Copa do Mundo FIFA de 2018

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sports icon.png
Este artigo ou seção contém informações sobre um evento desportivo que ainda não ocorreu.
É provável que contenha informações de natureza especulativa, e seu conteúdo pode mudar drasticamente à medida que novas informações estiverem disponíveis.
Copa do Mundo FIFA de 2018
2018 FIFA World Cup / Чемпионат мира по футболу 2018
Russia 2018
FIFA World Cup 2018.png
Logomarca oficial da competição.
Dados
Participantes 32
Organização FIFA
Anfitrião  Rússia
Período 14 de junho – 15 de julho
Gol(o)s Não disponível
◄◄ Brasil Brasil 2014 Soccerball.svg Catar Qatar 2022 ►►

A Copa do Mundo FIFA de 2018 ou Campeonato Mundial de Futebol FIFA de 2018 será a vigésima primeira edição deste evento esportivo, um torneio internacional de futebol masculino organizado pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), que ocorrerá na Rússia, anfitriã da competição pela primeira vez.[1] Com onze cidades-sede, o campeonato será disputado entre 14 de junho e 15 de julho. A edição de 2018 será a primeira realizada no Leste Europeu e a décima primeira realizada na Europa, depois de a Alemanha ter sediado o torneio pela última vez no continente em 2006.

Esta edição da Copa do Mundo, juntamente com a Universíada de Verão de 2013 e os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, que também foram realizados em território russo, são os primeiros eventos esportivos de importância mundial realizados no país desde os Jogos Olímpicos de Verão de 1980. A FIFA escolheu o país por causa do aumento do interesse da população russa no futebol, graças a investimentos financeiros no esporte, do aumento da importância da Primeira Liga Russa e a migração de jogadores estrangeiros para o país, além da ascensão econômica da Rússia após a dissolução da União Soviética em 1991. Os outros países que se candidataram à sede da competição foram a Inglaterra e as candidaturas conjuntas de Holanda/Bélgica e Portugal/Espanha. A Rússia pretende construir 11 estádios em suas principais cidades da parte europeia do país.

O governo russo pretende entregar todas as obras para a Copa do Mundo da FIFA 2018 um ano antes do torneio.[2] Joseph Blatter, ex-presidente da FIFA, afirmou que as organizações estão mais avançadas em comparação com as obras do Brasil, que sediou a edição anterior.[3]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Candidatura[editar | editar código-fonte]

Anúncio de vitória da Russia como país-anfitrião do evento.

A Rússia anunciou o seu interesse em organizar a Copa do Mundo FIFA, no ínício do ano de 2009 e conseguiu inscrever sua postulação a tempo.[4] . O então primeiro-ministro Vladimir Putin afirmou oficialmente o interesse e nomeou um antigo ministro dos esportes para ser presidente do então Comitê de Candidatura. De acordo com o governo federal da Rússia, o país poderá gastar mais de 10 bilhões de dólares para organizar o evento.[5] [6] 14 cidades estão incluídas na candidatura e estão divididas em quatro clusters: o cluster norte centralizado em São Petersburgo, o cluster central centralizado em Moscou, a parte sul centralizada em Sóchi e a parte do rio Volga. Apenas uma cidade estará na Rússia asiática: Ecaterimburgo. As outras cidades serão: Rostov do Don, Iaroslavl, Nijni Novgorod, Cazã, Saransk, Samara, Sóchi e Volgogrado.[7] O país não possui um estádio com mínimo capacidade para 80.000 pessoas, mas o Estádio Luzhniki em Moscou, considerado um estádio de elite pela UEFA, tem uma capacidade para 78 mil e será ampliado para o evento. Um aspecto positivo da candidatura eram as infraestruturas que estarão disponíveis após os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 e da Universíada de Verão de 2013.[8]

Logotipo da candidatura russa.

Processo de escolha[editar | editar código-fonte]

A eleição da sede da copa do mundo de 2018 aconteceu em 2 de dezembro de 2010. Russia poderá ser retirada como anfitriã se opor a FIFA ou em casos parecidos. Para a Copa de 2018, somente países europeus (Bélgica/Países Baixos, Inglaterra, e Portugal/Espanha) foram os candidatos para o evento. No mesmo dia, em outra votação, dessa vez para a Copa do Mundo FIFA de 2022, que será realizada no Catar.

Vinte e dois membros do Comitê Executivo da FIFA tiveram direito a voto. Uma maioria absoluta de 12 votos foi necessária para a definição de cada país-sede.

