Televisão no Rio Grande do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antenas das emissoras de televisão aberta situadas no Morro da Polícia, em Porto Alegre.

A televisão no Rio Grande do Sul surgiu em 20 de dezembro de 1959 com a TV Piratini, canal 5 de Porto Alegre, afiliada à Rede Tupi.

História[editar | editar código-fonte]

Televisão em Porto Alegre[editar | editar código-fonte]

Canal 2[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: TV Guaíba e TV Record Rio Grande do Sul

O canal 2 VHF entrou no ar em 10 de março de 1979, com a TV Guaíba. Durante toda a sua história, a Guaíba nunca se afiliou a qualquer rede nacional, transmitindo filmes, séries, documentários e programas terceirizados, como o Guerrilheiros da Notícia, de Flávio Alcaraz Gomes, e o Câmera 2, de Clovis Duarte.

Em fevereiro de 2007, foi anunciada a venda do canal e de toda a Companhia Jornalística Caldas Júnior para a Central Record de Comunicação. Em 1º de julho, a emissora foi extinta e em seu lugar entrou no ar a TV Record Rio Grande do Sul (Record RS).

Canal 4[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: TV Pampa Porto Alegre

Foi o canal com mais parcerias ao longo de sua história, sempre pertenceu à Rede Pampa de Comunicação. Entrou no ar em 1980 como uma emissora independente, assim como a TV Guaíba. Em 1983, tornou-se a primeira afiliada à Rede Manchete. Em 1992, a TV Pampa cancelou com a Manchete, tornando-se independente, mas voltou no mesmo ano.

Em 1997, a TV Pampa cancela definitivamente com a Manchete e se afilia à Rede Record.

Em janeiro de 2003, a TV Pampa cancela com a Record e se afilia à RedeTV!, afiliação que foi cancelada em março do mesmo ano. A Pampa volta com a Record.

Em julho de 2007, a Rede Record passa a ser transmitida pelo canal 2 e a TV Pampa se afilia novamente à RedeTV!.

Canal 5[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: TV Piratini e SBT RS

Foi o primeiro canal de televisão a operar no Rio Grande do Sul. Foi concedido em 20 de dezembro de 1959 à TV Piratini, afiliada à Rede Tupi. Foi extinta em 18 de julho de 1980.

Em 26 de agosto de 1981, o canal 5 volta a funcionar em Porto Alegre, com o SBT RS, emissora própria do recém criado Sistema Brasileiro de Televisão, conhecido na época como TVS.

Canal 7[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: TV Educativa de Porto Alegre

Canal de TV Pública da cidade. Pertence a Fundação Cultura Piratini, uma entidade vinculada a Secretaria Estadual de Comunicação e Inclusão Digital, do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. A emissora que possui a concessão do canal é a TV Educativa (TVE-RS), fundada em 1974.

Canal 10[editar | editar código-fonte]

O canal 10 entrou no ar em 1969, com a TV Difusora, pertencente aos capuchinhos. Foi a primeira emissora no Brasil a transmitir televisão em cores, com a cobertura da Festa da Uva, realizada em Caxias do Sul.

Em 1980, a TV Difusora é comprada pelo Grupo Bandeirantes. A emissora é extinta e em seu lugar entra no ar a TV Bandeirantes Porto Alegre (Band RS).

Canal 12[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: RBS TV Porto Alegre

O canal de maior audiência na cidade, pois é o que transmite a programação da Rede Globo. Entrou no ar em 1962, com a TV Gaúcha, de Maurício Sirotsky Sobrinho. Em 1979, devido ao aumento do número de emissoras da empresa no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, foi formada a RBS TV. No caso do canal 12 de Porto Alegre, a TV Gaúcha passou a se chamar RBS TV Porto Alegre.

Canal 14

Canal pertencente a Vit Music que em 2001 arrendou ao Grupo Abril para retransmissão da MTV Brasil, em 2013 com o final da parceria entre a Abril e a MTV, o canal foi vendido ao Grupo Spring de Comunicação e se chamar Ideal TV retransmitindo a programação da TV Mundial e TV Universal.

Canal 16

Canal concedido a Televisão Independente de São José do Rio Preto para retransmissão da Rede Vida de Televisão

Canal 18[editar | editar código-fonte]

O canal 18 UHF de Porto Alegre foi concedido à Central Record de Comunicação em 1996. A primeira emissora a ser retransmitida pelo canal foi a TV Record São Paulo, geradora da Rede Record. Em 1997, depois que a TV Pampa, canal 4, se afiliou à Rede Record, o canal passou a ser usado pelo grupo para retransmitir o sinal da Rede Mulher.

Em 2003, a TV Pampa cancelou a afiliação com a Record e passou a transmitir, por três meses, a RedeTV!. Durante esse tempo, a Rede Record voltou a ser retransmitida pelo canal 18. Em março, a TV Pampa voltou com a Record.

Em 2007, o canal 18 passou a ser usado para a retransmissão da Record News, que substituiu a Rede Mulher.

Canal 20

Canal concedido a Televisão Independente de São José do Rio Preto para retransmissão da Rede Vida de Televisão em 1995, foi desativado em 2008 quando a Rede Vida De Televisão mudou para o Canal 16

Canal 24

Canal concedido ao Grupo Abril para retransmissão da MTV Brasil em 1991, foi desativado em 2000 quando a MTV Brasil foi para o canal 14, Foi concedido em 2008 ao grupo de mídia Zatti & Zigon Ltda e arrendado a TV Canção Nova, em 2013 foi arrendado a Rede Genesis.

Canal 36[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: TVCOM e OCTO

É um serviço especial de TVA concedido ao Grupo RBS. A emissora que operava nesse canal era a TVCOM, fundada em 1995 e atualmente, desde 2015, opera o projeto televisivo OCTO.

Canal 48[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Rede Manchete e Ulbra TV

Em 1997, quando a TV Pampa, canal 4, deixou a Rede Manchete para transmitir a Rede Record, a Manchete passou seus últimos anos retransmitida pelo canal 48 UHF. Em 1999, a rede foi extinta e o canal saiu do ar.

Em 2004, o canal 48 voltou com a Ulbra TV, emissora da Universidade Luterana do Brasil.

Canal 55[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: TV Urbana

A TV Urbana entrou no ar em Porto Alegre no ano de 1992. Porém, era transmitida pelo canal 49 UHF. Mais tarde passou para o canal 55. Devido a afiliação com a RedeTV!, iniciada em 2003, a TV Urbana passou a se chamar, em 2006, RedeTV! RS. Em 2007, a emissora passou a se chamar TV Cristal, por decisão do advogado e jornalista Leudo Costa. Com a saída do jornalista, em junho de 2009, a emissora voltou a se chamar TV Urbana. Em 2011, uma determinação judicial reconheceu Leudo Costa como presidente do canal, o que fez com que a emissora voltasse a ter o nome TV Cristal.

Cronologia da televisão no Rio Grande do Sul[editar | editar código-fonte]

Porto Alegre[editar | editar código-fonte]

Interior do estado[editar | editar código-fonte]

Antenas transmissoras de televisão aberta no Morro São João, em Montenegro.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.