Google Currents

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Google Currents
Logótipo
Desenvolvedor Google
Plataforma Android, iOS, Web
Lançamento 2019
Página oficial workspace.google.com/products/currents/
Cronologia
Google+

Google Currents, anteriormente conhecido como Google+ para G Suite, é um software desenvolvido pelo Google para comunicação corporativa interna.[1][2] É um dos muitos produtos que constituem a linha de produtos Google Workspace.[3]

O Google Currents é diferente do extinto app do Google de mesmo nome, que fornecia aos usuários acesso a uma biblioteca eletrônica de revistas de 2011 a 2013.[4][5]

História e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Originalmente chamado de Google+ para G Suite, o Currents é o único remanescente da extinta rede social do Google, Google+, que a empresa encerrou totalmente para uso pessoal e de marcas em 2 de abril de 2019.[6][7]

Desde junho de 2020, o Google Currents está em versão beta pública para clientes do Google Workspace. Um teste gratuito pode ser solicitado.[8][9][10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Welch, Chris. «Google's new Currents app is its enterprise replacement for Google+». TheVerge.com. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  2. «Google plus for G Suite officially gone, rebranded as Google Currents». TechAnnouncement.in. Consultado em 7 de julho de 2020 
  3. Torres, JC. «Google Currents resurrected as G Suite's Google+ replacement». SlashGear.com. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  4. «Google Currents For iOS Now Called Google Play Newsstand Following Big Redesign». Consultado em 30 de outubro de 2019 
  5. «Google product replaces failed product, named after different failed product | TheINQUIRER». theinquirer.net. 11 de abril de 2019. Consultado em 30 de outubro de 2019 
  6. Sanker, Kyle (19 de março de 2019). «Shutting down Google+ for consumer (personal) accounts on April 2, 2019». Oi Marketing. Consultado em 19 de março de 2019 
  7. «Google launches replacement for Google+ called Google Currents | IOL Business Report». www.iol.co.za. Consultado em 30 de outubro de 2019 
  8. «Google Currents is the Reanimated Corpse of Google+». The Mac Observer. 11 de abril de 2019. Consultado em 30 de outubro de 2019 
  9. Velasco, Carl (13 de abril de 2019). «Google+ Is Back From The Dead … Sort Of». Tech Times. Consultado em 30 de outubro de 2019 
  10. «With consumer G+ dead, Currents hopes to make waves in the enterprise». Consultado em 30 de outubro de 2019