Igreja Ortodoxa Georgiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Igreja Ortodoxa Georgiana
Coat of Arms of Georgian Orthodox Church.svg
Brasão da Igreja
Fundador Santo André, Santa Nino
Independência cerca de 486, da Igreja de Antioquia
1917, da Igreja Russa
Reconhecimento autocefalia parcial reconhecida por volta de 486 pela Igreja de Antioquia, autocefalia total reconhecida pela Igreja Ortodoxa Russa em 1943 e pelo Patriarcado Ecumênico de Constantinopla em 1990
Primaz Elias II da Geórgia
Sede Catedral de Sameba, Tbilisi, Geórgia
Território  Geórgia
Posses Europa Ocidental,  Estados Unidos,  Rússia,  Turquia,[1]  Azerbaijão,  Austrália
Língua georgiano
Adeptos 3,5 milhões
Site www.patriarchate.ge
A Catedral de Sameba em Tbilisi, sede do Patriarca da Igreja Ortodoxa Georgiana.

A Igreja Ortodoxa Georgiana (oficialmente Igreja Ortodoxa Autocéfala Apostólica Georgiana; em georgiano: საქართველოს სამოციქულო მართლმადიდებელი ავტოკეფალური ეკლესია, transl. sakartvelos samocikulo martlmadidebeli avtok'epaluri ek'lesia) é uma igreja autocéfala cristã de comunhão ortodoxa.[2] Desde o século IV d.C. a ortodoxia georgiana tem sido a religião estatal da Geórgia, e continua a ser a principal instituição religiosa do país.

A Constituição da Geórgia reconhece o papel especial desempenhado pela Igreja Ortodoxa Georgiana na história do país, porém também estipula a separação entre Igreja e Estado. As relações entre ambas as instituições são regulamentadas por um acordo constitucional de 2002. Em uma pesquisa de 2013, concluiu-se que 95% da população tinha uma visão favorável da instituição, que é considerada a mais influente do país.[3] [4]


Referências

  1. "Turkey remains on religious freedom "Watch List"". Archons of the Ecumenical Patriarchate. 2010-04-29. 
  2. Georgian Orthodox Church - Encyclopedia Britannica
  3. "Georgia's mighty Orthodox Church" [S.l.: s.n.] BBC News. 2 July 2013. 
  4. Rimple, Paul (21 November 2014). "Russia: Sochi Bets on Becoming the Black Sea Monte Carlo". eurasianet.org [S.l.: s.n.] Open Society Institute. The Georgian Orthodox Church, the country’s most influential institution... 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Metropolitan Anania (Japaridze). "Christianity in Georgia".- in It is Georgia (coleção de artigos), Tbilisi, 2003, pp. 115–126 (em georgiano)
  • Zakaria Machitadze. The Lives of the Georgian Saints, traduzido para o inglês em 2002, Saint Herman Press.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.