ZooMoo Kids

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
ZooMoo Kids
Tipo Canal de televisão por assinatura
País  Brasil
Fundação 11 de setembro de 2013 (7 anos)
Pertence a Stenna International[1]
Presidente Carolina Vargas[1]
Cidade de origem São Paulo São Paulo, SP
Slogan Animais e Natureza a Toda Hora
Formato de vídeo 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Cobertura  Brasil
Cobertura internacional
Nome(s) anterior(es) ZooMoo (2013-2020)
Página oficial zoomookids.com.br
Disponibilidade por satélite
Claro TV
Canal 113
Canal 613 (HD)
Sky
Canal 52
Disponibilidade por cabo
Claro TV
Canal 113
Canal 613 (HD)

ZooMoo Kids é um canal infantil fundado em 11 de setembro de 2013,[2] pertencente as empresas Blue Ant Media, do Canadá, Beach House Pictures, de Cingapura e Natural History New Zealand (NHNZ), da Nova Zelândia. Sua transmissão foi iniciada na Sky, canal 103 (hoje, canal 52). É um canal infantil de televisão por assinatura. É o segundo canal brasileiro de espaço qualificado (CaBEQ) infantil aprovado pela Ancine. O ZooMoo transmite programação própria, inédita e exclusiva de produtoras nacionais e internacionais. No Brasil e na América Latina, é operado pela AMC Networks International Latin America (anteriormente Chello Latin America). Suas séries são produzidas em colaboração com a produtora Canal Azul, do mergulhador e documentarista Lawrence Whaba.

Em Janeiro de 2020, a programadora anunciou que o canal seria substituído na operadora Nossa TV no dia 21 de Fevereiro de 2020, o que gerou um mal entendido que dizia que o canal iria deixar de existir em todas as operadoras, mas a programadora logo negou o fim do canal.[3]

Em março de 2020, o canal mudou de nome para ZooMoo Kids e também mudou de logo. No mesmo mês a operadora Claro/NET anunciou a saída do canal em 31 de março no serviço via fibra, junto com o canal irmão Love Nature, porém os canais permaneceram, e ficarão por tempo ilimitado na operadora.[4]

História[editar | editar código-fonte]

Em 2012, as empresas de biologia Beach House Pictures e NHNZ, da Singapura e da Nova Zelândia, firmaram um acordo com a empresa de telecomunicações DirecTV para criar o canal de televisão infantil e estreá-lo na operadora Sky, em 2013, o canal estreou nessa operadora, operado pela Chello Latin America (uma divisão da Chellomedia), assim como o canal irmão MGM Channel.

Logo usada até 2020

Em 2014, com a renomeação da Chellomedia para AMC Networks, o canal sofreu algumas alterações na programação e chamadas e seu sinal internacional para a Ásia e a Oceania foi aberto, é programado internacionalmente pela Blue Ant Media desde 2016, com a compra da Beach House Pictures pela empresa.

Disponibilidade[editar | editar código-fonte]

No Brasil, canal ZooMoo está disponível em 15 operadoras de TV por assinatura: a gigante Sky, na tecnologia SD, no canal 52, na operadora da Região de Marília, Life TV, no canal 106, na operadora Multiplay Telecom, do estado do Ceará, no canal 92, na operadora Nossa TV Brasileira, no canal 58, na operadora Assu Telecom, da cidade de Assu, no Rio Grande do Norte, na operador Oops Telecom, da cidade de Arapiraca, no Alagoas (Canal 112), na Cabo Telecom, de Natal-RN (Canal 410 HD), na Roma Cabo, de Belem-PA (Canal 35), na Sumicity (Canal 100), na TCM de Mossoró-RN (Canal 241), na TVA NET, do Rio de Janeiro (Canal 66), na TVAC de Tietê-SP (Canal 277), na VerTV, de Campos dos Goyytacases-RJ (Canal 145) e na Costa do Sol Telecom, de Cabo Frio-RJ (Canais 66 e 616 HD). No dia 20 de dezembro de 2017, estreou na NET pelos canais 113 e 613 em HD, mas só está disponível para São Paulo, Rio de Janeiro (exceto Resende), Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Santos, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Manaus, Ribeirão Preto e São José dos Campos, e como o canal irmão AMC, está disponível a partir do pacote NET Mais HD. No dia 11 de janeiro de 2018 estreou na Claro TV no canal 613 em HD para todo o Brasil e no dia 26 de setembro do mesmo ano em SD no canal 113, substituindo o canal Esporte Interativo 2.

Além de estar disponível nestas operadoras, o ZooMoo está disponibilizando os programas Festival Animal, O Mestre e o Muriqui, Histórias do Capitão Edu e Sérgio e a Bicharada, no aplicativo PlayKids, no site e aplicativo do Tim Kids Brincar e no site e aplicativo Looke Kids. Desde o dia 20 de dezembro de 2017 o ZooMoo disponibilizou as séries Festival Animal, O Mestre e o Muriqui, De Criança para Criança e Perdido na plataforma Now da NET/Claro TV, junto com a estreia do canal na NET.

O ZooMoo também disponibiliza seus programas na integra pelo seu canal no YouTube e pelo aplicativo ZooMoo Play.

Sua transmissão Internacional é feita em alguns países da América Latina, como Argentina, Caribe, Chile, Equador, Peru, Porto Rico, Uruguai e Venezuela, através da DirecTV LatinAmerica (Canal 321), no Equador também é disponivel pela operadora Grupo TV Cable, no México e América Central através da operadora SKY Mexico, em Parceria com o Africam Safari, de Puebla (canal 327), nos Estados Unidos, através da operadora DirecTV USA (em espanhol no Canal 432), no canal HITN e no canal Love Nature, no Reino Unido pela SKY UK e em alguns países da Ásia, como Cingapura, através da operadora Star Hub (Canal 306), Malasia, através da operadora Astro, Indonésia, através das operadoras Indovision e Okevision, nas Ilhas Maldivas, através da operadora MediaNet, em Papua Nova Guiné, através da operadora Digicel Play TV Wan, na China, pelo programa ZooMoo: Animal Friends, do canal CCTV e transmite também na Oceania, em países como Nova Zelândia na operadora Lightbox e na Austrália, no serviço on demand Yahoo Plus7.

Referências

  1. a b «Canal ZooMoo Kids é vendido para empresa com sede em Miami». VCfaz.tv. 27 de novembro de 2020. Consultado em 27 de novembro de 2020 
  2. [1] Arquivado em 11 de janeiro de 2014, no Wayback Machine. Tela viva, Página visitada em 18 de sembro de 2013
  3. «ZooMoo nega que canal será descontinuado». VCfaz.tv. 24 de janeiro de 2020. Consultado em 11 de dezembro de 2020 
  4. «Claro continua com ZooMoo Kids e Love Nature na grade de programação». VCfaz.tv. 31 de março de 2020. Consultado em 11 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]