Vivo TV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vivo TV
Razão social Telefônica Brasil S.A.
Tipo Subsidiária
Slogan Viva tudo
Gênero Telecomunicações
Fundação 15 de abril de 2012 (5 anos)
Sede São Paulo, SP
Área(s) servida(s) Todo o Brasil
Proprietário(s) Vivo
Produtos Televisão por assinatura
Holding Telefônica Brasil
Antecessora(s)
Website oficial assine.vivo.com.br/tv-por-assinatura

Vivo TV é uma empresa de TV por assinatura brasileira fundada em 15 de abril de 2012 pertencente a Telefônica. No país, ocorreu a integração das empresas que já estavam no mercado, Telefônica TV Digital (TTD), Fibra TV e TVA.[1] A medida pretende unificar internacionalmente os produtos da Vivo e Telefônica.

Em dezembro de 2012 a empresa contabilizou 598.837 mil clientes[2], ficando na quarta colocação dentre as operadoras de TV por assinatura do país. Em março de 2015 contabilizou[3] 780 mil clientes, e em janeiro de 2017 contabilizou 1,61 milhões.

Empresas[editar | editar código-fonte]

Telefônica TV Digital[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Telefônica TV Digital

A Telefônica TV Digital fornecia transmissão de TV por assinatura por DTH (Direct to Home) desde 2007 no Brasil e no Chile; esta sob o nome Movistar TV. No Brasil desde 11 de novembro de 2011 passou a transmitir sinal em alta definição (HD).[4]

TVA[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: TVA

A TVA forneceu TV por assinatura televisão a cabo, MMDS digital e analógico e fibra óptica. A Telefónica em 2011 comprou uma parte acionária da empresa, ficando com o controle de operação da empresa[5].

GVT TV[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: GVT TV

A GVT TV passou a chamar Vivo TV a partir de 15 de abril de 2016.[6]

Algar TV[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Algar TV

A Algar TV passará a chamar Vivo TV a partir de 15 de abril de 2020.

Referências

  1. Daniel Castro; Vilson Malacrida (2 de março de 2012). «Telefônica TV e TVA mudam nome para Vivo TV a partir de abril». R7. Consultado em 2 de março de 2012 
  2. «TV paga alcança 15,9 milhões de domicílios em novembro». Globo.com. Época Negócios, Estadão. 21 de dezembro de 2012. Consultado em 27 de janeiro de 2013 
  3. «Mercado de TV paga fecha fevereiro com 19,7 milhões de assinantes». Teletime. Teletime. 30 de março de 2015. Consultado em 3 de junho de 2015 
  4. «Telefônica TV Digital HD chega ao mercado». AdNews. 11 de novembro de 2011. Consultado em 12 de novembro de 2011 
  5. Brigatto, Gustavo (21 de outubro de 2011). «Telefônica anuncia interesse na compra de ações da Lemotree e GTR-T». Valor Econômico. Consultado em 27 de janeiro de 2013 
  6. GVT deixa de existir e se torna oficialmente parte da Vivo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]