Engenheiro Leal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Engenheiro Leal
Engenheiro Leal.svg
Bairro do Rio de Janeiro Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png
Área: 70,83 ha (em 2003)
Fundação: 23 de julho de 1981
IDH: 0,807[1] (em 2000)
Habitantes: 6 113 (em 2010)[2]
Domicílios: 2 005 (em 2010)
Limites: Madureira, Cavalcante e Cascadura[3]
Região Administrativa: XV R.A.(Madureira)

Engenheiro Leal é um bairro de classe média e média-baixa da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro.

Seu IDH, no ano 2000, era de 0,807, o 83º melhor da cidade do Rio de Janeiro.[4]

Faz limite com os bairros de Cascadura, Madureira e Cavalcante.[5]

História[editar | editar código-fonte]

O bairro se situa aos pés do Morro do Dendê. Sua história foi construída junto com os bairros vizinhos Cascadura e Madureira - eram terras do Engenho da Portela. A origem do bairro é a implantação da E. F. Melhoramentos do Brasil, depois Linha Auxiliar, em 1892. Nela, foi instalada a estação Engenheiro Leal, companheiro de Paulo de Frontin e Magno de Carvalho, no início do século XX. Atualmente, o bairro é majoritariamente residencial. Sua principal rua é a Iguaçu. [6]

Dados do bairro[editar | editar código-fonte]

Faz parte da XV Região administrativa (Madureira) da cidade do Rio de Janeiro.

Os bairros integrantes dessa região administrativa são: Bento Ribeiro, Campinho, Cascadura, Cavalcante, Engenheiro Leal, Honório Gurgel, Madureira, Marechal Hermes, Osvaldo Cruz, Quintino Bocaiuva, Rocha Miranda, Turiaçu, Vaz Lobo.

Referências