Canal Rural

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Canal Rural
Canal Rural Produções Ltda.
Canalrural.png
Tipo Agropecuário
País  Brasil
Fundação 11 de novembro de 1996 (23 anos)
por Roberto Marinho
Pertence a J&F Investimentos
Proprietário Família Batista
Antigo proprietário
Presidente Julio Cesar Cargnino
Sede São Paulo, SP
Slogan A força do campo
Formato de vídeo
Cobertura Todo território brasileiro (satélite)
Página oficial canalrural.uol.com.br
Disponibilidade por satélite
Claro TV
Canal 185
Sky
Canal 164
Oi TV
Canal 179
Disponibilidade por cabo
Claro TV
Canal 185
ViaCabo
Canal 118
Astro
Canal 35
CaboNNet
Canal 24
TCM
Canal 212

O Canal Rural é uma emissora de televisão brasileira com sede em São Paulo, SP. Seu foco principal é para as técnicas de agricultura, pecuária e novidades agrárias do ramo, além dos leilões transmitidos ao vivo [1]. É a principal plataforma de comunicação especializada em agronegócio no Brasil. Além de TV segmentada, a marca engloba portal de notícias, leilões, eventos, aplicativos e educação para o agronegócio.

História[editar | editar código-fonte]

O Canal Rural foi lançado em 11 de novembro de 1996[2][3], com sede em São Paulo e estúdios em Brasília (DF) e Porto Alegre (RS). A distribuição de seu sinal era feita pela operadora de TV por assinatura NET e pelo satélite Brasil Sat B1, para usuários de antenas parabólicas (sinal aberto).

Em 1998, com a saída da Globosat do projeto, o Canal Rural passou por uma grande reestruturação, mudando sua sede de São Paulo para Porto Alegre e passou a atuar dentro da estrutura do Grupo RBS. Ainda em 1998, o Canal Rural recebeu o Prêmio de Comunicação em Marketing, na categoria Veículo de Comunicação da ABMR&A (Associação Brasileira de Marketing Rural & Agronegócio).

Como parte de suas comemorações de 15 anos, o Canal Rural anunciou em 2011 o lançamento de uma plataforma on-line para reunir todo o conteúdo produzido pela TV e pelo site do Canal Rural[4]. Um ano após seu lançamento, o portal CanalRural.com.br comemorava a liderança de audiência entre os sites brasileiros de internet dedicados ao agronegócio[5]. Além da TV e Internet, o Canal Rural ao longo dos últimos anos promoveu a ampliação da sua plataforma de disseminação de conteúdo, inovando na utilização de sites mobile, SmartTV, eventos e ativações junto ao público do Agronegócio, sendo hoje considerada a maior plataforma de comunicação com este setor.

Com o objetivo de tornar a emissora ainda mais nacional, o Canal Rural promoveu a centralização de sua equipe de jornalismo na capital paulista[3], mantendo ainda redações em Porto Alegre e Brasília, além de jornalistas e correspondentes em outros estados.

Em 20 de fevereiro de 2013, foi anunciada a compra da emissora pela J&F[6], holding que controla a JBS, o maior frigorífico no setor de carne bovina do mundo[6]. O motivo do Grupo RBS ter vendido é por não estar alinhada com a estratégia futura da rede gaúcha[6], o valor da aquisição foi de 40 milhões de reais.[7]

Em junho de 2016 é criado o Canal Rural X, voltado às reprises de conteúdo selecionado do Canal Rural e programas exclusivos em parceria com o SENAR e Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Este foi disponibilizado gratuitamente pelas parabólicas em banda digital.[8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre televisão no Brasil é um esboço relacionado ao projeto entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.