Freguesia (Jacarepaguá)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Freguesia de Jacarepaguá
  Bairro do Brasil  
Localização
Distrito Barra e Jacarepaguá[1]
Município Rio de Janeiro
História
Criado em 23 de julho de 1981 (42 anos)[2]
Características geográficas
Área total 1.039,61 hectares
População total 70,511 (em 2 010) hab.
 • IDH 0,898 (2000)[3]
Outras informações
Domicílios 26.741 (em 2010)
Limites Jacarepaguá, Anil, Gardênia Azul, Cidade de Deus, Pechincha, Tanque e Água Santa
Subprefeitura Barra e Jacarepaguá[1]

Freguesia de Jacarepaguá é um bairro da Zona Oeste do município do Rio de Janeiro. Faz limite com Tanque à norte; Pechincha à oeste; Cidade de Deus, Gardênia Azul, e Jacarepaguá à sudoeste; Anil à sul, e com a Floresta da Tijuca à leste, sendo oficialmente parte de Água Santa já na Zona Norte. Nas últimas pesquisas sua renda média domiciliar era a 23° melhor do Rio de Janeiro dentre 160 bairros avaliados, sendo considerado alto. Usa-se o pseudônimo de "'Freguesia de Jacarepaguá'" para diferenciar o bairro homônimo na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro, mas ainda é conhecido popularmente como Freguesia.

História[editar | editar código-fonte]

Foi a primeira freguesia da região da Baixada de Jacarepaguá e assim, a primeira na então zona rural do município (atual Zona Oeste, tendo sido fundada em 1661). Seu nome atual vem da antiga denominação, Freguesia de Nossa Senhora da Loreto e Santo Antônio de Jacarepagua.[4] Possui uma área de 1.039,61 hectares e, em 2000, sua população estimada era de 54.010 habitantes, em 2010 passou para 70.511 habitantes.[5]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Constituído bairro independente em 1981[6] (até então, fazia parte do bairro de Jacarepaguá), hoje é um bairro com comércio em franco desenvolvimento, possuindo diversas galerias comerciais: Freguesia Center, Main Street, Unicenter, Upside Araguaia, Tirol Trade Center e Passarela de Jacarepaguá. e dois shoppings centers, o Quality Shopping que conta com alguns cursos, lojas, playground e teatro e o Rio Shopping, hoje Rio Office & Mall com mais opções de lazer e serviços. Representa o segundo polo econômico de Jacarepaguá (perdendo apenas para a Taquara). Possui também diversos mercados: Assaí, Mundial, Prezunic, Vianense e Armazém Urbano.

É uma região que está começando a desenvolver o empreendedorismo, inovação e tecnologia.

Há previsão da construção de um mega shopping center com inauguração prevista para 2019, que será o maior da região de Jacarepaguá, construído pela Multiplan, mesma empresa proprietária do complexo Barra Shopping, Village Mall e Park Shopping Campo Grande.

Serviços públicos[editar | editar código-fonte]

No Rio Office & Mall há um Juizado Especial Cível, Detran, uma Subseção da OAB e a Subprefeitura de Jacarepaguá.

Padrão imobiliário[editar | editar código-fonte]

É o um dos bairros que mais recebe lançamentos imobiliários no Rio de Janeiro, entre 2005 e 2010 o bairro recebeu 3.000 novos apartamentos residenciais,[7] na sua maioria de alto padrão, e com dois e três quartos, apenas 2% dos seus imóveis são conjugados. Seus edifícios são concentrados principalmente nas ruas adjacentes ao largo do bairro, que são mais largas e próximas as saídas do bairro, como Araguaia, Joaquim Pinheiro, Três Rios e Bananal; também há um "eufórico" lançamento de lojas comerciais, na sua maioria na Estrada dos Três Rios.[8] Mesmo assim, conserva suas diversas casas amplas e confortáveis com jardins e piscina, principalmente nos condomínios afastados das áreas comerciais e verticalizadas, já mais próximas à floresta da Tijuca. Ao longo da Estrada do Pau-Ferro, Rua Geminiano Góis, Estrada do Bananal, Estrada do Quitite e Estrada da Uruçanga[9] destacam-se condomínios Paraíso, Suíça Carioca, II Suíça, Eldorado, Capim Melado, Vilarejo, Pedras Douradas, Vale do Pau-Ferro, Vale Real, Franz Post, Bosque do Sabiá, Colina das Acácias, Colina Verde e Vivendas da Serra.

Localização[editar | editar código-fonte]

É um centro imobiliário valorizado na região, considerado um bairro nobre da Zona Oeste, devido a seus imóveis de alto padrão e à proximidade da Auto-estrada Grajaú-Jacarepaguá (acesso à Grande Tijuca e Zona Central) e à "Linha Amarela" (acesso à Barra da Tijuca, Ilha do Governador e Subúrbio) e os bairros mais próximos (Curicica, Pechincha, Praça Seca, Tanque e Taquara), que conferem ao bairro uma privilegiada localização.

Valorização imobiliária[editar | editar código-fonte]

Um levantamento realizado pelo Centro de Pesquisa e Análise da Informação (Cepai), do Sindicato da Habitação do Rio (Secovi-Rio) em 2011, aponta considerável variação de preços dentro da XVI região. Em Jacarepaguá, o valor do metro quadrado é 26,64% mais alto na Freguesia que a média dos demais bairros (Anil, Curicica, Pechincha, Praça Seca, Tanque, Taquara e Vila Valqueire); o que foi reafirmado por uma reportagem de 2012 do jornal Extra.[10]

Faixa Etária da População[editar | editar código-fonte]

O gráfico abaixo apresenta a faixa etária da população da Freguesia, em 2010[11]:

Faixa Etária (Freguesia)
Faixa Etária População Porcentagem
0 a 4 anos 3 878 5.5%
0 a 14 anos 12 692 18%
15 a 64 anos 50 627 71.8%
≥65 anos 7 192 10.2%

Educação[editar | editar código-fonte]

Colégios: Instituto Nossa Senhora da Piedade, Colégio John Dewey (MV1 Total), Colégio Senhora da Pena, PH, Colégio e Curso QI, Intellectus, Ponto de Ensino, Bahiense, Luiz de Camões, Nossa Senhora da Piedade II, Colégio e Curso ícaro, Primus, Unidade Integrada Garriga de Menezes, Santa Mônica, GAU, etc.

Campi universitário: Cândido Mendes, Estácio de Sá, Faculdade Signorelli, Universidade Silva & Souza, e Faculdades Integradas de Jacarepaguá.

Hospital Federal Cardoso Fontes

Saúde[editar | editar código-fonte]

Ao redor do Largo da Freguesia e Estrada dos Três Rios existem diversas clínicas e consultórios, além do bairro contar com um hospital da Rede D'or, o Rios D'or,[12] situado na Estrada dos Três Rios, e o Hospital e Maternidade AMIU. Próximo à região também se encontra o Hospital Federal Cardoso Fontes[13] localizado na Avenida Menezes Cortes.

Segurança[editar | editar código-fonte]

Já foi um bairro muito tranquilo, onde andar pelas ruas a qualquer hora do dia não era um problema. Mesmo com o policiamento presente nos arredores, depois que a guerra em Jacarepaguá começou (janeiro de 2023) todos os bairros da região foram afetados.[14][15][16] Existe poucas comunidades sendo a mais famosa no final da Rua Tirol, entretanto está localizado perto de bairros como Gardênia Azul,[17] Cidade de Deus e Rio das Pedras.[18]

Gastronomia[editar | editar código-fonte]

Possui diversos bares e restaurantes fortemente frequentados pelos moradores do bairro, sendo um emergente bairro boêmio da cidade. Há um projeto em tramitação de transformar o trecho das ruas Araguaia, Xingu, Ituverava e o Largo do Anil (limite do bairro) em um pólo gastronômico, de acordo com reportagem do jornal O Globo.[19] Nesse trecho existem 26 restaurantes catalogados, como Barril 8000, Churrascaria e Restaurante TemKilo, Baixo Araguaia, Badalado, Resenha, Balada Mix, Espaço Carioca, Na Pressão, Taboca Rio, Espetto Carioca, Mais Sushi, Manoel & Juaquim, Rancho Verde, Revolution Pub e Tio Frank.[20]

Shoppings[editar | editar código-fonte]

Atualmente a Freguesia possui 2 shoppings:

Centro Comercial[editar | editar código-fonte]

Main Street, localizado na Estrada dos Três Rios, 200 - Freguesia - CEP. 22.755-002 - Tel. (21) 2443-8204 - Administração - Síndico: João Luiz G. de Oliveira.

