Bandeira do Reino Unido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para Super-herói da Marvel Comics, veja Union Jack (Marvel Comics).
Bandeira do Reino Unido
Bandeira do Reino Unido
Proporção 1:2
Adoção 1 de janeiro de 1801
Cores
  Azul
  Vermelho
  Branco
Tipo Nacionais

A bandeira nacional do Reino Unido da Grã-Bretanha e da Irlanda do Norte, também conhecida por Bandeira da União, é resultado da sobreposição desses elementos:

O País de Gales, a outra nação britânica, por sua vez, nunca foi representado na bandeira do Reino Unido, tendo sido neste sentido considerado, juntamente com a Cornualha, como uma região da Inglaterra, portanto também representado na bandeira da União pela bandeira inglesa, da cruz de São Jorge. Os galeses, cuja bandeira oficial constitui-se em um dragão vermelho sobre fundo horizontalmente dividido entre as cores branca (metade superior) e verde (inferior), também têm sua própria cruz, a de São Davi (amarela, no meio, sobre fundo preto).

Em 1 de maio de 1707, ocorreu a união das coroas da Inglaterra e Escócia, dando origem ao Reino da Grã-Bretanha, cuja bandeira uniu a cruz de São Jorge à cruz de Santo André. A União da Irlanda com a Grã-Bretanha, e consequente adição da cruz de São Patrício, só se realizaria em 1801, dando origem ao Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda.

A bandeira ficaria inalterada mesmo com a independência da maior parte da Irlanda, que tornou-se em 1922 um país reconhecidamente independente com o nome oficial de República da Irlanda, fazendo o Reino Unido alterar seu nome oficial para o atual.

Composição histórica da Bandeira do Reino Unido

Comunidade Britânica[editar | editar código-fonte]

As antigas bandeiras coloniais britânicas ocasionalmente embutiam nelas mesmas a bandeira do Reino Unido, normalmente no canto superior esquerdo, situação ainda corrente em territórios ainda pertencentes ao país. Muitas ex-possessões britânicas, ao adquirirem independência, alteraram não só seus nomes, como também suas bandeiras de forma que a referência à Union Flag foi retirada do pavilhão nacional, para simbolizar o fim dos tempos coloniais.

Entretanto, alguns países soberanos ainda utilizam a bandeira do Reino Unido, todos da Oceania: notadamente Austrália e Nova Zelândia - cujas dependências de Niue e Ilhas Cook também utilizam a bandeira britânica -, além de Fiji e Tuvalu. Por muito tempo também a África do Sul, mesmo após a independência em 1910, usou bandeiras que incluíam referências à britânica. O Canadá tornou-se independente em 1931, mas continuou a utilizar a bandeira adotada dez anos antes até 1957, quando outra bandeira que também exibia o símbolo britânico passou a ser utilizada. Esta perdurou até 1965, quando foi trocada pela atual.

A Rodésia do Sul, quando declarou em 1964 independência não-reconhecida, tornando-se então simplesmente Rodésia (pois a Rodésia do Norte, independentemente reconhecida, mudara de nome para Zâmbia), também procurou apagar o registro colonial em sua bandeira de facto, embora a bandeira de jure ainda carregasse o símbolo britânico. Só quando tornou-se reconhecidamente o Zimbábue, quinze anos depois, é que a bandeira oficial do país ficaria sem a marca britânica.

O Havaí, atualmente estado dos Estados Unidos, também comporta a bandeira britânica na parte superior esquerda de sua bandeira, desde a época em que foi ocupado pelos britânicos. É o único Estado dos EUA a fazer referência ao Reino Unido na bandeira.

Também aparece nos estados australianos de Nova Gales do Sul, Queensland, Austrália Meridional, Austrália Ocidental, Victoria e Tasmânia; e nos estados canadenses da Colúmbia Britânica, Ontário e Manitoba

Países soberanos[editar | editar código-fonte]

Dependências[editar | editar código-fonte]

Território Bandeira Adotada Tipo País soberano
Akrotiri and Dhekelia Bases Britânicas Soberanas 1801 Territórios britânicos ultramarinos Reino Unido
Anguila Anguilla 1990
Ilha de Ascensão Ilha de Ascensão 2013
Bermudas Bermudas 1910
Território Britânico Antártico Território Antártico Britânico 1963
Território Britânico do Oceano Índico Território Britânico do Oceano Índico 1990
Ilhas Virgens Britânicas Ilhas Virgens Britânicas 1960
Ilhas Cayman Ilhas Cayman 1958
Ilhas Cook Ilhas Cook 1979 Reino da Nova Zelândia Nova Zelândia
Ilhas Malvinas Ilhas Malvinas 1999 Territórios britânicos ultramarinos Reino Unido
Niue Niue 1975 Reino da Nova Zelândia Nova Zelândia
Montserrat Montserrat 1909 Territórios britânicos ultramarinos Reino Unido
Ilhas Pitcairn Ilhas Pitcairn 1984
Ross Dependency Nova Zelândia 1975 Reino da Nova Zelândia Nova Zelândia
Santa Helena Santa Helena (território) 1984 Territórios britânicos ultramarinos Reino Unido
Ilhas Geórgia do Sul e Sandwich do Sul Ilhas Geórgia do Sul e Sandwich do Sul 1985
Tristão da Cunha Tristão da Cunha 2002
Turks e Caicos Ilhas Turks e Caicos 1968

Estados-membros de países[editar | editar código-fonte]

Antigas bandeiras coloniais[editar | editar código-fonte]

América

Eurásia

África

Oceania

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre vexilologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.