Google Maps

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Google Maps
Requer pagamento? não
Gênero mapas
Cadastro não
País de origem  Estados Unidos
Idioma(s) multilíngue
Lançamento 8 de fevereiro de 2005
Desenvolvedor Google
Proprietário Google
Página oficial maps.google.com

Google Maps é um serviço de pesquisa e visualização de mapas e imagens de satélite da Terra gratuito na web fornecido e desenvolvido pela empresa estadunidense Google.

Atualmente, o serviço disponibiliza mapas e rotas para qualquer ponto nos Estados Unidos, Canadá, na União Europeia, Austrália e Brasil, entre outros. Disponibiliza também imagens de satélite do mundo todo, com possibilidade de um zoom nas grandes cidades, como Nova Iorque, Paris, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, entre outras. Nos Estados Unidos o Google fez uma parceria com órgãos públicos, que incluirão as linhas de trem americanas e seus cruzamentos com rodovias ao Google Maps. [1]

Juntamente com o lançamento da versão brasileira do Google Maps, a empresa introduziu o Local Business Center, ferramenta que permite com que qualquer empresa faça seu cadastro e seja então encontrada no Google Maps por qualquer usuário. No cadastro as empresas podem preencher seus dados cadastrais, horário de atendimento, formas de pagamento, logotipo e fotos, sendo necessária confirmação do cadastro através de uma ligação telefônica, SMS ou carta.

Com uma conta Google, já é possível destacar as suas próprias rotas, pontos e áreas, gerar comentários e compartilhar os respectivos links de acesso ao mapa criado. Também é possível gerar um arquivo KML para integração com o Google Earth.

Desde Julho de 2015, o Google Maps sincroniza as pesquisas realizadas no computador para smartphones Android. O usuário deve realizar a pesquisa e selecionar a opção 'Enviar para o dispositivo'. Ao abrir o aplicativo no celular (com a conta Google logada), a rota estará disponível. [2]

No dia 09 de Novembro de 2015, o Google anunciou uma atualização para o aplicativo, dísponivel apenas para usuários da plataforma Android, que possibilita o download de um determinado mapa, para uso 'offline', sem necessidade de internet.[3] A nova versão do aplicativo também funciona em modo avião, mas o smartphone deve ter, pelo menos, 400 MB de espaço livre na memória do Android, para que o aplicativo salve os dados de 'modo offline'. [4]

Mapeamento da Lua[editar | editar código-fonte]

O Google Moon permite visualização da Lua em 8 opções de zoom. É possível ver toda face da Lua, bem como consultar (através de marcadores) onde pousaram as naves das missões da NASA que foram até à Lua (Apollo 11, Apollo 12, etc.).

Mapeamento de Marte[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Google Mars

Recentemente foi lançado também o Google Mars onde se pode consultar alguns detalhes da superfície do planeta Marte.

Guias Locais[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Guias Locais

Programa voluntário para ajudar a melhorar o Google Maps com vantagens por níveis de 1 á 5[

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. «Google Maps exibirá ferrovias nos EUA - PSafe Blog». Consultado em 2015-07-13. 
  2. «Google Maps salva as pesquisas realizadas no PC para o Android». Consultado em 2015-07-24. 
  3. «Atualização faz Google Maps ficar mais parecido com o Waze - PSafe Blog». PSafe Blog. Consultado em 2015-11-10. 
  4. «Google Maps offline funciona mesmo sem internet - PSafe Blog». PSafe Blog. Consultado em 2015-11-16.