Lista de canais de televisão por assinatura do Brasil extintos ou substituídos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Esta é uma lista de canais de televisão por assinatura do Brasil extintos ou substituídos, na qual engloba em sua listagem canais de televisão por assinatura que estiveram disponíveis nas operadoras de TV paga do Brasil, mas que tiveram suas operações suspensas, sendo substituídos ou não por um outro canal da mesma programadora.

Lista de canais[editar | editar código-fonte]

Ano Canal Substituído por Notas Ref.
1994 Showtime HBO [1]
1999 Bravo Film&Arts [2]
TeleUno AXN [3]
2000 CBS Telenotícias O canal foi comprado pela Sony Pictures Entertainment e substituído pela versão internacional do Telemundo, mas o seu sinal foi encerrado no Brasil devido a um acordo com a Rede Globo para a transmissão de suas telenovelas. [4]
The Superstation National Geographic [5]
2001 Disney Weekend Disney Channel Após o lançamento do Disney Channel, o canal deixou de ser um serviço pay-per-view. [6]
2002 MC: Music Country Soundtrack Channel Conhecido como CMT Brasil antes da venda para a Gaylord Entertainment em 2001, foi substituído após a sua venda para a dona do Soundtrack Channel. [7]
Panamerican Sports Network O canal entrou em bancarrota e teve que encerrar suas atividades. [8]
The Weather Channel [9]
2003 TV Cultura e Arte O canal teve que encerrar suas atividades. [10]
2004 Fox Kids Jetix A mudança ocorreu em decorrência da compra do canal pela Disney. [11]
2005 Locomotion Animax [12]
2009 National Sports Channel Extinto de facto, mas não de jure. [13]
Jetix Disney XD [14]
FizTV [15]
Ideal TV MTV Brasil [15]
Japão Brasil Network Television [16]
2010 Hallmark Channel Studio Universal [17]
MTV Hits VH1 MegaHits A mudança ocorreu após o Grupo Abril ter assumido o controle da MTV Brasil. [18]
People + Arts Liv [19]
2011 Playhouse Disney Disney Junior [20]
Animax Sony Spin [21]
Playboy TV Movies Sextreme [22]
Discovery Travel & Living TLC [23]
ManagemenTV [24]
VH1 Soul [25]
2012 Speed Fox Sports [26]
Liv Investigação Discovery [27]
VH1 Classic [28]
Multishow HD Bis Com o surgimento da versão simulcast do Multishow, a versão HD do canal é renomeada para Bis, mas mantendo a mesma programação musical. [29]
Globosat HD + Globosat Com o surgimento dos sinais HD dos canais Telecine, SporTV, GNT, Multishow, Canal Brasil, Viva, Combate, GloboNews, Playboy e Premiere, o canal passa a gerar programação própria, além de lançar um sinal SD.
2013 Infinito O sinal exclusivo para o Brasil foi retirado pela Turner. [30]
MTV Brasil Ideal TV Extinto após o fim do processo de devolução da marca MTV pelo Grupo Abril para a Viacom por causa da crise financeira.
TV Corinthians [31]
HBO HD HBO Foi substituído por um simulcast em HD do canal. [32]
Rush HD [33]
2014 Bem Simples Fox Sports 2 A programação do canal foi fundida com a do Fox Life. [34]
Nat Geo/Fox HD O canal foi encerrado após o lançamento simulcasts em HD da Fox e da National Geographic. [35]
Sony Spin Lifetime [36]
SuperMix Mix TV A Mix TV deixou de transmitir em sinal aberto e passou a ser um canal por assinatura após a mudança. [37]
VH1 Paramount Channel [38]
ÓTV [39]
2015 MGM Channel AMC A mudança ocorreu em decorrência da compra da controladora do canal pela AMC Networks. [40]
Glitz* TNT Séries [41]
Sports+ O canal encerrou suas transmissões por ser de propriedade da controladora da Sky, sendo que a legislação brasileira veda a participação de operadoras em programação de canais. [42]
BBC HD BBC Earth [43]
ForMan [44]
Private [44]
Discovery HD Theater Discovery Theater
2016 KBS World Telefe Internacional
2017 BBC Earth A BBC Worldwide deixou de distribuir seus canais na América Latina para se focar em distribuição de conteúdos. [45]
Mix TV [46]
2018 Esporte Interativo O canal encerrou suas atividades por decisão da AT&T em migrar o conteúdo esportivo para os canais TNT e Space. [47]
Esporte Interativo 2
2019 Discovery Civilization O Discovery Networks optou pelo encerramento do canal. Em seu lugar entrou no ar o HGTV.
2020 PlayTV TV Walter Abrahão Com a venda da Gamecorp ao empresário Walter Abrahão Filho, a emissora teve que mudar toda a sua programação, focando no público família. [48]
VH1 MegaHits MTV Live HD O canal foi extinto por decisão da ViacomCBS Networks Americas em expandir o sinal do MTV Live pelo país. [49]
VH1 HD VH1 Europa A ViacomCBS optou por fundir a marca VH1 na América Latina em um único canal, com o sinal gerado da Europa.
+ Globosat Mais na Tela Mudança de nome realizada após a substituição da Globosat pelos Canais Globo. [50]
2021 Fox Channel Star Channel A Disney optou pelo encerramento do canal Fox Channel para promover o Disney+ e o Star+. O canal foi renomeado para Star Channel. [51]
Fox Life Star Life Como forma de promover o Star+, o canal Fox Life foi renomeado para Star Life.
Fox Premium Star Premium Assim como o Fox Channel e Fox Life, os canais foram renomeados para Star Premium.
VH1 Europa MTV 00s Com o intuito de trazer impacto no mercado internacional, o canal foi renomeado, mudando totalmente o foco da programação. [52]
MTV Live HD MTV Live Com o lançamento da nova identidade visual, o canal decide deixar de usar o nome HD e se chamar apenas MTV Live, mantendo a sua programação normal. [53]
Boomerang Cartoonito Fazendo parte de um projeto de divulgação mundial da plataforma HBO Max, o canal foi renomeado para o projeto que é uma aba deste na versão americana do Cartoon Network, porém, mantendo a programação em formato pré-escolar. [54]
2022 Mais na Tela Modo Viagem [55]
ESPN Brasil ESPN Fazendo parte da política de reestruturação da The Walt Disney Company, os canais ESPN recebem novos nomes, assim como o Fox Sports, encerrando assim o processo de fusão das marcas ESPN e Fox Sports. No entanto, o canal Fox Sports 2 segue existindo, mas apenas como repetidora dos canais ESPN, transmitindo apenas eventos ao vivo e reprises. [56]
ESPN ESPN 2
ESPN 2 ESPN 3
Fox Sports ESPN 4
Star Premium Os canais do pacote foram descontinuados por decisão da The Walt Disney Company América Latina, que preferiu focar seus investimentos nas plataformas de streaming do grupo, Star+ e Disney+. [57]
Disney XD Optando por continuar a sua política de reestruturação, privilegiando o streaming, a The Walt Disney Company América Latina optou por descontinuar parte de seus canais pelo mundo. Parte do conteúdo do Disney XD e Junior e do Nat Geo Kids foi movido para o Disney Channel em pequenos blocos na programação e o Star Life foi renomeado para Cinecanal (já existente na América Latina). [58]
Disney Junior
Nat Geo Wild
Nat Geo Kids
Star Life Cinecanal

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Mauricio Araújo (16 de dezembro de 2010). «Junho de 1991: O Nascimento da TVA». TV Magazine. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2017 
  2. Anna Lee (15 de julho de 1999). «Falência do Moinho atrapalha "Amigos"». Outro Canal. Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de abril de 2013 
  3. Aline Sordili (27 de junho de 1999). «Teleuno vai dar lugar ao AXN, novo canal de aventura». Outro Canal. Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  4. Anna Lee (28 de fevereiro de 2000). «Acordo com Globo tira CBS Telenotícias do ar». Outro Canal. Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  5. Mauricio Araújo (8 de maio de 2014). «Junho de 1991: O Nascimento da TVA». TV Magazine. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2017 
  6. «Especial Disney Weekend». Super Canal TV. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  7. Mauricio Araújo (22 de abril de 2013). «A Nova fase da TVA». TV Magazine. Consultado em 7 de janeiro de 2018. Arquivado do original em 25 de abril de 2015 
  8. Gabriel Vaquer (14 de março de 2016). «Extinto há 14 anos, canal PSN tinha Libertadores exclusivo mas faliu». NaTelinha. UOL. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  9. «The Weather Channel encerra operações». Coletiva.net. 12 de dezembro de 2002. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  10. Gabriel Vaquer (7 de março de 2003). «MinC tira do ar TV Cultura e Arte - Cultura - Estadão». NaTelinha. UOL. Consultado em 28 de dezembro de 2018 
  11. «Canal Fox Kids vira Jetix em agosto». Cultura. O Estado de S. Paulo. 28 de julho de 2014. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  12. Gabriel Vaquer (11 de abril de 2016). «Em 2005, canal de animação japonesa chegou ao Brasil, mas durou só cinco anos». NaTelinha. UOL. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  13. Gabriel Vaquer (18 de maio de 2017). «Com vitória de NSC em afiliada da Globo, dono de canal esportivo homônimo estuda providências». TV História. Consultado em 21 de dezembro de 2017 
  14. «Mudança: Disney XD Substitui Jetix». TV Magazine. 14 de maio de 2009. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2017 
  15. a b Nelson Hoineff (30 de junho de 2009). «A exclusão da Abril e o futuro dos canais pagos». Congresso em Foco. UOL. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  16. «SKY retira JBN TV do line-up». ANMTV. 3 de agosto de 2009. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  17. «Hallmark agora é Studio Universal. Nurse Jackie é a primeira estreia». TeleSéries. 2 de fevereiro de 2010. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  18. Sílvia Corrêa (9 de dezembro de 2009). «Abril fará da MTV marca multiplataforma». Outro Canal. Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  19. «People + Arts sair do ar e vira canal de séries». Cultura. O Estado de S. Paulo. 20 de março de 2010. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  20. «Disney Junior substitui Playhouse Disney Channel em abril». Tele Time. 2 de março de 2011. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  21. Tatiana Contreiras (1 de maio de 2011). «Animax agora é Sony Spin e apresenta séries para o público jovem, como 'Teen wolf' e 'Lost girl'». O Globo. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  22. «Sextreme substitui Playboy TV Movies». Tele Time. 22 de agosto de 2011. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  23. «Novembro: Discovery Travel & Living se transforma em TLC». TV Magazine. 30 de setembro de 2011. Consultado em 21 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2015 
  24. «Canal ManagemenTv e RushTv deixam o país.». eXorbeo. 5 de dezembro de 2011. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  25. «Mudança na programação». TVN. 19 de dezembro de 2011. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 12 de setembro de 2012 
  26. Cibelle Bouças (23 de janeiro de 2012). «Sem acordo com operadoras, Fox Sports ocupará espaço do canal Speed». Valor Econômico. Consultado em 22 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  27. «Canal Liv vira Investigação Discovery no Brasil a partir de julho». Administradores. 2 de junho de 2012. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  28. «VH1 Classic próximo a deixar o país, entenda as causas». eXorbeo. 29 de agosto de 2012. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  29. «Multishow HD muda e vira Bis». Meio e Mensagem. 27 de agosto de 2012. Consultado em 11 de dezembro de 2021 
  30. «Grupo Turner reestrutura canais e amplia atuação no Brasil». Adnews. 6 de março de 2013. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  31. «TV Corinthians será descontinuada, sai do ar afogada em dividas». Blue Bus. 23 de agosto de 2013. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  32. «Fim do canal HBO HD em dezembro». eXorbeo. 28 de novembro de 2013. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  33. «Rush HD descontinuado no Brasil». eXorbeo. 13 de dezembro de 2013. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  34. Bárbara Sacchitiello (21 de janeiro de 2014). «Fox Sports 2 não quer repetição». Meio&Mensagem. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  35. «Mais HD». Notícias da TV. UOL. 26 de maio de 2014. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  36. Edianez Parente (5 de junho de 2014). «Sony traz canal Lifetime para o lugar do Spin». Tele Time. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  37. «MixTV deixará de ser exibida na TV aberta». eXorbeo. 23 de outubro de 2014. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  38. João Fernando (14 de novembro de 2014). «Paramount Channel chega ao Brasil e substitui o Vh1». Cultura. O Estado de S. Paulo. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  39. Henrique Alves (10 de dezembro de 2014). «Fim da ÓTV! GRPCOM encerra atividades do canal de TV em Curitiba». Televizona. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  40. «Canal AMC chega ao Brasil com séries dubladas e sem opção para legendas». R7. 11 de março de 2015. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  41. Fernanda Furquim (9 de abril de 2015). «TNT Séries estreia em abril trazendo séries inéditas e reprises». Veja. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  42. «Após disputa judicial, Sky tira do ar o canal Sports+». Revista Home Theater. UOL. 28 de julho de 2015. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  43. Fernando Lauterjung (18 de agosto de 2015). «BBC Worldwide quer coproduzir no Brasil para o canal BBC Earth». Tela Viva. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  44. a b «Globosat acabará com os canais adultos Private e ForMan; saiba por quê». NaTelinha. UOL. 23 de setembro de 2015. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  45. Claudia Penteado (13 de abril de 2017). «BBC deixa de ter canais no Brasil devido à decisão comercial». Propmark. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  46. Jefferson Oliveira (25 de maio de 2017). «Depois de 12 anos MIX TV encerra suas atividades». Alta Definição. Consultado em 22 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2017 
  47. Flávio Ricco (9 de agosto de 2018). «Turner anuncia o fim do Esporte Interativo». TV e Famosos. UOL. Consultado em 3 de abril de 2021 
  48. «Brasil: PlayTV é vendida, muda o nome para TV WA e terá outros segmentos». Anime Xis. 18 de maio de 2020. Consultado em 3 de abril de 2021 
  49. «Mudança: MTV Live HD substituirá VH1 Megahits na grade de canais». TVN. 22 de junho de 2020. Consultado em 3 de abril de 2021 
  50. Cardoso, Jorge (1 de outubro de 2020). «Canal pago da Globo ganha novo nome de gosto duvidoso». VCFAZ.tv. Consultado em 11 de dezembro de 2021 
  51. «Adeus, Fox! Entenda por que os canais da rede agora se chamam Star». Tela Plana. Veja. 22 de fevereiro de 2021. Consultado em 3 de abril de 2021 
  52. Marques, Ricardo (14 de maio de 2021). «Vh1 deixará o mercado brasileiro e canal será substituído». VCFAZ. Consultado em 2 de agosto de 2021 
  53. «TV broadcast licensing monthly updates» (em inglês). Ofcom. 7 de setembro de 2021. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  54. Sousa, Matheus (29 de outubro de 2021). «Boomerang passa a se chamar Cartoonito no Brasil». ANMTV. Consultado em 5 de dezembro de 2021 
  55. Cardoso, Jorge (8 de janeiro de 2022). «Globo muda nome de canal e define estreia de novidades na programação». TV Pop. Consultado em 10 de janeiro de 2022 
  56. «Canais ESPN Brasil e Fox Sports mudam de nome e deixam de existir nesta segunda; Veja como ficam os canais da Disney». NaTelinha - UOL. 16 de janeiro de 2022. Consultado em 17 de janeiro de 2022 
  57. Barbosa, Rafael (1 de fevereiro de 2022). «Disney descontinua pacote Star Premium e tira canais Star Hits da grade de operadoras». Tudo Celular. Consultado em 1 de fevereiro de 2022 
  58. Vaquer, Gabriel (1 de março de 2022). «Sony aproveita vácuo da Disney e lança novo canal de filmes na TV paga». Notícias da TV - UOL. Consultado em 6 de abril de 2022