RBS TV Porto Alegre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
RBS TV Porto Alegre
RBS Participações S.A.
RBS TV.png
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Brasil
Tipo Empresa privada
Canais 12 VHF analógico (16:9 letterbox)
34 UHF e 12.1 Virtual
Outros canais 12 e 512 HD (NET)
12 Sky Brasil
15 (Oi TV)
24 e 524 HD (Claro TV)
45 (Taquara)
43 (Campo Bom)
23 (Montenegro)
47 (Vale do Taquari e Rio Pardo)
Sede Bandeira de Porto Alegre (RS).svg Porto Alegre, RS
Rua Rádio e TV Gaúcha, 189 - Santa Tereza
Slogan A TV nos liga
Rede Rede Globo
Rede(s) anterior(es) Rede Excelsior
Fundador Maurício Sirotsky Sobrinho
Pertence a Grupo RBS
Proprietário Eduardo Sirotsky Melzer
Fundação 29 de dezembro de 1962 (53 anos)
Prefixo ZYB 614
Nome(s) anteriore(s) TV Gaúcha
Cobertura Cobertura da RBS TV Porto Alegre.
Potência 25 kW
Página oficial rbstvrs.com.br

RBS TV Porto Alegre é uma emissora de televisão brasileira com sede em Porto Alegre, RS. Pertence ao Grupo RBS, retransmite a programação da Rede Globo e gera programas locais de boa audiência, tais como: Bom Dia Rio Grande, Jornal do Almoço e RBS Notícias. Opera nos canais 12 VHF analógico e 34 UHF digital. É uma das redes de transmissão regionais da RBS TV no Rio Grande do Sul e simultaneamente é a central estadual, que transmite seus programas para todo o estado.

Também transmite uma pequena parte da sua programação para o estado de Santa Catarina (programas Campo e Lavoura e Galpão Crioulo) sendo que o Rio Grande do Sul é cabeça da rede.

História[editar | editar código-fonte]

TV Gaúcha (1962-1983)[editar | editar código-fonte]

Sede da RBS TV Porto Alegre.

A RBS TV Porto Alegre foi fundada em 29 de dezembro de 1962 com o nome de TV Gaúcha pelo comunicador Maurício Sirotsky Sobrinho, operando no canal 12 de Porto Alegre, concedido ao Grupo RBS em 1961 pelo presidente da república Juscelino Kubitschek.

Placa de inauguração da RBS TV Porto Alegre.

Em seus primeiros anos, a TV Gaúcha teve sua programação exclusivamente local, para concorrer com a TV Piratini, canal 5 VHF, que era afiliada à Rede Tupi. Porém, afiliou-se à Rede Excelsior poucos anos depois. Em 1967, com a crise da Excelsior, a TV Gaúcha afiliou-se à Rede Globo, fundada em 1965 pelo jornalista Roberto Marinho no Rio de Janeiro. A pqartir de então, a maior parte de sua programação passou a ser produzida pela Rede Globo.

O Jornal do Almoço, principal programa da emissora, entrou no ar em 1972, quando ainda não havia espaço na programação nacional da Rede Globo para telejornais locais ao meio-dia. Para colocar o programa no ar, a TV Gaúcha interrompia a programação da Rede Globo para exibir o JA, que tinha duas horas de duração.

Em 12 de junho de 1972, a TV Gaúcha sofreu um incêndio em sua sede no Morro Santa Teresa, danificando muitos equipamentos e estúdios, um grande prejuízo para a emissora. Mesmo assim, o Jornal do Almoço foi ao ar no dia seguinte e noticiou o acontecimento.

Em 1982, entrou no ar o programa Galpão Crioulo, de 50 minutos, com o objetivo de divulgar a o folclore e a música nativista gaúcha.

RBS TV Porto Alegre (desde 1983)[editar | editar código-fonte]

Em 1983, a TV Gaúcha e as outras emissoras do grupo no interior do estado do Rio Grande do Sul e também de Santa Catarina, receberam o nome de RBS TV, no caso da TV Gaúcha, RBS TV Porto Alegre.

A partir de 1997, vários programas locais da RBS TV Porto Alegre que entraram no ar no início da década de 1990 foram extintos devido à falta de espaço para programação local na grade da Rede Globo. Entre os programas extintos, encontram-se o Jornal da RBS, o RBS Entrevista, o programa Comunidade, o RBS Ecologia, Conesul, o Teledomingo, o "Patrola", o "Anonymuos Gourmet (que passou a ser exibido pelo SBT RS) e o "Vida e Saúde".[1].

