Conmebol TV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Conmebol TV
Tipo Canal de televisão por assinatura
País  Brasil
Fundação 15 de setembro de 2020 (7 meses)
por CONMEBOL e Grupo Bandeirantes de Comunicação
Pertence a CONMEBOL
Proprietário CONMEBOL
Sede São Paulo, SP
Slogan O Canal do Futebol Sul-Americano
Formato de vídeo 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Cobertura Nacional
Página oficial conmebol.com/pt-br
Disponibilidade por satélite
SKY
Claro TV
Disponibilidade por cabo
Claro TV
Disponibilidade digital
DirecTV Go
Simulcast

Conmebol TV (estilizado em caixa alta) é um canal de televisão por assinatura brasileiro em pay-per-view, lançado no dia 15 de setembro de 2020 que transmite a Copa Libertadores da América, a Copa Sul-Americana e a Recopa Sul-Americana. Pertence à Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL), sendo que a produção e a programação do canal é do Grupo Bandeirantes de Comunicação em parceria com as empresas FC Diez Media e IMG.[1][2][3][4]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em 2018, a Conmebol anunciou mudanças na forma que eram feitas as transmissões televisivas de seus campeonatos. A entidade passaria ser responsável pela geração da transmissão, que antes recaía as emissoras locais de cada país.[5] Com isso, houve mudanças também para as emissoras, que passaram a somente retransmitir o que era produzido. No mesmo ano, foi feita uma licitação para o período de 2019 a 2020. No Brasil, a transmissão dos campeonatos passou a ser feita da seguinte forma:[6][7]

Copa Libertadores[editar | editar código-fonte]

Copa Sul-Americana e Recopa[editar | editar código-fonte]

  • O DAZN obteve o direito total sobre ambas as competições, sendo que alguns jogos da Copa Sul-Americana foram retransmitidos pela RedeTV!.[8]

Criação do canal[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2020, por conta da pandemia de COVID-19, algumas emissoras tentaram renegociar seus contratos com a CONMEBOL. Sem sucesso, o Grupo Globo (que detinha aos direitos de transmissão da Libertadores) e o DAZN (que possuía os direitos de exibição da Copa Sul-Americana e da Recopa), rescindiram seus respectivos contratos com a confederação, deixando assim, que os jogos pertencentes a ambas ficassem sem transmissão na televisão brasileira.[9][10]

Em setembro de 2020, a CONMEBOL anunciou que os jogos da Copa Libertadores da América na TV Aberta que antes pertenciam a Rede Globo, passaram a ser do SBT até 2022.[11] Já as negociações para transmissão dos jogos da competição na TV Fechada (que também pertenciam ao Grupo Globo) e os da Recopa e da Copa Sul-Americana, ficaram em um primeiro momento, sem emissora definida. Contudo, em 14 de setembro, a confederação anunciou que havia fechado parceria com o Grupo Bandeirantes de Comunicação e com as empresas FC Diez Media e IMG para criação de um canal no sistema pay-per-view, onde os jogos que estavam sem uma emissora para a transmissão, fossem exibidos.[1] O valor do pacote incialmente foi de R$ 39,90 mensais e a distribuição foi feita inicialmente pelas operadoras Sky, Claro TV e pela plataforma de streaming DirecTV Go.

Campeonatos transmitidos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «CONMEBOL TV entra no lineup da Claro e da SKY | CONMEBOL». www.conmebol.com. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  2. Superesportes; Superesportes (14 de setembro de 2020). «Conmebol fecha parceria inédita com Bandsports para a transmissão da Libertadores». Superesportes. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  3. «Band e Conmebol fecham acordo para criar PPV da Libertadores no Brasil». www.uol.com.br. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  4. TV, Notícias da (14 de setembro de 2020). «Band e Conmebol fecham acordo para transmitir Libertadores na TV paga». Notícias da TV. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  5. Lobo, Felipe. «Conmebol anuncia que terá licitação aberta por direitos de TV da Libertadores em 2019». Trivela. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  6. «Conmebol anuncia licitação de direitos da Libertadores na TV aberta». www.uol.com.br. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  7. «Conmebol acerta direitos de TV para Libertadores de 2019 a 2022». VEJA. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  8. Esporte, Máquina do (11 de fevereiro de 2019). «RedeTV! fecha acordo com DAZN e terá Sul-Americana e Italiano». Máquina do Esporte. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  9. «DAZN devolve direitos de transmissão da Copa Sul-Americana e da Recopa». www.uol.com.br. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  10. «Em carta à Conmebol, Globo rescinde contrato da Libertadores». Folha de S.Paulo. 6 de agosto de 2020. Consultado em 15 de setembro de 2020 
  11. «SBT transmitirá a CONMEBOL Libertadores no território brasileiro | CONMEBOL». www.conmebol.com. Consultado em 15 de setembro de 2020