Unione Sportiva Lecce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lecce
Nome Unione Sportiva Lecce
Alcunhas Giallorossi, Salentini, Lupi
Fundação 15 de março de 1908 (115 anos)
Estádio Via del Mare
Capacidade 36.285
Localização Lecce, Itália
Presidente Saverio Sticchi Damiani
Treinador(a) Marco Baroni
Material (d)esportivo M 908 (marca própria)
Competição Serie A
Copa da Itália
Website [1]
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

A Unione Sportiva Lecce é um clube de futebol italiano da cidade de Lecce (região da Apúlia). Disputa atualmente a Serie A, correspondente à primeira divisão nacional.

Historia[editar | editar código-fonte]

A história da Unione Sportiva Lecce começou no dia 15 de março de 1908, quando foi fundado o Sporting Club Lecce. Inicialmente, o futebol, o atletismo e o ciclismo eram os esportes praticados no clube, que se apresentava nas cores preta e branca e era conhecido na Itália como Bianconeri.

Durante os primeiros anos de sua história, o time do Lecce participou apenas de campeonatos regionais e, na temporada 1923/24, teve uma grave crise financeira. Sem dinheiro, a equipe só voltou a disputar jogos oficiais no dia 16 de setembro de 1927, já com o nome de Unione Sportiva Lecce.

No final da década 20, a equipe conquistou a Liga do Sul e garantiu o acesso para a Série B do Campeonato Italiano da temporada 1929/30. O jogo decisivo foi contra o Taranto Sport e o Lecce venceu por 3 a 2 na prorrogação. Em sua primeira participação na segunda divisão, o time terminou em 13.º lugar.

Após a temporada 1931/32, o clube paralisou pela segunda vez suas atividades esportivas. O Lecce voltou quatro anos depois na Série C (atual Lega Pro Prima Divisione) e ficou longos anos sem conseguir resultados positivos. Apenas em 1946, a equipe sagrou-se campeã da terceira divisão.

A equipe do Lecce passou 16 anos na Série C sem conseguir subir de divisão. Em três ocasiões, chegou perto e terminou na segunda colocação. O time voltou a ter uma grande conquista na temporada 1975/76, quando conseguiu o acesso para a Série B.

O Lecce conquistou o acesso para a Série A pela primeira vez em 1985. Porém, voltou a segunda divisão logo no ano seguinte. Apesar do fracasso, a passagem pela divisão principal ficou marcada pela vitória, fora de casa, por 3 a 2 sobre a Roma, que lutava pelo título daquele ano.

A equipe voltou a disputar a primeira divisão em 1988 e ficou três temporadas na elite do futebol italiano. Durante este período, a melhor colocação do time foi um nono lugar (1988/89). O Lecce caiu novamente em 1991 e conquistou o acesso em 1993. Em 1994, passou por muitas reformulações e terminou a Série A na lanterna.

Após o fiasco na temporada 1993/94, a equipe passou por uma grande crise e chegou a cair para a Série C em 1995. Mesmo assim, a equipe se reformulou e subiu para a Série B em 1996. Logo no ano seguinte, conseguiu o acesso para a primeira divisão e voltou a jogar contra os grandes clubes da Itália.

O Lecce passou mais três temporadas (99/00, 00/01 e 01/02) na Série A e caiu novamente. Conseguiu o acesso logo em seguida e em 2004 fez uma campanha razoável, terminando na nona colocação. Na campanha, conseguiu duas vitórias que ficaram marcadas na história do clube, contra a Juventus (4 a 3) e contra a Inter de Milão (2 a 1).

A temporada 2005/06 foi muito complicada para o time, que mudou de técnico por duas vezes durante o campeonato e terminou na 19ª colocação. No ano seguinte, na Série B, teve brigas administrativas e não passou do meio da tabela, tendo que esperar mais tempo para voltar a primeira divisão.

Com uma campanha sólida, o Lecce conquistou o acesso para a Série A na temporada 2007/08. A equipe terminou o campeonato com 83 pontos e com a melhor defesa. A decisão foi contra o AlbinoLeffe em duas partidas. Na primeira, fora de casa, o Lecce venceu por 1 a 0 e garantiu o retorno com o empate por 1 a 1 no segundo jogo.

