Rádio Globo São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rádio Globo São Paulo
{{{alt}}}
Rádio Globo de São Paulo Ltda.
Rádio Difusora Atual Ltda.
País  Brasil
Frequência(s) AM 1100 kHz
FM 94.1 MHz
Canais 318 (Claro TV)
781 (Sky)
958 (Oi TV)
300 (NET)
Sede Bandeira da cidade de São Paulo.svg São Paulo, SP
Tower Bridge Corporate, 24º andar - Avenida Jornalista Roberto Marinho, 85 - Itaim Bibi
Slogan Se toca você, toca aqui!
Fundação 1 de maio de 1952 (66 anos)
Fundador Victor Costa
Pertence a Sistema Globo de Rádio (Grupo Globo)
Proprietário(s) Roberto Irineu Marinho
Antigo(s) proprietário(s) Victor Costa (1952-1959)
Victor Costa Júnior (1959-1966)
Roberto Marinho (1966-2003)
Sócio(s) Roberto Irineu Marinho (sócio presidente)
José Roberto Marinho e João Roberto Marinho (sócios majoritários)
Formato Comercial
Género Entretenimento, Jornalismo e Esportes
Faixa etária Todas as idades
Afiliações Rádio Globo
Idioma (português brasileiro)
Prefixo ZYK 694 (AM)
ZYU 650 (FM)
Prefixo(s) anterior(es) PRG 9
Nome(s) anterior(es) Rádio Nacional de São Paulo (1952-1977)
Rádio Nacional Globo (1977-1978)
Rádio Globo Nacional (1978-1979)
Emissoras irmãs CBN São Paulo
TV Globo São Paulo
Cobertura Estado de São Paulo (AM)
Grande São Paulo e áreas próximas (FM)
Coord. do transmissor AM
FM
Dados técnicos Potência: 150 kW (AM)
22 kW (FM)
Classe: A1
RDS: Sim
Webcast Ouça ao vivo
Aplicativo móvel iTunes Store: [1]
Google Play: [2]
Página oficial radioglobo.globo.com

Rádio Globo São Paulo é uma emissora de rádio brasileira sediada na cidade de São Paulo, capital do estado homônimo. Opera nos dials AM 1100 kHz e FM 94.1 MHz, e é uma emissora própria da Rádio Globo. Seus estúdios estão localizados no Centro Empresarial Nações Unidas, no Itaim Bibi, juntamente com sua co-irmã CBN São Paulo. Seus transmissores para AM estão no Jardim Panorama, e seus transmissores para FM estão na Torre Rede Mundial, no alto do Edifício Liège, no Espigão da Paulista.

História[editar | editar código-fonte]

A emissora foi inaugurada em 1.º de maio de 1952 como Rádio Nacional pelo empresário Victor Costa, proprietário das Organizações Victor Costa. Sua programação, a exemplo do que fazia a emissora homônima do Rio de Janeiro era composta por programas de auditório, radionovelas e programas humorísticos. Foi a primeira rádio que teve uma vinheta cantada, na voz de Hebe Camargo, e foi também a primeira grande emissora onde trabalhou Silvio Santos, que antes havia sido locutor de comerciais na Rádio Independência de São Bernardo do Campo.[1]

Em 1966, todos os veículos de comunicação da OVC foram adquiridos por Roberto Marinho, e passaram a fazer parte das Organizações Globo. A emissora assume em 1967 a liderança do rádio AM em São Paulo, apostando numa programação popular e também de jornalismo, repetindo a fórmula da Rádio Globo Rio de Janeiro, mas sofreu com a forte concorrência da Rádio Record, sendo que ou liderava de forma apertada ou tecnicamente empatada.[1]

Por exigência do Governo Federal, que registrou para si o nome "Rádio Nacional", a emissora passou a se chamar Rádio Nacional Globo em 1977 e Rádio Globo Nacional em 1978, até adotar em 1979 o nome atual.[1] Em 1988, perde a liderança para a Record, mas recupera um ano depois nas transmissões esportivas e um ano mais tarde recupera a liderança também no popular, estando nessa condição de líder geral do AM paulistano até hoje mesmo com a queda geral em todas as emissoras AM segundo dados do IBOPE.

Em 2001 passou a liderar junto com a Globo Rio a Rede Globo de Rádio tornando-se co-geradora da rede que conta com mais de 30 emissoras. Assim como a matriz carioca, recentemente vem aumentando o número de programas produzidos em São Paulo visando ficar mais regional possível mas alguns em vários horários são retransmitidos também pela Rádio Globo Minas deixando aos poucos de entrar em rede com a emissora do Rio de Janeiro. A emissora vem estreando gradativamente a nova programação com um perfil ainda mais local deixando de vez de entrar em rede com a matriz do Rio (na qual entra apenas nas madrugadas).

No início de 2013 passa a adotar nas jornadas esportivas o nome Rádio Globo Futebol Clube (substituindo a marca Futebol Show) e também adota o slogan "A rádio do torcedor paulista" (substituído em 2014 pelo slogan "A casa do futebol paulista"). Assim como a emissora do Rio passa a ter também o Domingaço da Globo, sendo que no caso paulista são 14h seguidas de programação esportiva.

