Igreja de São Miguel (Castelo Branco)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Sé de Castelo Branco
Castelo Branco April 2015-14.jpg
Apresentação
Tipo
Diocese
Estilo
Estatuto patrimonial
Monumento Nacional (d) ()Visualizar e editar dados no Wikidata
Localização
Endereço
Coordenadas
Igreja de São Miguel (Sé), vista do castelo.

A Igreja de São Miguel, também referida como Igreja Matriz e Sé Catedral de Castelo Branco, localiza-se na freguesia de Castelo Branco, município do mesmo nome, distrito de Castelo Branco, em Portugal.[1]

A Sé Catedral de Castelo Branco está classificada como Monumento Nacional desde 2021.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O templo remonta à Idade Média.

As principais campanhas de intervenção arquitectónica ocorreram em 1682, visível nos dois níveis inferiores da fachada, de cariz barroco, e em 1691, com a introdução de pinturas da autoria de Bento Coelho em oito capelas. Em 1771, com a passagem de Castelo Branco a Diocese, a igreja eleva-se a catedral e recebe nesta altura obras de beneficiação. Em 1785 é reconstruída a capela-mor e em 1791 introduzidas pinturas de Pedro Alexandrino no retábulo (de 1785) e na Capela do Santíssimo. Outras intervenções de beneficiação foram executadas nos séculos XIX e XX.

Um funicular ligando o Largo da Sé ao castelo está desde 2005 previsto para 2020.[2]

Características[editar | editar código-fonte]

Originalmente de traçado românico, sofreu alterações ao longo dos séculos, sendo hoje maioritariamente visíveis os elementos da arquitectura barroca e rococó.

O arco do cruzeiro foi alterado a cerca de 1608 sendo ainda visíveis vestígios da estrutura original do século XVI.

A fachada principal é dominada por três portais no nível térreo (laterais com frontão triangular e central mais elevado com frontão curvo interrompido), duas janelas a ladear um nicho com uma estátua de São Miguel no nível intermédio, óculo circular no nível superior, e duas torres sineiras laterais. No interior, a nave longitudinal apresenta seis altares laterais em talha dourada.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Ficha na base de dados SIPA
  2. Câmara Municipal de Castelo Branco: Valorizar a Memória: Intervir no Centro Histórico Arquivado em 30 de junho de 2010, no Wayback Machine., documento online datado de 15 de Junho de 2005
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Igreja de São Miguel (Castelo Branco)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este(a) artigo sobre capela, igreja ou catedral é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.