UNICENTER, localizado na Estrada de Jacarepaguá, 7655 - Freguesia - CEP:22753-033. Rio Office & Mall (antigo Rio Shopping), localizado na Estrada do Gabinal 313.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Parque municipal[editar | editar código-fonte]

Possui uma reserva ecológica, o Bosque da Freguesia, local tranquilo e arborizado ótimo para fazer caminhadas junto à natureza.[21]

Igreja Nossa Senhora do Loreto

Cartão postal[editar | editar código-fonte]

A Igreja Nossa Senhora da Penna fica no topo do Morro da Penna (Pedra do Galo), a 160 metros de altura e foi construída entre 1633 e 1642. É o segundo santuário mais antigo de Jacarepaguá, atrás, apenas, da Igreja de São Gonçalo do Amarante, no Engenho do Camorim, com data de 1625.[22] 

É o principal ponto turístico do bairro. Apesar de aprazível, devido sua bela vista de Jacarepaguá e adjacências, era pouco visitada devido a dificuldade de acesso - uma ladeira íngreme e estreita, com calçamento de pedras. Esse problema foi resolvido com a inauguração em agosto de 2014 do plano inclinado - sistema de elevador diagonal - com capacidade para 18 pessoas por viagem. O trajeto tem 110 metros entre as estações e a viagem tem duração de 4 minutos. Há ainda um elevador para oito pessoas, que liga a estação superior ao pátio da capela.

Principais vias[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]
  2. «Cópia arquivada». Consultado em 29 de setembro de 2011. Arquivado do original em 2 de setembro de 2013 
  3. [2]
  4. [3]
  5. [4]
  6. Breve relato sobre a formação das Divisões Administrativas na Cidade do Rio de Janeiro - Período de 1961 a 2007
  7. «Freguesia: a Zona Sul de Jacarepaguá». Extra Online. Consultado em 21 de abril de 2022 
  8. [5]
  9. «Jacarepaguá recebe Feira de Empreendedores Sustentáveis». VEJA RIO. Consultado em 21 de abril de 2022 
  10. [6]
  11. «População de Freguesia (jacarepaguá) em Rio de Janeiro - RJ | População dos Bairros». populacao.net.br. Consultado em 10 de janeiro de 2019 
  12. [7]
  13. [8]
  14. «Tráfico x milícia: facção se articula nas matas para fundar o 'Complexo de Jacarepaguá'». G1. 3 de abril de 2023. Consultado em 13 de agosto de 2023 
  15. «Guerra entre milicianos e traficantes coloca em perigo mais de 2 milhões de moradores da Zona Oeste do Rio». G1. 21 de março de 2023. Consultado em 13 de agosto de 2023 
  16. «Moradores de Jacarepaguá contam como é viver numa região em guerra: 'não podemos sair de casa depois de 20h. Quero ir embora daqui'». Extra Online. Consultado em 13 de agosto de 2023 
  17. «Choque faz operação na Gardênia Azul, comunidade que é alvo de disputa entre tráfico e milícia | Rio de Janeiro». O Dia. 31 de janeiro de 2023. Consultado em 13 de agosto de 2023 
  18. «Três bairros e três sub bairros da Zona Oeste estão reféns da guerra entre traficantes e milicianos há 10 dias». G1. 25 de janeiro de 2023. Consultado em 13 de agosto de 2023 
  19. [9]
  20. [10]
  21. [11]
  22. Castro, Natália (24 de agosto de 2014). «Plano Inclinado em Igreja de Jacarepaguá é Inaugurado». Jornal O Globo 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]