Em 1º de dezembro de 2015, a Rádio Globo demite o narrador esportivo Doni Vieira, o repórter Rafael Esgrilis e outros profissionais. Além disso, anuncia que em 2016, transmitirá o Futebol em SP em cadeia com a CBN São Paulo, no mesmo formato da Fórmula 1. Em janeiro de 2017, com a integração de mídias do Grupo Globo, a emissora passa a contar com nomes da Rede Globo e do SporTV nas transmissões esportivas, que passam a usar o nome Futebol Globo no Rádio.[2]

Em 31 de março, o Sistema Globo de Rádio anunciou uma reformulação da programação da Rádio Globo, que passaria a adotar uma programação de entretenimento e informalidade em substituição ao estilo popular que a emissora possuía desde a década de 1970.[3][4] Após uma pré-estreia em 5 de junho na internet e aplicativos móveis, a nova programação estreou no dial em 12 de junho. A grade local da Rádio Globo São Paulo passou a contar com o Café das Seis, apresentado por Mariana Godoy e Mentor Neto, substituindo o Manhã da Globo.[5] O Globo Esportivo foi movido para o horário noturno, continuando sob a apresentação do narrador Oscar Ulisses, e no antigo horário do programa estreou o Zona Mista, apresentado por Paulo Bonfá e Rudy Landucci.

Além das reformulações na programação, foi anunciada também a estreia da emissora no dial FM, juntamente com a nova programação[3] (fato que acabou não ocorrendo).[6] A frequência, divulgada oficialmente alguns dias antes da estreia da nova grade e confirmando as especulações da mídia, foi a 94.1 MHz, pertencente à Rede Mundial de Comunicações, que havia sido usada anteriormente pela Bradesco Esportes FM. Questões técnicas impossibilitaram a estreia da nova emissora em 12 de junho, como ajustes para melhorar a cobertura, porém a emissora passou a retransmitir a sua programação no FM apenas em 23 de junho de 2017, às 12h42.[7][8]

Em 2018, a Rádio Globo São Paulo deixou sua sede na Santa Cecília, e passou a operar a partir de novos estúdios no 24º andar do edifício Tower Bridge Corporate, dentro do Centro Empresarial Nações Unidas, no Brooklin Novo, juntamente com a CBN São Paulo.[9]

Em agosto de 2018, o Sistema Globo de Rádio comunica o desligamento de suas rádios AM, incluindo a frequência da Rádio Globo São Paulo, que passariam a operar somente com suas frequências no FM.[10] Inicialmente, a emissora estava inclusa no desligamento que aconteceria em 1.º de setembro, mas após a data ser adiada, foi anunciado que a 1100 kHz permaneceria no ar auxiliando na cobertura da FM 94.1.

Programas e comunicadores[editar | editar código-fonte]

Locais
Nacionais

Além dos programas, a Rádio Globo São Paulo transmite o boletim #Globo para a rede, em cinco edições

Equipe esportiva[editar | editar código-fonte]

Transmissões conjuntas com a CBN São Paulo, podendo ser geradas individualmente em caso de jogos simultâneos. Em 2017, membros da Rede Globo e do SporTV passaram a fazer parte da equipe formando o Futebol Globo no Rádio.

  • Oscar Ulisses, Marcelo do Ó e Vinícius Moura, narradores;
  • Paulo Vinicius Coelho, Mário Marra, Raphael Prates, Caio Ribeiro, Casagrande e Gabriel Dudziak, comentaristas;
  • André Sanches, Bruno Faria, Gabriel Dudziak, Guilherme Pradella, Gustavo Zupak, Roberto Lioi e Vinícius Moura, repórteres;
  • André Sanches, Gustavo Zupak, Roberto Lioi e Vinícius Moura, plantonistas da Central da Bola;
  • Osmar Santos e Oscar Ulisses, coordenação

Referências

  1. a b c Massaro, Carlos (5 de maio de 2018). «Em nova sede, Rádio Globo chega a 66 anos de operação no AM de São Paulo». TudoRádio.com. Consultado em 5 de maio de 2018 
  2. «Rádio Globo e CBN estreiam time de craques e jornalistas do Grupo Globo». globoesporte.com. 27 de janeiro de 2017. Consultado em 3 de abril de 2017 
  3. a b Starck, Daniel (31 de março de 2017). «Rádio Globo estreia nova grade e uma FM em São Paulo a partir de maio. Rede não terá afiliadas na faixa AM». Tudorádio.com. Consultado em 3 de abril de 2017 
  4. Leonardo Lichote (5 de junho de 2017). «Rádio Globo se renova e ganha uma nova programação». O Globo. Consultado em 5 de junho de 2017 
  5. Danúbia Paraizo (2 de junho de 2017). «Rádio Globo reestreia com roupagem voltada para entretenimento». propmark. Consultado em 5 de junho de 2017 
  6. Daniel Starck (12 de junho de 2017). «Tome nota: Nova grade da Rádio Globo chega ao dial. Extra FM e Super Notícia são as novidades em Belo Horizonte». TudoRádio.com. Consultado em 12 de junho de 2017 
  7. Starck, Daniel (23 de junho de 2017). «Plantão: Rádio Globo inicia as suas operações em 94.1 FM na Grande São Paulo». TudoRádio.com. Consultado em 23 de junho de 2017 
  8. Ricco, Flávio (24 de maio de 2017). «Sistema Globo de Rádios arrenda FM que era da Bradesco Esportes». Universo Online. Consultado em 22 de junho de 2017 
  9. Starck, Daniel (23 de fevereiro de 2018). «De mudança para a zona sul: CBN e Rádio Globo preparam novo complexo em São Paulo». TudoRádio.com. Consultado em 23 de fevereiro de 2018 
  10. Daniel Starck (2 de agosto de 2018). «Sistema Globo de Rádio anuncia encerramento das atividades de suas AMs em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte». Tudo Rádio. Consultado em 3 de setembro de 2018 

Leituras adicionais[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.