XXI Copa do Mundo FIFA de 2018
Congresso Ordinário da FIFA
2 de dezembro de 2010, em Zurique, Suíça.
Países candidatos 1ª Rodada[st] 2ª Rodada[nd]
 Rússia 9 13
Flag of Spain.svg Espanha e  Portugal 7 7
 Bélgica e  Países Baixos 4 2
 Inglaterra 2
  • st. ^ Como não houve maioria absoluta, a Inglaterra foi eliminada por ter o menor número de votos.
  • nd. ^ A Rússia foi eleita quando obteve o maior número de votos absolutos.

Eliminatórias[editar | editar código-fonte]

  País qualificado para a Copa do Mundo
  País pode se qualificar
  País não se qualificou com jogos ainda a jogar
  País não se qualificou
  País impedido pela FIFA de disputar as eliminatórias
  País não é membro FIFA

Trinta e duas seleções participam na competição, e a russa não precisou disputar eliminatórias por ser a anfitriã. A distribuição das vagas pelas confederações continentais foi divulgada pelo Comitê Executivo da FIFA em maio de 2015, sem alterações em relação à edição anterior. A princípio a União das Federações Europeias de Futebol (UEFA) reiterava mais uma vaga para o continente europeu, porém a FIFA não cedeu e manteve inalterada a divisão das vagas até a edição seguinte no Qatar. Assim, continuaram treze vagas para a UEFA (sem incluir a vaga da anfitriã Rússia), cinco para a CAF, quatro para a CONMEBOL, quatro para a AFC e três para a CONCACAF. Alem disso, a repescagem intercontinental ocorre entre uma seleção da AFC e da CONCACAF e outra entre uma da CONMEBOL e da OFC, que não possui vaga garantida direta ao mundial.

Sorteio[editar | editar código-fonte]

O sorteio ocorreu no Konstantinovsky Palace, em São Petesburgo.

O sorteio de qualificação para a Copa de 2018 foi realizado no Konstantinovsky Palace, em São Petesburgo, no dia 25 de julho de 2015. Como país anfitrião, a Rússia se qualifica automaticamente para o torneio.[9] [10] [11]

Pela primeira vez, todas as 209 nações filiadas à FIFA inscreveram-se para participar das eliminatórias, porém as seleções de Zimbábue e Indonésia não puderam participar das disputas devido a problemas envolvendo as federações de ambos os países e a FIFA.[12] Estas eliminatórias também marcam a estreia do Kosovo, de Gibraltar, do Butão e do Sudão do Sul nas eliminatórias.[13]

A cerimônia de sorteio das eliminatórias definiu os grupos e confrontos de todas as regiões.

  • AFC: 43 times competem por 4 vagas diretas para a Copa e 1 vaga para a repescagem intercontinental, que será disputada em jogos de ida e volta contra o 5º colocado das eliminatórias sul-americanas;
  • CAF: 52 times competem por 5 vagas diretas para a Copa;
  • CONCACAF: 35 times competem por três vagas diretas para a Copa e 1 vaga para a repescagem intercontinental, que será disputada em jogos de ida e volta contra o vencedor das eliminatórias da Oceania;
  • CONMEBOL: 9 times competem por 4 vagas diretas para a Copa e 1 vaga para a repescagem intercontinental, que será disputada em jogos de ida e volta contra o 5º colocado das eliminatórias asiáticas;
  • OFC: 11 times competem por uma vaga para a repescagem intercontinental, que será disputada em jogos de ida e volta contra o 4º colocado das eliminatórias da CONCACAF;
  • UEFA: 53 times competem por 13 vagas diretas para a Copa.

Seleções qualificadas[editar | editar código-fonte]

Confederação Seleção Classificada como Data em que a classificação foi assegurada Aparições em Copas do Mundo Aparições consecutivas Última aparição Melhor resultado anterior
UEFA
(12 vagas + país-sede)
Flag of Russia.svg Rússia País-sede 2 de outubro de 2010 10[a] 2 2014 Quarto lugar (1966)[a]

a. ^ Rússia participou de sete mundiais anteriores como União Soviética (1958–1990).

Sedes[editar | editar código-fonte]

Moscou (Moscovo) São Petersburgo Kaliningrado
Estádio Luzhniki Otkrytie Arena Estádio Krestovsky Estádio de Kaliningrado
Capacidade: 78.360
(reformado)
Capacidade: 46.929
(novo)
Capacidade: 69.501
(novo)
Capacidade: 45.015
(novo)
Moscow — Luzhniki Stadium.jpg Spartak stadium (Otkrytiye Arena), 23 August 2014.JPG Krestovsky Stadium2.jpg
Cazã Nizhny Novgorod
Kazan Arena
(existente)
Estádio de Nizhny Novgorod
Capacidade: 45.105[14] Capacidade: 44.899
(novo)
Казань арена.jpg Nizhny Novgorod. Model of Strelka Side in future.jpg
Samara Volgogrado
Cosmos Arena
(novo)
Arena Volgogrado
(reconstruído)
Capacidade: 44.918 Capacidade: 45.015
Central Stadium (Volgograd).jpg
Saransk Rostov do Don Sóchi Ecaterimburgo
Arena Mordovia
(novo)
Arena Rostov
(novo)
Estádio Olímpico de Fisht
(existente)
Estádio Central
(reformado)
Capacidade: 45.015 Capacidade: 43.702 Capacidade: 47.659 Capacidade: 44.130
Sochi Olympic Park Fisht Olympic Stadium P5020324 2200.jpg Центральный вход после реконструкции.jpg

¹ ^ Rússia atingiu o quarto lugar como União Soviética.

