Sercomtel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde junho de 2012). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sercomtel
Tipo Sociedade de Economia Mista
Slogan Soluções completas
Indústria Telecomunicações
Fundação 6 de julho de 1968 (49 anos)
Sede Londrina,  Paraná
Pessoas-chave Hans Jurgen Muller (presidente)
Produtos Telefonia fixa, telefonia móvel, Internet
Website oficial www.sercomtel.com.br

A Sercomtel é uma empresa de telecomunicações com sede em Londrina, Paraná. Opera telefonia fixa e celular, GSM e 3G, além de longa distância pelo código 43 e banda larga, internet rápida e de alta velocidade. É a única operadora pública do país.

Área de atuação[editar | editar código-fonte]

A operadora está presente em cidades do Norte, Noroeste e Sul paranaense, como concessionária ou em telefonia fixa na condição de autorizada. Em Maringá e região e em Curitiba e região, a empresa oferece seus serviços de telecomunicações em parceria com a sócia Copel (Companhia Paranaense de Energia).

História[editar | editar código-fonte]

Por iniciativa do prefeito de Londrina, Hosken de Novaes, a câmara de vereadores aprovou a criação de uma operadora de telefonia para os londrinenses. Aprovado em outubro de 1964, tornou-se a Lei nº 934 e criou, assim, o Serviço de Comunicações Telefônicas de Londrina – SERCOMTEL, como um departamento da prefeitura. Todavia, pouco depois, em 1º de janeiro de 1966, a Lei 1.058 converteu a Sercomtel em uma Autarquia Municipal, inaugurada oficialmente no dia 6 de julho de 1968.

Foi a quarta empresa de telefonia a integrar o sistema de Discagem Direta à Distância (DDD), com o estabelecimento da central de trânsito da Telepar, em 8 de março de 1971, sendo as outras três cidades São Paulo, Curitiba e Porto Alegre.

Em 1973 houve a primeira expansão telefônica, que viabilizou 5.200 novos terminais. Mas outra já estava a caminho, a segunda expansão, que colocou em funcionamento mais 10.400 linhas, o que iria representar, em sua instalação, um excepcional incremento. De fato, com as novas linhas, Londrina passava a ter 22.800 terminais, isto em apenas oito anos depois da inauguração da autarquia.

Fachada atual da Sercomtel
Fachada da Sercomtel Celular

Em 1985, a empresa anunciou a terceira expansão, garantindo ainda mais acesso aos serviços de telefonia à população londrinense e de distritos vizinhos. Essa expansão contou com três fases, sendo a última concluída no final de 1989 e início de 1990.

Nessa época, Londrina passou a contar com 70.997 terminais telefônicos, atingindo a média de 19,45 aparelhos para cada 100 habitantes, média excepcional e a mais elevada do País naquele momento.

Foi nesse tempo também, que novos serviços foram colocados à disposição dos usuários, como o DLC – Discagem Local a Cobrar, implantado em 1989, além dos chamados Serviços Suplementares CPA: atendimento simultâneo ou chamada em espera, bloqueio controlado de chamadas originadas, consulta, conferência e transferência, discagem abreviada, linha executiva, memória ou chamada registrada, não perturbe, transferência de chamada em caso de linha ocupada, transferência de chamada em caso de não-atendimento e transferência temporária de chamadas – siga-me.

Réplica da cabine inglesa, instalada pela Sercomtel

Em 1992, trouxe o serviço móvel celular para Londrina, que tornou-se a primeira cidade do interior e a quarta do Brasil a receber o serviço, ativado em caráter experimental no dia 26 de novembro do mesmo ano. Também foi a primeira operadora de telefonia do Brasil a comercializar Internet, cujo lançamento data de 5 de março de 1996 e em Londrina, foi a segunda empresa a lançar o serviço - quatro meses antes da Sercomtel, o provedor de acesso LDA Palm começou a vender o produto. É que na época, em 1995, não existia ainda uma definição de autorização para que as operadoras comercializassem Internet.

Em meados da década de 1990 a foi transformada em sociedade anônima de economia mista, deixando de ser uma autarquia municipal.

Em 1998, a Copel torna-se acionista ao adquirir 45% das ações e em 1999, as duas empresas criam outro provedor, o Onda, passando a ser o maior provedor do Estado, cobrindo, em 1999, dez cidades.

Em 2001, seu provedor voltou a operar sozinho em Londrina usando o nome anterior, Internet by Sercomtel.

