Artem Dzyuba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Artyom Dzyuba
Артём Дзюба
Zenit-Rostov2015 (2).jpg
Informações pessoais
Nome completo Artyom Sergeyevich Dzyuba
Data de nasc. 22 de agosto de 1988 (30 anos)
Local de nasc. Moscou, União Soviética
Nacionalidade russo
Altura 1,96 m
Informações profissionais
Clube atual Arsenal Tula
Número 9
Posição Atacante
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2006–2015
2009
2010
2013–2014
2015
2015–
2018
Spartak Moscou
Tom Tomsk (emp.)
Tom Tomsk (emp.)
Rostov (emp.)
Rostov (emp.)
Zenit
Arsenal Tula (emp.)
165 0000(38)
010 00000(3)
025 0000(11)
031 0000(19)
012 00000(1)
104 0000(39)
010 00000(6)
Seleção nacional3
2007–2010
2011
2011–
Rússia Sub-21
Rússia B
Rússia
009 00000(4)
002 00000(0)
028 0000(14)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 13 de maio de 2018.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 7 de julho de 2018.

Artyom Sergeyevich Dyzuba (em russo, Артём Сергеевич Дзюба - Moscou, 22 de agosto de 1988) é um futebolista russo que atua como atacante. Ele é jogador do Zenit, mas atualmente está jogando no Arsenal de Tula por empréstimo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Dzyuba nasceu em Moscou, na então União Soviética, em 1988, filho de pai ucraniano e mãe russa. Ele frequentou a escola de futebol do Spartak Moscou e começou a jogar pelos reservas da equipe em 2005. Em 2006, ele jogou pela primeira vez no primeiro time do clube em uma partida da Copa da Rússia contra o FC Ural, substituindo Roman Pavlyuchenko no minuto 85. Na Premier League da Rússia em 2006, Dzyuba jogou pela primeira vez na 12ª rodada, contra o Saturn Moscow. Nesse jogo, ele também era reserva, mas entrou durante a partida.

Em 7 de agosto de 2009, o Tom Tomsk assinou o contrato por empréstimo até dezembro de 2009. Assim, de agosto a dezembro daquele ano, Dzyuba jogou no Tom Tomsk como jogador emprestado.

Na Premier League Russa de 2013-2014, Dzyuba foi emprestado para o FC Rostov e marcou 17 gols pelo clube na competição.

Em 2015, deixou o Spartak Moscou e foi contratado pelo Zenit. [1] Em 2017, não teve bom momento no clube e foi para o banco de reservas. Tentando garantir uma vaga na seleção russa que disputaria a Copa do Mundo, Dzyuba acertou sua ida para o Arsenal de Tula, por empréstimo, em janeiro de 2018 para o restante da temporada. Em um jogo contra o Zenit, seu clube original, marcou um gol. Garantiu a convocação para a Copa. [2]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Dzyuba fez parte da equipe sub-21 da Rússia que disputou a classificação para o Campeonato da Europa Sub-21 de 2011.

Ele fez sua estreia na seleção principal de futebol da Rússia em 11 de novembro de 2011, em um amistoso contra a Grécia. Ele foi pré-convocado para a equipe que disputaria a Eurocopa de 2012, mas acabou ficando de fora da convocação final. Dois anos depois, também não foi convocado para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

Após a Copa do Mundo de 2014, no entanto, Dzyuba começou a ser convocado regularmente para as Eliminatórias da Eurocopa de 2016. Ele marcou seu primeiro gol pela Rússia contra o Liechtenstein, em 8 de setembro de 2014, e a partida terminou em goleada da Rússia por 4-0. Exatamente um ano depois, ele marcou quatro gols na vitória por 7-0 sobre o mesmo adversário, pelo returno. Ele terminou as Eliminatórias como artilheiro da Rússia, com 8 gols, e a Rússia se classificou para a Eurocopa de 2016.

Dzyuba foi convocado para a Eurocopa de 2016. Porém, no torneio, a Rússia teve um desempenho decepcionante e terminou eliminada na primeira fase. Após isto, ficou dois anos sem ser convocado novamente para a seleção. Em 2017, não teve boa fase no Zenit e acabou indo para o banco de reservas. Tentando garantir uma vaga na seleção que iria disputar a Copa do Mundo de 2018, na própria Rússia, Dzyuba acertou sua ida para o Arsenal de Tula, por empréstimo, em janeiro de 2018. Teve bom desempenho no Arsenal e com isso garantiu a convocação para o Mundial.

Na Copa do Mundo de 2018, disputada em casa, foi um destaques da Rússia. Na estreia contra a Arábia Saudita, começou na reserva, mas entrou e campo e marcou um gol pouco depois. No segundo jogo, contra o Egito, marcou outro gol na vitória por 3-1. Contra a Espanha, já nas Oitavas-de-Final, marcou de pênalti o gol do empate por 1-1 e a Rússia se classificou na disputa por pênaltis. Dzyuba terminou o torneio com três gols marcados. Desde a Copa de 2018, Dzyuba é convocado regularmente para a seleção russa.


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]