Seleção Norte-Irlandesa de Futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Irlanda do Norte
IrishFA.png
Alcunhas?  Armas verdes e brancas, Norn Iron
Associação Irish Football Association
Confederação UEFA
Material desportivo?  Alemanha Adidas
Treinador Inglaterra Ian Baraclough
Mais participações Pat Jennings (119)
Melhor artilheiro David Healy (36)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

A Seleção Norte-Irlandesa de Futebol representa a Irlanda do Norte nas competições de futebol da FIFA.

História[editar | editar código-fonte]

Não existe nas competições olímpicas; nelas, os norte-irlandeses competem juntamente com os ingleses, escoceses e galeses pelo Reino Unido, cuja seleção obteve (como Grã-Bretanha) as medalhas de ouro nos Olímpicos de 1900, nos Jogos Olímpicos de 1908 e nos Jogos Olímpicos de 1912, apesar de formada basicamente por amadores ingleses.

Com a eleição de Londres como sede dos Jogos de 2012, surgiu a cogitação de que a Seleção Britânica voltasse para disputar a competição (não disputa as qualificações desde 1971). As federações de futebol da Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte recusaram ceder seus jogadores, e decidiu-se amigavelmente que a seleção do Reino Unido competisse apenas com ingleses.

Participou de 3 Copas do Mundo (1958,1982 e 1986), sendo igualada em 2002 pela Irlanda (que já tinha disputado as de 1990 e 1994). Os rivais do sul, entretanto, levam a vantagem por terem conseguido participar de duas Eurocopas (as de 1988 e 2012), torneio que os norte-irlandeses jamais haviam se qualificado até então. Ambas as Seleções têm uniforme similar: camisas e meias verdes e calças brancas, cores nacionais da Ilha da Irlanda, e também utilizadas pela Seleção Irlandesa que existiu entre 1882 e 1950, precursora oficial da Seleção Norte-Irlandesa.

Depois de um período enfrentando decadência futebolística, o selecionado norte-irlandês obteve a classificação inédita para uma fase final de Eurocopa com uma vitória por 3 a 1 contra a Grécia,[2] gols marcados por Steven Davis (2 vezes) e Josh Magennis.

Alguns de seus jogadores mais celebrados são: o meia Danny Blanchflower, líder da equipe na Copa de 58; o goleiro Pat Jennings, um veterano nos mundiais de 82 e 86 (detinha o recorde de ser o mais velho das Copas antes de Roger Milla); o temperamental meia-atacante Keith Gillespie e o atacante George Best, que, embora não tenha jogado nenhuma Copa, é não só o melhor futebolista norte-irlandês, como também foi eleito o melhor jogador britânico da história (superando o inglês Bobby Charlton, campeão mundial em 1966). Best, entretanto, não conseguiu jogar nenhum torneio oficial pela Irlanda do Norte; Gerry Armstrong, autor do gol da vitória histórica de 1 x 0 sobre a anfitriã Espanha na Copa de 1982, que permitiu a classificação norte-irlandesa para a segunda fase (quando foi superada pela França de Platini); e Martin O'Neill, capitão neste mundial. Em 1986, no México, a Espanha deu o troco nos norte-irlandeses, que foram eliminados na primeira fase (ambas as seleções estiveram no Grupo D - do Brasil - que ainda tinha as "Raposas" da Argélia na lanterna).

Curiosidades: até o mundial de 1994, quando Milla disputou o torneio aos 42 anos de idade, a seleção da Irlanda do Norte detinha o jogador mais velho (Pat Jennings, que disputou o mundial de 1986 aos 41 anos) e também o mais novo (Norman Whiteside, aos 17 anos em 1982, superando em alguns dias a marca de Pelé em 1958) das Copas. Este último recorde se mantém até hoje. Billy Bingham é o único presente nos três mundiais da Seleção: o de 1958 como jogador e os outros dois como treinador.

O Estandarte do Ulster, utilizado oficialmente como Bandeira da Irlanda do Norte entre 1953 e 1972, ainda é usado para representar as Seleções Norte-Irlandesas esportivamente, apesar de desde então a bandeira oficial ser a do Reino Unido.

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Os seguintes jogadores foram convocados para o play-off de qualificação da Eurocopa 2020-21 contra a Eslováquia Eslováquia em 12 de novembro e os jogos da Liga das Nações 2020–21 contra a Áustria Áustria em 15 de novembro e a Romênia Romênia em 18 de novembro de 2020.

Atualizado até 26 de Dezembro de 2020

Nome Posição Clube
McGovern Goleiro Inglaterra Norwich City
Peacock-Farrell Goleiro Inglaterra Burnley
Hazard Goleiro Escócia Celtic
Evans Defesa Inglaterra Leicester City
Cathcart Defesa Inglaterra Watford
Dallas Defesa Inglaterra Leeds United
Ferguson Defesa Inglaterra Millwall
Conor McLaughlin Defesa Inglaterra Sunderland
Ryan McLaughlin Defesa Inglaterra Rochdale
Smith Defesa Escócia Heart Of Midlothian
Lewis Defesa Inglaterra Newcastle United
Flanagan Defesa Inglaterra Sunderland
Ballard Defesa Inglaterra Blackpool
McNair Médio Inglaterra Middlesbrough
Whyte Médio País de Gales Cardiff City
Galbraith Médio Inglaterra Manchester United
McCann Médio Escócia St. Johnstone
Kennedy Médio Escócia Aberdeen
Magennis Avançado Inglaterra Hull City
Washington Avançado Inglaterra Charlton Athletic
Boyce Avançado Inglaterra Chelsea
Lafferty Avançado Itália Reggina
Lavery Avançado Irlanda do Norte Linfield
Ian Baraclough Treinador

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

  • Copa do Mundo: 8º lugar - 1958
  • Curiosidade: na copa de 1982 a irlanda do norte bateu o recorde de jogador mais jovem de disputar a copa do mundo, Norman Whiteside disputou a copa com 17 anos e 41 dias.

Jogadores ilustres[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c FIFA.com (11 de junho de 2020). «Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola». Consultado em 10 de julho de 2020 
  2. ESPN.com.br (8 de outubro de 2015). «Com lágrimas, Irlanda do Norte faz história e se garante pela 1ª vez na Euro» 


Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.