Zona Central do Rio de Janeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Região Central do Rio de Janeiro, é uma área geográfica brasileira carioca, sendo, o centro histórico, admistrativo, e financeiro da cidade do Rio de Janeiro. Vários locais da região, como praças, ruas, e museus, vem sendo revitalizados, desde a descoberta da região até hoje os dias de hoje, [1] essa que abrange toda a área do Bairro de Fátima, Castelo, Centro, Catumbi, Cidade Nova, Estácio, Gamboa, Lapa, Paquetá, Rio Comprido, Santo Cristo, São Cristóvão, Santa Teresa, e Saúde, fazendo fronteira, com Glória, Catete, e Flamengo, na Região Sul, e com Tijuca, na Região Norte. [2] [1]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro

A região tem pontos turísticos importantes como a Catedral de São Sebastião, o Aqueduto da Carioca, o Paço Imperial, o Teatro Municipal, a Igreja da Candelária, o edifício da Petrobras, o Museu Nacional de Belas Artes, a Ilha Fiscal, a Academia Brasileira de Letras, o Real Gabinete Português de Leitura, o Museu Histórico Nacional, o Edifício Gustavo Capanema, a Biblioteca Nacional, o Aeroporto Santos Dumont, a Cinelândia, a Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro e a Central do Brasil.[3]

Transporte[editar | editar código-fonte]

Praça Marechal Floriano

Grandes vias estão localizadas nesta região, como as avenidas Rio Branco, Presidente Vargas e a entrada da via expressa Linha Vermelha, que liga o município do Rio de Janeiro a São João de Meriti. Dez estações de metrô estão espalhadas na região, todas administradas pela empresa ferroviária Metrô Rio. São elas: Estação Glória, Estação Cinelândia, Estação Carioca, Estação Uruguaiana, Estação Presidente Vargas, Estação Central, Estação Cidade Nova, Estação Praça Onze, Estação Estácio e Estação São Cristóvão. Quanto às vias ferroviárias, a região possui a Estação Central do Brasil, administrada pela empresa de transporte público SuperVia, ligando-a à Zona Norte, à Zona Oeste e a outros municípios da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. A região abriga, ainda, o Aeroporto Santos Dumont[2] , no Centro e o Terminal Rodoviário do Rio de Janeiro, no Santo Cristo.

Construções[editar | editar código-fonte]

O tradicional Campo de Santana, na Praça da República

A área é quase toda urbanizada. As áreas arborizadas mais significantes estão na Praça da República e no Passeio Público.

Subprefeitura[editar | editar código-fonte]

A Subprefeitura do Centro e do Centro Histórico do Município do Rio de Janeiro faz a intermediação entre a população de toda a área e o gabinete do prefeito do município. Esta é uma das responsáveis por desenvolver a ordem urbana para moradores e visitantes e, ainda, revitalizar a região.[4]

Referências

  1. a b Centro (HTML). oriodejaneiro.net. Página visitada em 23 de novembro de 2010.
  2. a b Centro (em português). Google Maps (2010). Página visitada em 22 de novembro de 2010.
  3. Centro (em inglês) pp. 2. Google Maps (2010). Página visitada em 22 de novembro de 2010.
  4. Subprefeitura do Centro e Centro Histórico (HTML). Prefeitura do Rio de Janeiro (2010). Página visitada em 22 de novembro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]