Hospital Federal Cardoso Fontes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Hospital Federal
Cardoso Fontes
Fachada principal do hospital.
Nome completo Hospital Federal Cardoso Fontes
Localização Rio de Janeiro, RJ
 Brasil
Fundação 2 de maio de 1945 (76 anos)[1]
Tipo Público
Rede hospitalar Federal
Especialidades Diversas
Site www.portaldgh.saude.gov.br/index.php/hfcf/
Coordenadas 22° 55′ 33″ S, 43° 18′ 58″ O
editar

Hospital Federal Cardoso Fontes é um hospital público vinculado ao Ministério da Saúde localizado no bairro Freguesia de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O Hospital Federal Cardoso Fontes (HFCF) foi inaugurado em 2 de maio de 1945[1] pelo então Presidente da República Getúlio Vargas. Nesta época denominava-se Departamento de Benefício Sanitário Cardoso Fontes. Integrou a rede de assistência médica do INPS, sendo em 1993 transferido à gestão federal, passando a pertencer à rede de assistência pública do SUS. Em 1999, a gestão passou a ser municipal.[2][1]

Em agosto de 2017, ouve uma situação caótica no Cardoso Fontes tendo muitas áreas abandonadas, corredores lotados, pacientes amontoados.[3]

Em maio de 2020, a direção do hospital, relata ao Núcleo de Gestão dos Hospitais Federais do Rio a falta de remédios e pede solução para o Ministério da Saúde. Sendo medicamentos que estão abaixo da quantidade ideal, como os sedativos rocurônio, midazolam, cetamina e dexmedetomedina e o antiviral tamiflu, que ficou conhecido no combate ao H1n1 e estava sendo usado para Covid-19.[4][5][6]

Localização[editar | editar código-fonte]

O complexo hospitalar do Hospital Federal Cardoso Fontes está localizado na Avenida Menezes Cortes, 3245, em Freguesia de Jacarepaguá, Zona Oeste da Cidade do Rio de Janeiro.[2][1][7]

Caracterização[editar | editar código-fonte]

O hospital conta atualmente com, aproximadamente, 248 leitos em funcionamento, oferecendo serviços como[8][7]:

Referências

  1. a b c d Maiarotti Justo, Adriana (agosto de 2008). «"O Processo de Intervenção Federal no Município do Rio de Janeiro: possibilidades de inovação na gestão e a condição dos recursos humanos nos hospitais refederalizados"» (PDF). www.arca.fiocruz.br. Consultado em 11 de setembro de 2020 
  2. a b «Presidência da República Controladoria-Geral da União Secretaria Federal de Controle Interno» (PDF). auditoria.cgu.gov.br. 29 de março de 2015. Consultado em 24 de maio de 2020 
  3. «Situação é caótica no Hospital Federal Cardoso Fontes, em Jacarepaguá». G1. Bom Dia Rio. 15 de agosto de 2017. Consultado em 24 de maio de 2020 
  4. «Hospital no Rio relata falta de remédios e profissionais com covid-19». noticias.uol.com.br. Consultado em 25 de maio de 2020 
  5. Altino, Lucas (5 de maio de 2020). «Em ofício, direção do Hospital Cardoso Fontes relata falta de remédios e pede solução para Ministério da Saúde». O Globo. Consultado em 25 de maio de 2020 
  6. Prado, Anita; Haidar, Diego (13 de maio de 2020). «Hospital Cardoso Fontes tem falta de medicamentos para tratamento de pacientes com Covid-19». G1. Consultado em 25 de maio de 2020 
  7. a b «Portal DGH - HOSPITAL FEDERAL CARDOSO FONTES». www.portaldgh.saude.gov.br. Consultado em 24 de maio de 2020 
  8. Furtado, Tatiana (28 de abril de 2020). «Coronavírus: Hospitais federais do Rio não terão leitos exclusivos para pacientes de Covid-19 da rede pública». O Globo. Consultado em 25 de maio de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um hospital ou uma instituição de saúde é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.