dom Casmurro - Escute um trecho deste audiolivro». Livro Falante. Consultado em 2 de janeiro de 2012. 
  31. «O Alienista - Machado de Assis». Livro Falante. Consultado em 2 de janeiro de 2012. 
  32. «Memórias Póstumas de Brás Cubas - Escute um trecho deste audiolivro». Livro Falante. Consultado em 2 de janeiro de 2012. 
  33. «Quincas Borba». Livro Falante. Consultado em 2 de janeiro de 2012. 
  34. «O Meu Pé de Laranja-lima». Livro Falante. Consultado em 2 de janeiro de 2012. 
  35. Laís Rissato (17 de dezembro de 2008). «Rafael Cortez dedica prêmio a Caco Barcellos». Quem (revista). Consultado em 2 de janeiro de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons