Seleção Croata de Futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Croácia
Croatia football federation.png
Alcunhas?  Vatreni
Associação Hrvatski Nogometni Savez
Confederação UEFA (Europa)
Material desportivo?  Estados Unidos Nike
Treinador Croácia Zlatko Dalić
Capitão Luka Modrić
Mais participações Darijo Srna (134)
Melhor artilheiro Davor Šuker (45)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

A Seleção Croata de Futebol é a equipe de futebol nacional da Croácia. Tem sido apontada como uma das seleções mais fortes, desde a separação da Iugoslávia, no início dos anos de 1990.

História da Seleção Croata[editar | editar código-fonte]

A consagração do futebol croata veio mesmo com o terceiro lugar na Copa do Mundo de 1998. A equipe que tinha Davor Suker, o artilheiro do mundial e Zvonimir Boban, na época jogador do AC Milan, como suas principais estrelas, conquistou essa façanha com uma campanha surpreendente, em que derrotaram a Alemanha nas quartas-de-final por 3 a 0. A Seleção Croata só foi derrotada na semi-final, perdendo para a anfitriã França por 2 a 1, com dois gols de Lilian Thuram que nunca havia marcado um gol pela seleção. Na Copa de 2002 e na Eurocopa de 2004, a equipe croata não conseguiu passar da primeira fase. O mesmo se deu na Copa de 2006, na Alemanha, quando terminou em 22º lugar.

Para a Euro 2008, a Croácia não teve uma seleção tão forte quanto aquela que chegou às semifinais na Copa de 1998, tendo alcançado o terceiro lugar. Contudo, mesmo assim conseguiu uma ótima campanha nas Eliminatórias Européias, vencendo oito dos dez jogos que disputou, o que alegrou muito o técnico Zlatko Kranjcar. Nas dez partidas realizadas pela seleção croata, o único momento em que houve descontentamento dos torcedores foi quando a Croácia empatou com a seleção de Malta em 1 a 1, provocando revolta em uma boa parte dos torcedores ao saírem do estádio.

A Croácia em Copas do Mundo[editar | editar código-fonte]

A seleção Croata já disputou 5 Copas do Mundo tendo a melhor posição em 2018. Conquistou do 2º lugar após perder a final contra a França. Abaixo estão descritas as respectivas participações:

1930 a 1990[editar | editar código-fonte]

Não participou dessas campanhas porque fazia parte da Iugoslávia. E essa disputava as competições até a sua divisão em 1991 [1]

1998[editar | editar código-fonte]

A Croácia chegou na Copa da França com uma campanha regular conseguindo o segundo lugar do grupo 1 nas eliminatórias europeias (com um ponto a mais que o terceiro) contra a Ucrânia. Venceu o primeiro jogo por 2 a 0 na cidade de Zagreb e empatou o segundo por 1 a 1 em Kiev.

Chegando a competição pela primeira vez a Cróacia entrou no Grupo H que tinha Argentina, Jamaica e Japão. Conseguiu o segundo lugar, com tranquilidade e antecedência (na segunda rodada) , após vencer na estreia por 3 a 1 a Jamaica e o Japão na segunda por 1 a 0. Mas fechou a fase com uma derrota de 1 a 0 para a Argentina. Assim, conquistou seis pontos, marcou quatro gols e sofreu dois. Na fase final, os croatas surpreenderam. Nas oitavas de final, com uma vitória por 1 a 0 sobre a Romênia, que foi cabeça de chave e líder do grupo G. Nas quartas uma grande exibição e mais uma vitória, agora sobre a forte Alemanha por 3 a 0. E assim chegou a semi-final onde perdeu para os donos da casa por 2 a 1. Essa derrota não abalou o time que chegou a disputa do terceiro lugar contra a Holanda. Venceu por 2 a 1 e assim fechou com “chave de ouro” a histórica campanha.

O time não chegou a final, mas teve o artilheiro da Copa: Davor Šuker com 6 gols.

2002[editar | editar código-fonte]

A Seleção croata melhorou sua participação nas Eliminatórias da Copa do Mundo de Futebol de 2002 e conseguiu chegar a mais uma Copa. Foi líder do grupo 6 de forma invicta (com 5 vitórias e 3 empates) fazendo 18 pontos em uma chave que contava com Bélgica, Escócia, Letônia e San Marino.

Mas não obteve o mesmo rendimento na Copa do Mundo. Com um desempenho fraco, perdeu para o México na estreia por 1 a 0, surpreendeu a Itália vencendo por 2 a 1 e perdeu para o último do grupo, o Equador, por 1 a 0. Assim, terminou a sua presença em terceiro lugar com três pontos.

2006[editar | editar código-fonte]

Outra bela campanha nas Eliminatórias da Copa do Mundo de Futebol de 2006, mais uma vez liderando o grupo (7 vitórias e 3 empates). Fez 21 pontos, a maior pontuação que conseguiu em eliminatórias. A chave também continha a Suécia, Bulgária, Hungria, Islândia e Malta.

Na Copa do Mundo, formou o grupo F com Brasil, Austrália e Japão. Desta vez, os croatas não conseguiram vencer nenhum jogo. Perderam para o Brasil na estreia por 1 a 0 e empataram com a Austrália por 2 a 2 e o Japão por 0 a 0. Terminou em 3º no grupo e em 22º na classificação geral.

2010[editar | editar código-fonte]

A seleção croata não participou do Mundial de Futebol na África do Sul.

2014[editar | editar código-fonte]

O primeiro jogo da Copa do Mundo FIFA, 2014 no Brasil, foi entre a Croácia e a seleção da casa. A seleção croata foi um adversário difícil, desde o início ameaçou nos contra-ataques. Foi em um contra ataque desses que o jogador da seleção brasileira, Marcelo, fez o primeiro gol contra do Mundial de Futebol. A Croácia perdeu de 3-1 para a seleção do Brasil na Arena Corinthians na cidade de São Paulo. Os croatas reclamaram que o juiz japonês, Yuchi Nishimura ajudou a seleção do Brasil em um pênalti[2]. O segundo jogo da seleção croata, foi em Manaus, na Arena Amazônia, na noite do dia 18 de junho. A seleção da Croácia, venceu a seleção camaronesa por 4-0[3]. Foi eliminada jogando contra a seleção do México perdendo de 3-1 na Arena Pernambuco em Recife.

2018: Sensação mundial e primeira final[editar | editar código-fonte]

O caminho na Europa[editar | editar código-fonte]

A Croácia esteve seriamente ameaçada a não se classificar à Copa do Mundo. Faltando um jogo, era necessária uma vitória sobre a Ucrânia fora de casa para garantir a classificação à repescagem europeia - e de quebra, a Federação Croata havia demitido o então treinador Ante Cacić faltando dois dias para a partida. [4] O substituto anunciado foi Zlatko Dalić, que teve passagens por clubes do Leste Europeu e Arábia Saudita. [5] A estratégia deu certo, a Croácia fez 2 a 0 na Ucrânia, em Kiev, e garantiu a classificação à repescagem europeia. [6] O adversário na repescagem europeia era a Grécia. Venceu o primeiro jogo por 4 a 1 em Zagreb e empatou o segundo por 0 a 0 em Atenas, garantindo assim a classificação à sua quinta Copa do Mundo em 27 anos de independência. [7]

A melhor campanha da história croata[editar | editar código-fonte]

A equipe croata, no vestiário após a final, recebe o presidente russo Vladimir Putin e a presidente croata Kolinda Grabar-Kitarović.

No sorteio realizado pela FIFA em 1 de dezembro de 2017, foi determinado que a Croácia ficaria no Grupo D, enfrentando ─ em sequência ─ Nigéria, Argentina e Islândia. Conseguiu o primeiro lugar com tranquilidade e antecedência, após vencer em Kaliningrado, a Nigéria por 2 a 0; e a Argentina, por 3 a 0, em Níjni Novgorod ─ esta última causando grande repercussão na imprensa mundial. [8] Na última rodada, recheado de reservas, venceu a Islândia por 2 a 1 e eliminou qualquer possibilidade da seleção estreante chegar às oitavas-de-final. Assim, conquistou 9 pontos, marcou sete gols e sofreu apenas um, superando a campanha da fase de grupos da seleção liderada por Davor Šuker em 1998. [9]

A Croácia, classificada às oitavas-de-final, caiu em uma chave relativamente fácil, com únicos empecilhos a possibilidade de enfrentar as campeãs Espanha e Inglaterra futuramente. Enfrentou a Dinamarca, em Níjni Novgorod e garantiu a classificação após empate em 1 a 1 e vitória por 3 a 2 nos pênaltis, com direito a três defesas do goleiro Subašić. [10] Nas quartas-de-final, o selecionado teve de viajar até Sóchi, onde se encontrou com a dona da casa Rússia, diante de 45 mil torcedores. Garantiu, pela 2ª vez em sua história, a vaga na semifinal após empate em 2 a 2 e, nos pênaltis, vitória por 4 a 3. [11]

De volta às semifinais após 20 anos, a Croácia enfrentou a Inglaterra no palco da final, Estádio Luzhniki, em Moscou, em 10 de julho. Kieran Trippier abriu o placar aos cinco minutos iniciais após bela cobrança de falta e Perišić empatou o jogo no segundo tempo. Vale também ressaltar que a partida foi à prorrogação e todas as quatro substituições permitidas pela FIFA foram realizadas durante o tempo adicional. Ao segundo tempo da prorrogação, Mario Mandžukić fez o gol da virada e consequente classificação heróica da Croácia ao duelo final, valendo a taça da Copa, contra a Seleção Francesa. [12]

A Final da Copa do Mundo de 2018 entre Croácia e França foi realizada no dia 15 de julho de 2018, no Estádio Luzhniki, em Moscou, às 12:00 (UTC−3).[13] A seleção croata foi derrotada pela França por 4 a 2 ─ gols marcados por Mandzukic contra, Griezmann, Pogba e Mbappé; Perisic e Manduzkic ─ e terminou com o vice-campeonato, encerrando assim a melhor campanha de sua história. [14]

Desempenho em competições[editar | editar código-fonte]

Outros Títulos[editar | editar código-fonte]

Campanhas destacadas[editar | editar código-fonte]

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Camisa quadriculada vermelha e branca, calção branco e meias azuis;
  • 2º - Camisa quadriculada preto e azul, calção preto e meias vermelhas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Alternativo

Uniformes dos goleiros[editar | editar código-fonte]

  • Camisa verde, calção e meias verdes;
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Uniformes de treino[editar | editar código-fonte]

  • Camisa cinza, calção cinza escuro e meias brancas;
  • Camisa cinza, calção e meias cinzas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Jogadores
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Comissão

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2016
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 2014
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 2012
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 2010
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 2008
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 2006
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 2004
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 2002
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 2000
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 1998
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 1996
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Os seguintes jogadores foram convocados para o jogo da Liga das Nações, frente à Croácia Inglaterra, a 12 de Outubro, e um jogo amistoso contra a Jordânia Jordânia, a 15 de Outubro de 2018. Atualizado até 30 de Setembro de 2018

Nome Posição Clube
Livaković Goleiro Croácia Dinamo Zagreb
Kalinić Goleiro Bélgica Gent
Letica Goleiro Bélgica Club Brugge
Vrsaljko Defesa Itália Inter de Milão
Barišić Defesa Escócia Rangers
Mitrović Defesa Bélgica Club Brugge
Milić Defesa Bélgica Anderlecht
Jedvaj Defesa Alemanha Bayer Leverkusen
Vida Defesa Turquia Beşiktaş
Pivarić Defesa Ucrânia Dinamo de Kiev
Rakitić Médio Espanha Barcelona
Kovačić Médio Inglaterra Chelsea
Modrić Médio Espanha Real Madrid
Brozović Médio Itália Inter de Milão
Bradarić Médio Itália Cagliari
Pašalić Médio Itália Atalanta
Rog Médio Itália Napoli
Badelj Médio Itália Lazio
Perišić Avançado Itália Inter de Milão
Čop Avançado Espanha Valladolid
Livaja Avançado Grécia AEK
Santini Avançado Bélgica Anderlecht
Pjaca Avançado Itália Fiorentina
Zlatko Dalić Treinador

Principais jogadores de sua história[editar | editar código-fonte]

(1) Não nasceram na Croácia.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Negrito: Jogadores ainda em atividade

Referências

  1. a b c FIFA.com (novembro de 2015). «Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola». Consultado em 11 de novembro de 2015. 
  2. http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/06/140613_torcedores_croacia_rm_ig_kb.shtml
  3. http://g1.globo.com/esportes
  4. «Croácia demite técnico Ante Cacić antes de duelo decisivo contra a Ucrânia». Globo.com. Consultado em 14 de julho de 2018. 
  5. «Zlatko Dalić é anunciado como novo técnico da seleção croata». UOL. Consultado em 14 de julho de 2018. 
  6. «Croácia vence a Ucrânia fora de casa e vai à repescagem». GloboEsporte.com. Consultado em 14 de julho de 2018. 
  7. «Croácia empata com Grécia e se classifica à Copa do Mundo». Gazeta Esportiva. Consultado em 14 de julho de 2018. 
  8. «Decepção argentina: Veja repercussão do oitavo dia de copa». LANCE. Consultado em 14 de julho de 2018. 
  9. «Campanha na primeira fase da Croácia de Modric supera o lendário time de Suker». GloboEsporte.com. Consultado em 14 de julho de 2018. 
  10. «Subasic pega três pênaltis e Croácia elimina Dinamarca». Yahoo Esportes. Consultado em 14 de julho de 2018. 
  11. «Croácia elimina Rússia nos pênaltis e volta à semifinal após 20 anos». Gazeta Esportiva. Consultado em 14 de julho de 2018. 
  12. «Croácia vence Inglaterra na prorrogação e enfrentará França na final da Copa do Mundo». Terra. Consultado em 14 de julho de 2018. 
  13. https://www.fifa.com/worldcup/matches/match/300331552/#match-liveblog
  14. «França vence a Croácia por 4 a 2 e é bicampeã da Copa». Terra. Consultado em 15 de julho de 2018. 
  15. «Statistics – Most-capped players». European football database. Consultado em 21 de junho de 2018. 
  16. «Croata national football team goal scorers». European football database. Consultado em 21 de junho de 2018. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.