Seleção Equatoriana de Futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Equador
FEFecu.png
Alcunhas?  La Tri
La Tricolor (A Tricolor)
La Banana Mecánica (A Banana Mecânica)
Associação Federação Equatoriana de Futebol
Confederação CONMEBOL
Material desportivo?  Equador Marathon
Treinador Argentina Gustavo Alfaro
Capitão Enner Valencia
Mais participações Iván Hurtado (168)
Melhor artilheiro Agustín Delgado (31)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

A Seleção Equatoriana de Futebol representa o Equador nas competições da FIFA.

História[editar | editar código-fonte]

É controlada pela Federación Ecuatoriana de Fútbol. É atualmente uma grande equipe que vem evoluindo sistematicamente ao longo dos últimos anos, tendo disputado os Mundiais de 2002 e 2006 neste período. A melhor colocação em uma Copa América foi um quarto lugar, em 1993, além do quarto lugar no Sul-Americano extra de 1959.

Na Copa da Alemanha, o Equador chegou às oitavas de final, sendo eliminado pela Inglaterra, com gol de David Beckham.

O primeiro grande título: Pan 2007[editar | editar código-fonte]

Nos Jogos Pan-americanos de 2007, o Equador chegou pela primeira vez à final desse campeonato oficial com uma grande e surpreendente campanha: na primeira fase, um empate e duas vitórias, sendo que uma destas contra o favorito Brasil, a quem eliminou da competição. Na semifinal, venceu o "Clássico Andino" contra a Bolívia. Na grande final, disputou a medalha de ouro contra a igualmente surpreendente Jamaica e venceu, em uma virada emocionante, por 2x1 - gols de Jefferson Montero e Edmundo Zura - e, de maneira invicta, conseguiu o tão sonhado título. O técnico campeão é Sixto Vizuete.

Jogos Bolivarianos[editar | editar código-fonte]

Nos Jogos Bolivarianos, obteve duas medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze.

Estádio[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Estádio Olímpico Atahualpa
Visão aérea do estádio em 2017

A seleção equatoriana joga seus jogos em casa no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito. Tendo sido inaugurado em 1951, inicialmente tinha uma capacidade de 45 000, mas foi posteriormente reduzido para 35 724.

O estádio conta com uma pista de atletismo, sendo utilizado pela World Athletics, entidade que rege o esporte no mundo.[2]

Está para ser demolido a fim de que seja construído um novo estádio no local, como preparações para a Copa América de 2024.[3][4] Nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2022, o Equador está jogando no Estádio Rodrigo Paz Delgado (La Casa Branca).[5]

Títulos[editar | editar código-fonte]

 Outros títulos[editar | editar código-fonte]

  • Copa Coréia: 1 (1995)
  • Copa Canadá: 1 (1999)
  • Copa Desafio Latino: 1 (2007)
  • Torneio da Amizade: 1 (2003)
  • Copa Municipal de Honduras: 1 (2011)
  • Copa Claro: 1 (2012)

 Títulos de base[editar | editar código-fonte]

 Seleção Sub-19[editar | editar código-fonte]

  • Campeonato Extraordinário Juvenil: 1 (1966)

Seleção Sub-17[editar | editar código-fonte]

  • Copa Costa Azul: 2 (2009 e 2010)
  • Quadrangular em Lima: 1 (2010)

Seleção Sub-16[editar | editar código-fonte]

  • Copa México de Nações: 1 (2014)

TOTAL: 14 títulos

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes dos jogadores[editar | editar código-fonte]

  • Uniforme principal: Camisa amarela, calção e meias azuis;
  • Uniforme reserva: Camisa azul, calção e meia brancas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2020
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 2019
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 2016-17
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Reserva
  • 2015
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2014
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2011
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2008
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2006
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2003
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2002
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 1998
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Escudo utilizado até 2020.

Fornecedor esportivo[editar | editar código-fonte]

Marca Período
Nenhum 1939-1984
Alemanha Adidas 1985
Equador Credeport 1986-1990
Alemanha Puma 1991–1992
Inglaterra Reebok 1993–1994
Equador Marathon 1994–presente

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Os seguintes 29 jogadores foram convocados para os jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA 2022 contra a Venezuela Venezuela e o Chile Chile em 11 e 16 de novembro de 2021. [6]

Atualizado até 10 de novembro

Nome Posição Clube
Domínguez Goleiro Uruguai Cerro Largo
Ramírez Goleiro Equador Independiente del Valle
Galíndez Goleiro Equador Universidad Católica
Ortiz Goleiro Equador Emelec
Cruz Defesa Equador LDU Quito
Torres Defesa México Santos
Preciado Defesa Bélgica Genk
León Defesa Equador Barcelona
Arreaga Defesa Estados Unidos Seattle Sounders
Palacios Defesa Estados Unidos Los Angeles FC
Rodríguez Defesa Equador Emelec
Estupiñán Defesa Espanha Villarreal
Hincapié Defesa Alemanha Bayer Leverkusen
Arboleda Defesa Brasil São Paulo
Castillo Defesa Equador Barcelona
Gruezo Médio Alemanha Augsburg
Corozo Médio Equador Delfín
Sarmiento Médio Inglaterra Brighton & Hove Albion
Preciado Médio México Santos Laguna
Mena Médio México León
Plata Médio Portugal Sporting
Franco Médio Brasil Atlético Mineiro
Rojas Médio Brasil São Paulo
Carcelén Médio Equador Barcelona
Moisés Caicedo Médio Inglaterra Brighton & Hove Albion
Méndez Médio Estados Unidos Orlando City
Jordy Caicedo Avançado Bulgária CSKA Sófia
Estrada Avançado México Toluca
Angulo Avançado México Cruz Azul
Reasco Avançado Equador LDU Quito
Gustavo Alfaro Treinador

Desempenho nas Copas do Mundo[editar | editar código-fonte]

  • 1930 - Não participou
  • 1934 - Não participou
  • 1938 - Não participou
  • 1950 - Não participou
  • 1954 - Não participou
  • 1958 - Não participou
  • 1962 - Não se classificou
  • 1966 - Não se classificou
  • 1970 - Não se classificou
  • 1974 - Não se classificou
  • 1978 - Não se classificou
  • 1982 - Não se classificou
  • 1986 - Não se classificou
  • 1990 - Não se classificou
  • 1994 - Não se classificou
  • 1998 - Não se classificou
  • 2002 - 24º Lugar (Primeira Fase). Campanha: 0x2 Itália, 1x2 México, 1x0 Croácia.
  • 2006 - 12º Lugar (Oitavas de final). Campanha: 2x0 Polônia, 3x0 Costa Rica, 0x3 Alemanha, 0x1 Inglaterra.
  • 2010 - Não se classificou
  • 2014 - 17º Lugar (Primeira Fase). Campanha: 1x2 Suiça, 2x1 Honduras, 0x0 França.
  • 2018 - Não se classificou

Na história das Copas: 3 Participações, 9 Jogos, 4 Vitórias, 5 Derrotas, 9 Gols Pró, 11 Gols Contra, -2 Gol de Saldo, 43% de Aproveitamento de Pontos.

Jogos da seleção equatoriana em Copas do Mundo[editar | editar código-fonte]

Desempenho na Copa América[editar | editar código-fonte]

  • 1916 - 1937 - Não participou
  • 1939 - 5º colocado
  • 1941 - 5º colocado'
  • 1942 - 7º colocado
  • 1945 - 7º colocado
  • 1946 - Não participou
  • 1947 - 6º colocado Equador (sede)
  • 1949 - 7º colocado
  • 1953 - 7º colocado
  • 1955 - 6º colocado
  • 1956 - Não participou
  • 1957 - 7º colocado
  • 1959 - Não participou
  • 1959 - 4º colocado Equador (sede)
  • 1963 - 6º colocado
  • 1967 - 7º colocado
  • 1975 - Primeira-Fase
  • 1979 - Primeira-Fase
  • 1983 - Primeira-Fase
  • 1987 - Primeira-Fase
  • 1989 - Primeira-Fase
  • 1991 - Primeira-Fase
  • 1993 - 4º colocado Equador (sede)
  • 1995 - Primeira-Fase
  • 1997 - Quartas de final
  • 1999 - Primeira-Fase
  • 2001 - Primeira-Fase
  • 2004 - Primeira-Fase
  • 2007 - Primeira-Fase
  • 2011 - Primeira-Fase
  • 2015 - Primeira-Fase
  • 2016 - Quartas de final
  • 2019 - Primeira-Fase
  • 2021 - Quartas de final

Principais jogadores[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome ref_fifa_rank_masc
  2. «Conocé el Estadio Olímpico Atahualpa». Sitio Oficial de la Asociación del Fútbol Argentino (em espanhol). Consultado em 25 de junho de 2021 
  3. «El estadio Olímpico Atahualpa será demolido a finales del 2020 y se levantará otro estadio con mayor capacidad». El Universo. 13 de janeiro de 2020. Consultado em 24 de junho de 2021 
  4. Larrea, Felipe (31 de março de 2021). «El nuevo Arena Atahualpa costará alrededor de USD 100 millones». Primicias. Consultado em 24 de junho de 2021 
  5. «Ecuador cambia sede de eliminatorias hacia Mundial de Qatar 2022» (em espanhol). Prensa Latina. Consultado em 25 de junho de 2021 
  6. «Washington Corozo fue convocado por Ecuador para las Eliminatorias Qatar 2022» (em espanhol). El Comercio. 29 de agosto de 2021. Consultado em 29 de agosto de 2021