Gericinó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gericinó
—  Bairro do Brasil  —
Distrito Zona Oeste
Município Rio de Janeiro
Criado em 22 de novembro de 2004[1]
População
 - Total 15,167 (em 2 010)
Domicílios 872 (em 2010)
Limites Bangu e Mesquita
Subprefeitura Zona Oeste
Fonte: Não disponível

Gericinó é um bairro proletário de classe baixa da Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. O bairro foi criado por decreto do prefeito César Maia, em 2004, após sua reeleição, de acordo com ele, para ajudar na urbanização do bairro de Bangu, que estava recebendo os programas "Rio-cidade" e "Favela-bairro".

Limita-se com Bangu e com o município de Mesquita. Está separado de Bangu através da Avenida Brasil e é cercado pelo parque municipal do Mendanha, parte do maciço de Gericinó que marca a divisa com o município de Mesquita, já na Baixada Fluminense. No bairro está localizado o Complexo Penitenciário de Gericinó e além do Aterro Sanitário de Bangu. Atualmente está sendo urbanizado pelos programas "Bairro Maravilha" e "Morar Carioca".

Geografia[editar | editar código-fonte]

Há diversas montanhas com belas cachoeiras e enormes planícies onde crianças costumam empinar pipa. Devemos observar a fauna da mata, que apesar de não ser das mais conhecidas, precisa de uma atenção especial. Dentre as espécies encontradas estão cobras, papagaios, insetos, micos, bichos-preguiça e possivelmente capivaras e espécies de felinos[carece de fontes?].

A hidrografia não é muito extensa, possui alguns rios como o o Rio Sarapuí, Rio da Cachoeira entre outros rios. A maioria deles são contaminados, impróprios para banho.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]