Antiga câmera da RBS TV, na exposição No Ar 50 Anos de Vida.

Durante o ano de 1999, foram exibidos programetes da série Rio Grande do Sul, Um Século de História, contando fatos históricos que envolvem o Rio Grande do Sul. Os programetes eram exibidos diariamente nos intervalos comerciais da emissora em 365 capítulos até o dia 31 de dezembro de 1999[1].

A partir de 1999, a RBS TV Porto Alegre começou a exibir os Curtas Gaúchos, que são produções de documentários e programas de ficção da RBS TV exibidas nas tardes de sábado, após o Jornal do Almoço, como Histórias Curtas, Histórias Extraordinárias, Contos de Inverno e Gre-Nal é Gre-Nal.

Após a Copa do Mundo de 2002, a RBS TV deixou de exibir o RBS Esporte no Rio Grande do Sul. O programa voltou à grade da emissora em 22 de julho de 2006[1].

RBS Cop, helicóptero da RBS TV.

Em 2007, ano em que o Grupo RBS completou 50 anos, a RBS TV Porto Alegre passou a contar com um helicóptero para realizar reportagens aéreas: o RBS Cop. No mesmo ano, em 2 de julho, a emissora inaugurou um estúdio na redação da RBS TV no Morro Santa Teresa para a apresentação do telejornal RBS Notícias, que antes era apresentado do mesmo estúdio onde é realizado o Bom Dia Rio Grande e o Jornal do Almoço. Em 3 de dezembro estreou o Redação RS, um mini-telejornal gerado em Porto Alegre que era transmitido para todo o estado do Rio Grande do Sul num espaço que a Rede Globo destinava a todas as emissoras para notícias locais logo após o Bom Dia Brasil. O programa saiu do ar três anos mais tarde.

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

PSIP Canal Proporção de tela Programação
12.1 34 UHF 1080i Programação principal da RBS TV / Globo

Às 19h42min do dia 4 de novembro de 2008, a RBS TV Porto Alegre iniciou a transmissão digital em alta definição, no canal 34 UHF[2][3]. A cerimônia de inauguração do sinal digital contou com a presença do ministro das comunicações Hélio Costa.

Em maio de 2010, a RBS TV iniciou suas transmissões no canal 16 da Via Embratel, tornando-se a oitava emissora da Rede Globo a transmitir na operadora de TV por assinatura.

A partir de janeiro de 2012, a RBS TV Porto Alegre implantou sua primeira rede de retransmissoras digitais, em alta definição, nas regiões do litoral norte e Vale dos Sinos, nos canais 23 (Cidreira e Santo Antônio da Patrulha), 34 (Capão da Canoa e Torres) e 35 (Osório e Novo Hamburgo).

Programas[editar | editar código-fonte]

Futebol[editar | editar código-fonte]

Narração: Paulo Brito
Comentaristas: Maurício Saraiva, Diogo Olivier e Márcio Chagas da Silva (eventualmente Renato Marsiglia)

Slogans[editar | editar código-fonte]

Institucionais
  • 1962 - A imagem viva do Rio Grande!
  • 1964 - RBS o R do Rio Grande
  • 1967 - A emissora da comunidade
  • 1991 (1) - Uma emissora a serviço da comunidade
  • 1991 (2) - Aqui o Rio Grande se vê
  • 1994 - Cada vez mais perto de você
  • 1996 - Tudo por você
  • 2001 - Sempre o melhor pra você
  • 2002 - A gente mostra, você vê
  • 2003 - Sua vida na TV
  • 2008 - A gente faz pra você
  • 2013 - A gente faz com você
  • 2014 - A TV nos liga
Especiais
  • 1972 - 10 anos, a emissora da comunidade
  • 1982 - 20 anos, a emissora da comunidade
  • 1987 - 25 anos ligada em você
  • 1990 (Fim de ano) - Em 91 fique de bem com a vida
  • 1992 - 30 anos, aqui o Rio Grande se vê
  • 2002 - 40 anos, a gente mostra, você vê
  • 2012 - 50 anos, a gente faz com você - 2012

Referências

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre RBS TV Porto Alegre

Ver também[editar | editar código-fonte]