Zona Sul (Rio de Janeiro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Zona Sul do Rio de Janeiro)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Zona Sul do Rio de Janeiro é uma área geográfica localizada ao sul do Maciço da Tijuca, no município do Rio de Janeiro, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Abrange os bairros São Conrado, Leblon, Ipanema, Botafogo, Catete‎, Copacabana, Flamengo, Gávea, Glória, Humaitá, Jardim Botânico, Laranjeiras, Leme, Urca‎ ,Vidigal‎ e Barra que engloba todos os seus bairros. Tem uma população de 639.522 pessoas segundo o censo de 2010.

Nela estão situados os bairros com metro quadrado mais caro do país: Leblon e Ipanema.[1]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Nesta região estão localizadas grandes praias e hotéis, sendo majoritariamente a região mais nobre do município. Essa costuma ser a região preferida dos turistas para se hospedar por ter mais atrativos e por ser mais segura. Também são encontrados na região: a Lagoa Rodrigo de Freitas, o Parque Nacional da Tijuca, onde fica a Floresta da Tijuca; o Jardim Botânico, com mais de oito mil espécies brasileiras e estrangeiras de plantas; o Complexo do Pão de Açúcar, que oferece o passeio no Bondinho do Pão de Açúcar; o Aterro do Flamengo, que possui a Marina da Glória, palco utilizado para o sorteio das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014;[2] a Enseada de Botafogo, onde se localiza uma grande vista da região sul do Rio de Janeiro; a Praia de Copacabana; a Praia de Ipanema;o Cristo Redentor[3]

Transporte[editar | editar código-fonte]

No local, as vias mais conhecidas são: a Avenida Atlântica; a Avenida Vieira Souto, a Avenida Delfim Moreira; a Autoestrada Lagoa-Barra, que liga a Zona Sul à Zona Oeste do município do Rio de Janeiro; a Avenida Borges de Medeiros; a Avenida Epitácio Pessoa, o Túnel Santa Bárbara, e o Túnel Rebouças. Catorze estações de metrô, com a manutenção da empresa ferroviária Metrô Rio, são integrantes do transporte de passageiros que entram ou saem da região: Glória, Catete, Largo do Machado, Flamengo, Botafogo, Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos, Cantagalo e Ipanema/General Osório, da Linha 1; e Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental e São Conrado, da Linha 4, inauguradas em 2016.[4]

Construções[editar | editar código-fonte]

A área da zona sul do município do Rio de Janeiro é muito urbanizada. Ao mesmo tempo, possui uma grande área natural, como, por exemplo, a área do Parque Nacional da Tijuca e a do Complexo do Pão de Açúcar.

Regiões administrativas[editar | editar código-fonte]

Botafogo, Copacabana, Lagoa e Rocinha.[5]

Subprefeitura[editar | editar código-fonte]

A subprefeitura da Zona Sul é uma das sete subprefeituras das quais se subadministra o município do Rio de Janeiro, e a responsável por administrar as regiões administrativas de Botafogo, Copacabana, Lagoa e Rocinha. Faz a intermediação entre a população de toda a área e a prefeitura municipal do Rio de Janeiro. Este é um das responsáveis por desenvolver a ordem urbana para moradores e visitantes e, ainda, revitalizar a região sob sua jurisdição.[5]

Referências

  1. «Leblon e Ipanema se consolidam como os bairros mais caros para morar ou investir na cidade do Rio de Janeiro». Exame. Consultado em 28 de junho de 2019 
  2. «Marina da Glória». FIFA. Consultado em 28 de março de 2013. Arquivado do original (HTML) em 4 de janeiro de 2014 
  3. «Rio de Janeiro» (HTML). Ministério do Turismo do Brasil. Consultado em 28 de março de 2013 
  4. «MêtroRio 2012» (HTML). Metrô Rio. Consultado em 28 de março de 2013 
  5. a b «Subprefeitura da Zona Sul» (HTML). Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. Consultado em 27 de março de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]