Fase de grupos[editar | editar código-fonte]

Equipes finalistas
Equipes eliminadas

Fase final[editar | editar código-fonte]

Esquema[15] [editar | editar código-fonte]

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
                           
30 de junho - Sóchi            
  Flag of None.svg 1° A  
6 de julho - Níjni Novgorod
  Flag of None.svg 2° B    
  Flag of None.svg  
30 de junho - Cazã
    Flag of None.svg    
  Flag of None.svg 1° C  
10 de julho - São Petersburgo
  Flag of None.svg 2° D    
  Flag of None.svg  
2 de julho - Samara
    Flag of None.svg    
  Flag of None.svg 1° E  
6 de julho - Cazã
  Flag of None.svg 2° F    
  Flag of None.svg  
2 de julho - Rostov do Don
    Flag of None.svg    
  Flag of None.svg 1° G  
15 de julho - Moscou
  Flag of None.svg 2° H    
  Flag of None.svg  
1 de julho - Moscou
    Flag of None.svg  
  Flag of None.svg 1° B  
7 de julho - Sóchi
  Flag of None.svg 2° A    
  Flag of None.svg  
1 de julho - Níjni Novgorod
    Flag of None.svg    
  Flag of None.svg 1° D  
11 de julho - Moscou
  Flag of None.svg 2° C    
  Flag of None.svg  
3 de julho - São Petersburgo
    Flag of None.svg     Terceiro lugar
  Flag of None.svg 1° F  
7 de julho - Samara 14 de julho - São Petersburgo
  Flag of None.svg 2° E    
  Flag of None.svg     Flag of None.svg  
3 de julho - Moscou
    Flag of None.svg       Flag of None.svg  
  Flag of None.svg 1° H  
  Flag of None.svg 2° G    

Premiação[editar | editar código-fonte]

Copa do Mundo FIFA 2018

Referências

  1. «Rússia organiza Mundial 2018». Público. 2 de dezembro de 2010. Consultado em 2-12-2010. 
  2. Terra (19 de dezembro de 2014). «Copa de 2018 será disputada de 14 de junho a 15 de julho». Consultado em 19 de dezembro de 2014. 
  3. Alexey Nikolsky (28 de outubro de 2014). «Fifa vê organização da Rússia "mais avançada que do Brasil"». Terra Brasil. Consultado em 28 de outubro de 2014. 
  4. «Russia enters race to host 2018». BBC Sport. 20 de janeiro de 2009. Consultado em 15-10-2009. 
  5. «Putin orders sports minister to prepare bid for 2018 World Cup». RIA Novosti. Moscou. 5 de maio de 2009. 
  6. «Bid committee». Site oficial da candidatura. outubro de 2009. Consultado em 15-10-2009. 
  7. «Host cities». Site oficial da candidatura. outubro de 2009. Consultado em 15-10-2009. 
  8. «Russia ready to spend $10 bln on World Cup 2018 preparations». abril de 2009. Consultado em 30-12-2009. 
  9. «FIFA World Cup™ Preliminary Draw: 1 week to go». FIFA.com. 18 de julho de 2015. 
  10. «Organising Committee for the FIFA World Cup extends its responsibilities to cover 2018 and 2022». FIFA.com. 19 de março de 2013. 
  11. «Konstantinovsky Palace to stage Preliminary Draw of the 2018 FIFA World Cup». FIFA.com. 10 de outubro de 2014. 
  12. «Fifa desclassifica Indonésia nas Eliminatórias da Copa de 2018 e da Copa da Ásia». Estadão. Consultado em 11 de julho de 2016. 
  13. «Novos membros da Fifa, Kosovo e Gibraltar vão disputar eliminatórias da Copa de 2018». ESPN. Consultado em 11 de julho de 2016. 
  14. «Вместимость футбольного стадиона Казани к ЧМ могут увеличитьдо 60 тыс. мест» (em Russian). Tatar-inform.ru. 27 de dezembro de 2010. Consultado em 8 de outubro de 2011. 
  15. «Calendário de jogos da Copa do Mundo de 2018» (PDF).