Inicialmente, Giuseppe Papadopulo seria o treinador dos "Giallorossi", mas divergências entre ele e o diretor-esportivo culminaram com sua saída. Mario Beretta foi escolhido como seu sucessor, e chegou a fazer um bom início de trabalho no clube. Mas uma sequência de quatro derrotas nos últimos cinco jogos fizeram com que Beretta perdesse o emprego, sendo substituído por Luigi De Canio, que permaneceu até 2011. Em 2011-12, Eusebio Di Francesco, o novo comandante da agremiação, foi demitido após nove derrotas nos treze jogos em que ele exerceu a função, e posteriormente o Lecce não evitaria o rebaixamento à Série B.

Na temporada seguinte, Serse Cosmi foi escolhido pela direção do Lecce como novo técnico. O clube acabaria caindo novamente para a Série B, mas, ao final do jogo que definiu o descenso, a torcida aplaudiu Cosmi e seus comandados.

Em 10 de agosto de 2012, o Lecce acabou sendo punido provisoriamente em virtude de seu envolvimento no escândalo "Scommessopoli". O ex-presidente Pierandrea Semeraro foi suspenso de qualquer atividade relacionada a futebol por cinco anos, e o time foi sancionado com o rebaixamento para a Lega Pro Prima Divisione, 16 anos depois de sua última participação no referido campeonato (à época, chamado de Série C).

Em 2018 o Lecce conquistou o acesso para a Série B depois de seis anos de militância na Série C e, em 2019, também a promoção a Série A.

Estádio[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Stadio Via del Mare
Via Del Mare, o estádio onde o Lecce manda seus jogos.

O Lecce manda suas partidas no Stadio Via del Mare, que possui capacidade para abrigar 33.876 torcedores. É o maior estádio da região da Apúlia.

Títulos[editar | editar código-fonte]

O troféu da Série B conquistado pelo Lecce na Temporada 2009-10
Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Campeonato Italiano - Série B 2 2009-10, 2021-22
Itália Campeonato italiano - Serie C 3 1945-46, 1975-76 e 2017-18
Itália Campeonato italiano - Serie C1 1 1995-96
Coppa Itália Lega Pro 1 1975-76
Outras
  • Itália Campeonato Meridional de Primeira Divisão: 1
    • 1928-1929
  • Itália Inglaterra Coppa Italo-Inglesa Semi Profissional: 1
    • 1976

Rivais[editar | editar código-fonte]

O maior adversário do Lecce é o Bari. Também rivaliza com Foggia, Fidelis Andria, Brindisi, Gallipoli, Barletta, Taranto, Napoli, Sampdoria, Salernitana, Reggina, Casertana, Cosenza e Casarano.

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 17 de janeiro de 2024. [1]

  • Capitão: Capitão
  • Lesionado: Lesão
  • Emprestado: Jogadores Emprestados
Goleiros
N.º Jogador
21 Itália Federico Brancolini
30 Itália Wladimiro Falcone
40 Finlândia Jasper Samooja
98 Romênia Alexandru Borbei
Defensores
N.º Jogador Pos.
5 Croácia Marin Pongracic Z
6 Itália Federico Baschirotto Z
26 Suécia Zinedin Smajlovic Z
55 Albânia Kastriot Dermaku Z
59 Argélia Ahmed Touba Vindo de Empréstimo Z
12 Itália Lorenzo Venuti LD
17 França Valentin Gendrey LD
13 Dinamarca Patrick Dorgu LE
25 Itália Antonino Gallo LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
16 Espanha Joan González V
18 Kosovo Medon Berisha V
20 Albânia Ylber Ramadani V
29 França Alexis Blin V
77 França Mohamed Kaba V
83 República Checa Daniel Samek V
8 Tunísia Hamza Rafia M
10 França Rémi Oudin M
Atacantes
N.º Jogador
7 Suécia Pontus Almqvist Vindo de Empréstimo
9 Montenegro Nikola Krstović
11 Itália Nicola Sansone
19 Polónia Marcin Listkowski
22 Zâmbia Lameck Banda
24 Dinamarca Jeppe Corfitzen
27 Brasil Gabriel Strefezza Capitão
45 Romênia Rares Burnete
50 Argentina Santiago Pierotti
91 Itália Roberto Piccoli Vindo de Empréstimo
Comissão técnica
Nome Pos.
Itália Roberto D'Aversa T

Técnicos famosos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • (em italiano) [2]
Bandeira de ItáliaSoccer icon Este artigo sobre clubes de futebol italianos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.