Com as mudanças operadas no setor de telecomunicações no final da década de 1990, a Sercomtel teve que redefinir a sua estrutura empresarial, seguindo as novas normas relativas à telefonia celular e optando pelo modelo de cisão, que dividia a empresa em duas: Sercomtel S.A. – Telecomunicações, congregando a telefonia fixa e outros serviços; e a Sercomtel Celular S.A., respondendo pela telefonia celular, Banda A, nos municípios de Londrina e Tamarana.

Orelhões da Sercomtel na região central de Londrina

Em 2003, a Sercomtel Celular colocou em operação a sua rede GSM e, cinco anos depois, entra em operação comercial a rede de terceira geração (3G) da empresa. Nessa época, a operadora fixa também inicia a sua política de expansão, passando a oferecer serviços em várias cidades do norte-paranaense, como Cambé, Ibiporã, Arapongas, Rolândia, Apucarana e Maringá, esta última feita em parceria com a Copel, uma das suas acionistas.

Em 2009, a expansão ganhou ainda mais força devido a autorização concedida pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para que esta pudesse oferecer seus serviços de telefonia fixa em todo o Estado do Paraná. Um ano depois, a Sercomtel Celular e o Grupo Wertt lançaram o freakom, um serviço inédito no mundo que permite aos clientes da operadora fazerem ligações gratuitas de um minuto após ouvir anúncio publicitário.

Também em 2010, lançou o primeiro serviço de internet rápida para linhas fixas pré-pagas do país, batizado de internet e-conômica. Em dezembro de 2011, a Sercomtel Celular ganha a licitação de radiofrequência promovida pela Anatel que permitirá à companhia operar a telefonia móvel em 97 municípios na região 43 (Norte do Paraná). Em março de 2012, a Sercomtel Fixa começou a operar em Curitiba e mais 16 cidades da região metropolitana, em parceria com a sócia Copel. Em 2012, a operadora lançou a sua televisão por assinatura via satélite por DTH e com tecnologia HD[1]

Em 2015, foi avaliada como uma das melhores operadoras nos serviços de telefonia fixa e telefonia móvel pré-paga[2].

Produtos[editar | editar código-fonte]

  • Telefonia fixa e móvel (GSM e 3.5G), na modalidade pós e pré-paga.
  • Acesso à Internet banda larga (ADSL), 3.5G, discada e plano pré-pago de banda larga popular.

Patrocínios[editar | editar código-fonte]

A empresa sempre apoiou financeiramente equipes de desportos, como o voleibol Londrina/Sercomtel[3], o futsal Londrina/Sercomtel [4], o handebol Unopar Londrina/Sercomtel[5], o atletismo FEL/Sercomtel/Caixa[6] e o Paraná Soccer Technical Center[7]. Atualmente, patrocina o Londrina Esporte Clube[8].

Diretoria[editar | editar código-fonte]

  • Diretor Presidente: Hans Jurgen Muller [9][10]
  • Diretora Administrativa: Eloiza Pinheiro
  • Diretor Comercial: Nilso Paulo da Silva
  • Diretora Financeira: Rosângela de Oliveira[10]
  • Diretor de Engenharia e Operações: Flávio Borsato

Presidentes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • Luiz Carlos Ihity Adati[10]
  • Guilherme Casado (gestão: maio a dezembro de 2016) [11]
  • Christian Schneider (gestão: 2013 a maio de 2016) [12]
  • Kentaro Takahara (gestão: 2012)[13]
  • Roberto Coutinho Mendes (gestão: agosto a dezembro de 2011)[14]
  • Fernando Lopes Kireeff (gestão: fevereiro de 2009 a agosto de 2011) [15]
  • Mário Jorge de Oliveira Tavares (gestão: janeiro a fevereiro de 2009) [16]
  • Gabriel Ribeiro de Campos (gestão: abril de 2006 a dezembro de 2008) [17]
  • João Batista Rezende (gestão: 2003 a abril de 2006) [18]
  • Francisco Roberto Pereira (gestão: 2001 a 2002) [19]
  • Rubens Pavan (gestão: 1997 a 2000) [20]
  • Gilbert Garcia de Souza (gestão: fevereiro a dezembro de 1996) [21]
  • Assad Jannani (gestão: 1993 a janeiro de 1996) [22]
  • Jackson Proença Testa (gestão: agosto de 1990 a dezembro de 1992) [23]
  • Luiz Carlos Bellinetti (gestão: janeiro de 1989 a julho de 1990) [24]
  • Nivaldo Gotti (gestão: fevereiro de 1983 a dezembro de 1988) [25]
  • Nilo Dequêch (gestão: fevereiro de 1983) [24]
  • Carlos Klamas (gestão: agosto de 1978 a fevereiro de 1983) [26]
  • Aldyr Dias Vianna (gestão: maio a agosto de 1978) [24]
  • Robert Prochet (gestão: fevereiro de 1977 a maio de 1978) [24]
  • João Gilberto Santos (gestão: agosto de 1971 a janeiro de 1977) [24]
  • Flávio Braun Garcia (gestão: fevereiro de 1969 a agosto de 1971) [27]
  • Theobaldo Cioci Navolar (gestão: 1968) [28]

Referências

  1. Teletime News. «Sercomtel lançará serviço via DTH em dezembro». 20/09/2011. Consultado em 17 de outubro de 2011 
  2. Tagiaroli, Guilherme (29 de março de 2016). «As operadoras com melhor (e pior) avaliação em telefonia fixa, móvel e banda larga». As operadoras com melhor (e pior) avaliação em telefonia fixa, móvel e banda larga. Gizmodo Brasil. Consultado em 12 de setembro de 2016 
  3. SUPERLIGA MASCULINA 10/11: CIMED PERDE BRUNO E É DERROTADA PELO LONDRINA/SERCOMTEL Confederação Brasileiro de Voleibol - acessado em 13 de setembro de 2016
  4. União, Jornal (23 de março de 2010). «Futsal - equipe Sercomtel/Londrina apresenta reforço para a temporada 2010». Jornal União 
  5. Unopar/Londrina/Sercomtel e Coca-Cola/Copel/Unipar/Cianorte abrem finais com goleadas Paraná Handebol - acessado em 13 de setembro de 2016
  6. Pódio é a meta no Brasileiro Juvenil BR Consórcios - acessado em 13 de setembro de 2016
  7. PSTC também terá o patrocínio da Sercomtel Paçoca com Cebola - acessado em 13 de setembro de 2016
  8. «Sercomtel garante o repasse de 300 mil ao Londrina Esporte Clube - Sercomtel Londrina - Esportes - Bonde. O seu portal». Bonde. O seu portal 
  9. «Prefeito eleito de Londrina anuncia sete nomes do novo secretariado». G1. Globo.com. 28 de dezembro de 2016. Consultado em 3 de janeiro de 2017 
  10. a b c Albuquerque, Dayane (17 de janeiro de 2017). «Nova diretoria da Sercomtel Telecomunicações é empossada». Prefeitura do Município de Londrina. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  11. Tarobá, TV. «Novo presidente da Sercomtel será apresentado nesta segunda-feira». www.tarobalondrina.com.br. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  12. «Christian Schneider será o novo presidente da Sercomtel». www.minhaoperadora.com.br. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  13. «Kentaro Takahara assume a presidência da Sercomtel na próxima semana». Converge Comunicações. 10 de agosto de 2012 
  14. «SERCOMTEL FIXA COMEÇA A OPERAR EM ASTORGA - PORTAL CAMBÉ». PORTAL CAMBÉ. 15 de dezembro de 2011 
  15. http://www.webee.com.br. «Sercomtel de Londrina realiza jantar em Apucarana pelos 03 anos na cidade - Notícias - AN Notícias». www.annoticias.com.br. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  16. «Saiba quem será o novo presidente da Sercomtel - Bondenews - Bonde. O seu portal». Bonde. O seu portal 
  17. «Novo presidente da Sercomtel assume o cargo nesta segunda-feira». COMPUTERWORLD. 10 de abril de 2006 
  18. «Nedson anuncia novo presidente da Sercomtel». Bonde. 1 de novembro de 2011. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  19. «Sercomtel iniciará serviço interurbano - Economia - Estadão». Estadão 
  20. «Folha de S.Paulo - Empresa pede prova de "vileza' na venda - 24/06/98». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  21. «Ex-prefeitos e vereadores são punidos pelo TC | Notícias, Política | Tribuna PR - Paraná Online». Tribuna PR - Paraná Online. 24 de agosto de 2002 
  22. «Folha de S.Paulo - Telefônica de Londrina quer disputar celular - 18/9/1995». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  23. «Social - Oswaldo Militão - Folha de Londrina - O Jornal do Paraná - Brasil». Folha de Londrina 
  24. a b c d e Feldman, Estélio (1998). Sercomtel: 30 Anos de História. Londrina: [s.n.] 73 páginas 
  25. «Tancredo Neves, ACM e o Sercomtel - Folha de Londrina - O Jornal do Paraná - Brasil». Folha de Londrina 
  26. «Morre, ao 79 anos, Carlos Klamas - Londrina - Bondenews - Bonde. O seu portal». Bonde. O seu portal 
  27. «Flavio Braun Garcia». www.josepedriali.com.br. Consultado em 24 de janeiro de 2017 
  28. «A VIRADA DO TELEFONE». docplayer.com.br. Consultado em 24 de janeiro de 2017 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]