Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro
Construção 1979 (37 anos)
Local Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Teto da catedral
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro

A Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro, também conhecida como Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, é uma catedral católica localizada no Centro da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. Foi inaugurada em 1979, substituindo, como catedral da cidade, a Igreja de Nossa Senhora do Carmo. Em estilo moderno, apresenta formato cônico, com 106 metros de diâmetro, 75 metros de altura externa, 64 metros de altura interna[1] e capacidade para 20 000 pessoas em pé. A beleza da edificação, de linhas retas e sóbrias, deve-se aos vitrais coloridos rasgados nas paredes até a cúpula. Seu projeto e execução foram coordenados pelo monsenhor Ivo Antônio Calliari (1918 - 2005).

O projeto é do arquiteto Edgar de Oliveira da Fonseca: segundo alguns, inspirado nas naves do Projeto Apollo, como símbolo do futuro[2]; segundo outros, inspirado nas pirâmides maias[1]. A porta principal é formada por relevos em bronze e tem, como tema, a . O interior da catedral foi projetado pelo padre Paulo Lachen Maier. As esculturas são de Humberto Cozzo. A Capela do Santíssimo tem dois candelabros de Niccola Zanotto[2].

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro