Honório Gurgel (bairro do Rio de Janeiro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Honório Gurgel
Honório Gurgel.svg
Bairro do Rio de Janeiro Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png
Área: 137,48 ha (em 2003)
Fundação: 23 de julho de 1981
IDH: 0,804[1] (em 2000)
Habitantes: 21 989 (em 2010)[2]
Domicílios: 7 948 (em 2010)
Limites: Barros Filho, Coelho Neto,
Rocha Miranda, Bento Ribeiro,
Marechal Hermes e Guadalupe
[3]
Região Administrativa: XV R.A.(Madureira)

Honório Gurgel é um bairro de classe baixa da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro (subúrbio carioca), no Brasil, assim como diversos bairros cortados pela estrada ferroviária.

Seu IDH, no ano 2000, era de 0,804, o 88º melhor da cidade do Rio de Janeiro.[4]

É vizinho aos bairros de Barros Filho, Coelho Neto, Rocha Miranda, Bento Ribeiro, Marechal Hermes e Guadalupe[5] , sendo cortado também pela malha ferroviária.

História[editar | editar código-fonte]

Estação de trem de Honório Gurgel.

A linha do canto, além de servir à SuperVia, acessa a ligação com Deodoro e por ela a fábrica de cimento Holcim. Na estação de trens local, há um entroncamento com as linhas do ramal de Deodoro. Também passam por ela algumas vezes cargueiros da MRS Logística S.A..

A estação ferroviária de Honório Gurgel foi inaugurada em 1905, com o nome de Munguengue. O nome atual, existente desde pelo menos os anos 1920, homenageia um antigo prefeito do município do Rio de Janeiro. Em 1958, a Armcostaco inaugurou, no bairro, uma fábrica de produtos de aço para saneamento, construção viária e mineração.


Localização[editar | editar código-fonte]

Honório Gurgel faz parte da XV Região administrativa (Madureira) da cidade do Rio de Janeiro.

Os bairros integrantes dessa região administrativa são: Bento Ribeiro, Campinho, Cascadura, Cavalcante, Engenheiro Leal, Honório Gurgel, Madureira, Marechal Hermes, Osvaldo Cruz, Quintino Bocaiuva, Rocha Miranda, Turiaçu, Vaz Lobo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências