Sé episcopal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Fachada da Sé de Braga.

Sé episcopal, Sede episcopal (em latim: sedes) ou metrópole (em grego: metropolis) refere-se a uma catedral, lugar onde um bispo tem sua cátedra, o lugar a partir de onde o bispo exerce sua jurisdição. No caso de arcebispos, o termo utilizado é sé arquiepiscopal.

Por extensão acaba referindo-se também ao território onde um bispo e seus assistentes (assim como a cúria papal) exerce seu governo eclesiástico, uma diocese ou Igreja particular em comunhão plena com Roma.

O termo é especialmente usado pela Igreja Católica e pela Comunhão Anglicana, assim como por algumas igrejas luteranas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas