Bradesco Esportes FM

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bradesco Esportes FM
{{{alt}}}
Rádio e Televisão Bandeirantes Ltda.
País  Brasil
Frequência(s) FM 94.1 MHz (São Paulo)
FM 91.1 MHz (Rio de Janeiro)
Canais Oi TV: Canal 961
Sede São Paulo, SP
Rua Radiantes, 13 - Jardim Leonor
Slogan A rádio do seu esporte
Fundação 17 de maio de 2012 (4 anos)
Fundador João Jorge Saad
Pertence a Grupo Bandeirantes de Comunicação
Formato Rede de rádio comercial
Gênero Esportes
Idioma (português brasileiro)
Página oficial bradescoesportesfm.band.uol.com.br
Rede Verão

Bradesco Esportes FM é uma rede de rádios brasileira com sede no município de São Paulo, São Paulo, e emissora na cidade do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. A rede faz parte do Grupo Bandeirantes de Comunicação, e foi fundada em 17 de maio de 2012 em substituição à Rede Verão, projeto do Grupo Bel originado do fim das operações da Oi FM. Sua programação é especializada em esportes e jornalismo do gênero e possui uma cota publicitária máster com o banco Bradesco.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Após a extinção da Oi FM em rede de rádios, houve diversas cogitações possíveis: a manutenção da programação jovem-adulta qualificada já conhecida do projeto anterior e findo, ou uma mudança radical em sua grade e filosofia. Mas o destino de marca tinha um rumo certo: a rádio seria customizada, isto é, com uma marca estampando seu nome.

Depois de tantos mistérios, foi definido o futuro da Rede Verão, como foi conhecido o projeto provisório do Grupo Bel: um banco seria o patrocinador master, teria a parceria do já forte Grupo Bandeirantes de Comunicação e haveria mudanças profundas na grade e filosofia: a rádio passaria a se dedicar ao mundo dos esportes. Um projeto até então inédito no Brasil, mas de sucesso em países da Europa e nos Estados Unidos.[2][3] A emissora estreou em todas as localidades aonde o Grupo Bel tinha concessão para transmitir o sinal de rádio como parte do pacote da empresa, exceto em Recife onde o Grupo Bandeirantes não tinha pretensão de lançar a emissora na cidade, o sinal foi ocupado com o lançamento da Globo FM.[4]

Durante os momentos de expectativa, foram realizadas contratações de nomes de outras rádios e dos próprios sportes, além de aproveitamento de nomes da casa. Uma das principais contratações foi a de José Carlos Araújo, o "Garotinho", egresso da Rádio Globo, que esteve no time do Rio por quase 2 anos (se transferiu para a Transamérica vindo Edilson Silva em seu lugar), e de Álvaro José, jornalista especializado em esportes olímpicos, e que retorna ao Grupo Band. A voz-padrão, em chamadas e institucionais, é de Sérgio Patrick, que atualmente também faz chamadas de expectativa nas rádios que integrarão a rede. Em Porto Alegre, José Aldo Pinheiro, que durante mais de 15 anos esteve na Rádio Gaúcha, foi contratado para este novo projeto.

Em 26 de setembro de 2012, a emissora do Rio de Janeiro é inaugurada. A Esportes FM de Porto Alegre, RS foi descontinuada na cidade a partir de 31 de março de 2013. Segundo Leonardo Meneghetti do Grupo Bandeirantes, os programas locais seriam adicionados na Ipanema FM e na Rádio Bandeirantes de Porto Alegre.[1] A Esportes FM de Belo Horizonte teve seu corte nos programas locais em janeiro de 2013 e sua equipe foi absorvida pela BandNews FM, e até junho do mesmo ano seguiu retransmitindo a cabeça da rede Bradesco Esportes FM.[1] Ao final deste período, a emissora foi extinta e deu lugar a afiliada da Rede do Bem.

Em 31 de julho de 2013, as transmissões de futebol próprias da rádio em SP acabaram, o que culminou na demissão do narrador Hugo Botelho e do repórter Vanderlei Lima. Desde então, as transmissões de jogos de Futebol passaram a ser realizadas em conjunto com a rádio BandNews FM, também do Grupo Bandeirantes. No entanto, a rádio continuou transmitindo com equipe própria jogos de outros esportes, como basquete e rugby e passou a veicular também os sons do gênero rock dosadas com as informações esportivas. Em 9 de março de 2014, no jogo Corinthians x São Paulo pelo Campeonato Paulista, voltou a transmitir futebol com equipe própria que aos poucos vem sendo remontada que atuará nos principais jogos contando com profissionais como Renato Rainha (que também trabalha na Nativa FM) e os profissionais que já estavam na emissora, além da volta de Alexandre Preatzel a função de comentarista. Em 18 de março de 2014, Milton Neves também se junta a emissora com o programa Histórias do Futebol com narrações antigas de profissionais que passaram pela Rádio Bandeirantes como Fiori Gigliotti, Pedro Luiz, Flávio Araújo entre outros. Também no mesmo dia, estreou a segunda edição do Mundo dos Esportes com apresentação de Denilson e Cláudio Zaidan e o novo Nossa Área na faixa das 20h comandado por Robson Ramos (que também trabalha na Band FM), entre outras aquisições.

Em 2015, a Bradesco Esportes FM começou uma retomada, recontratando profissionais demitidos.[5] Para os Jogos Olímpicos de Verão de 2016, a emissora recebeu do Bradesco mais de 500 mil reais.[6] Em janeiro de 2017, é noticiado que a Bradesco Esportes FM estaria em vias de ser extinta, de acordo com o jornalista Flávio Ricco, pelas dificuldades em renovação de contrato com o Bradesco, sendo que o mesmo pode romper a parceria com o Grupo Bandeirantes e o Grupo Bel a qualquer momento.[5][6] Por conta disso, o programa comandado pelo jornalista José Luiz Datena seria movido para a Rádio Bandeirantes.[7] Posteriormente, é anunciado que a emissora será encerrada em 12 de março de 2017. Alguns profissionais da rádio deverão ser realocados em outras emissoras do Grupo Bandeirantes[8] e as frequências de São Paulo e Rio de Janeiro deverão ser arrendadas.[5][6] O Grupo Bandeirantes negou as informações dadas pela imprensa sobre o encerramento da rádio.[9]

Emissoras[editar | editar código-fonte]

Emissora Cidade Frequência Prefixo RDS
Bradesco Esportes FM São Paulo, SP FM 94.1 MHz[nota 1] ZYU 650 Sim
Bradesco Esportes FM Rio de Janeiro, RJ FM 91.1 MHz[nota 2] ZYD 490 Sim

Antigas emissoras[editar | editar código-fonte]

Emissora Cidade UF Frequência Situação/afiliação atual Período de afiliação
Esportes FM Porto Alegre RS FM 90.3 MHz[nota 3] Felicidade Gospel FM 2012-2013
Esportes FM Belo Horizonte MG 94.1 MHz Rede do Coração 2012-2013

Notas

  1. Frequência pertencente à Rede Mundial de Comunicações.
  2. Concessão em Petrópolis, RJ.
  3. Frequência pertencente ao Grupo Dial de Comunicação, operada pelo Grupo Bel.

Referências

  1. a b c «Extra: Esportes FM encerra suas operações em Porto Alegre a partir de março». Tudo Rádio. 25 de fevereiro de 2013. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  2. Starck, Daniel. «TudoRádio.com: Bandeirantes e Grupo Bel lançam rede de esportes em FM» 
  3. «TudoRádio.com: Bradesco Esportes FM já atua nos centros onde existia a Rede Verão» 
  4. Starck, Daniel (14 de janeiro de 2013). «Exclusivo: Globo FM estréia no Recife ocupando canal que seria da Esportes FM». Tudo Rádio. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  5. a b c Anderson Cheni (7 de fevereiro de 2017). «Bradesco Esportes FM é encerrada». Comunique-se. Consultado em 8 de fevereiro de 2017 
  6. a b c Otto Rezende (7 de fevereiro de 2017). «Rádio Bradesco Esportes FM encerrará atividades em março». Portal Mídia Esporte. Consultado em 8 de fevereiro de 2017 
  7. Flávio Ricco (31 de janeiro de 2017). «Datena terá programa diário na rádio Bandeirantes». Coluna do Flávio Ricco. UOL. Consultado em 7 de fevereiro de 2017 
  8. Flávio Ricco (7 de fevereiro de 2017). «Fim da rádio Bradesco FM está decretado». Coluna do Flávio Ricco. UOL. Consultado em 7 de fevereiro de 2017 
  9. Daniel Starck (7 de fevereiro de 2017). «Colunista do UOL aponta o fim da Bradesco Esportes FM para o dia 12 de março». Tudo Rádio. Consultado em 8 de fevereiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]