RBS TV Rio Grande

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tv Rio Grande
Tv Rio Grande S.A.
Rio Grande, Rio Grande do Sul
Brasil
Tipo Comercial
Canais Digital: 33 UHF
Virtual: 9 PSIP
Outros canais 07 (23 UHF digital HD) (Praia do Cassino)
Analógico:
07 VHF (1990-2018) / 09 VHF (1977-2018)
Sede Bandeira de Rio Grande.jpg Rio Grande, RS
Rua Duque de Caxias, 63 - Centro
MAPA
Slogan Bem pra ti
Rede (Tv Rio Grande) (Globo)
Fundador Maurício Sirotsky Sobrinho
Pertence a Grupo RBS
Proprietário Eduardo Sirotsky Melzer
Antigo proprietário Maurício Sirotsky Sobrinho (1977-1986)
Jayme Sirotsky (1986-1991)
Nelson Sirotsky (1991-2012)
Presidente Eduardo Sirotsky Melzer
Fundação 26 de outubro de 1977 (41 anos)
Prefixo ZYB 613
Nome(s) anteriore(s) TV Rio Grande (1977-1982)
Emissoras irmãs Rádio Gaúcha Zona Sul
Cobertura 200px
Coord. do transmissor 32° 2' 51.1" S 52° 7' 36.2" O
Potência 2 kW
Página oficial redeglobo.globo.com/rs/rbstvrs/

Tv Rio Grande é uma emissora de televisão brasileira sediada em Rio Grande, cidade do estado do Rio Grande do Sul. Opera no canal 9 (33 UHF digital) e é afiliada à Rede Globo. A emissora integra a RBS TV, rede de televisão do Rio Grande do Sul pertencente ao Grupo RBS. Seus estúdios localizam-se no Centro de Rio Grande, e sua antena de transmissão no bairro Hidráulica.

História[editar | editar código-fonte]

Sede da RBS TV Rio Grande em 2008.

Em 1970, cidadãos rio-grandinos indicados por Plínio Nissenson, a pedido de Maurício Sirotsky Sobrinho, presidente da Rede Brasil Sul de Comunicações, foram convidados para fazer parte de uma comissão que pleiteasse a instalação de uma emissora de televisão nessa cidade. Os convites foram direcionados para Pedro Armando Gatti, Américo Papaléo, Walter Albrecht, Elcy Rodrigues Sole e Lavieira Maino Laurino, sendo este o presidente da referida comissão.

Após árduo trabalho, a TV Rio Grande, canal 9, foi inaugurada em 26 de outubro de 1977 com a presença do Ministro das Comunicações, Euclides Quandt de Oliveira. Entre março e abril de 1978, a emissora foi responsável pela cobertura da maré vermelha, desastre ecológico ocorrido na costa de Santa Vitória do Palmar.[1]

Em 1982, seguindo a padronização das emissoras da RBS TV, passou a se chamar RBS TV Rio Grande. Em 1990, entrou em operação a sua repetidora na Praia do Cassino, através do canal 7 VHF, cujo desligamento do sinal analógico ocorreu em 28 de novembro de 2018.

A RBS TV Rio Grande cobriu novamente uma tragédia ecológica em agosto de 1998, quando o navio Bahamas derramou ácido sulfúrico concentrado na Lagoa dos Patos. O fato teve repercussão internacional.

Em 2005, devido ao aniversário de 40 anos da Rede Globo, a RBS TV Rio Grande, juntamente com as outras emissoras da RBS TV no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, recebeu um cenário padronizado de acordo com o telejornalismo local da rede para apresentar os blocos locais do Jornal do Almoço e do RBS Notícias.

Em julho de 2009, uma pesquisa do Ibope confirmou que a RBS TV Rio Grande é a segunda emissora do Grupo RBS com mais audiência no interior do Rio Grande do Sul. Segundo a pesquisa, a cidade de Rio Grande registrou uma média de share 70,2% na faixa horária das 6h às 24h; a segunda colocada registrou 8,6%.[2]

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Proporção de tela Programação
9.1 33 UHF 1080i Programação principal da RBS TV Rio Grande / Globo
Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a RBS TV Rio Grande, bem como as outras emissoras de Rio Grande e do sul do Rio Grande do Sul, cessou suas transmissões pelos canais 9 VHF (Rio Grande) e 7 VHF (Praia do Cassino) em 28 de novembro de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[3]

Programação[editar | editar código-fonte]

A emissora produzia apenas um bloco local de 20 minutos do Jornal do Almoço que é apresentado por Lisandra Reis, além dos comerciais locais. O restante da programação é composto pelos programas estaduais gerados pela RBS TV Porto Alegre e pelos programas nacionais da Rede Globo. Desde 19 de agosto de 2019 deixou de ter o bloco local do Jornal do Almoço, passando a retransmitir o bloco regional do jornal gerado pela RBS TV Pelotas [4]

Cobertura[editar | editar código-fonte]

Dentre as 12 emissoras da RBS TV no Rio Grande do Sul, a RBS TV Rio Grande é a que tem a menor área de cobertura, abrangendo apenas os municípios de Rio Grande e São José do Norte com o sinal do canal 9 VHF. A emissora também conta com um gap-filler na Praia do Cassino pelo canal 7 VHF.

Referências

  1. As cores da maré (16/04/2008)
  2. Ibope confirma liderança da RBS TV no interior do Estado (27/07/2009)[ligação inativa]
  3. Higa, Paulo (15 de fevereiro de 2016). «Quando a TV analógica será desligada na sua cidade». Tecnoblog. Consultado em 14 de maio de 2018 
  4. «Jornal do Almoço - RS (Pelotas)». GloboPlay. 19 de agosto de 2016. Consultado em 20 de agosto de 2018 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre RBS TV Rio Grande
Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.