Ulbra TV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ulbra TV
Associação Educacional Luterana do Brasil - AELBRA
Canoas / Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Brasil
Tipo Educativa
Cidade de concessão Bandeira de Porto Alegre.svg Porto Alegre, RS
Canais Digital: 50 UHF
Virtual: 48 PSIP
Outros canais 21 (NET)
19 (TVN)
81 (TCM)
52 (Multimídia TV)
ver mais
Analógico:
48 UHF (2004-2018)
Sede Bandeira canoas.png Canoas, RS
Ulbra, Prédio 16, 4º andar - Avenida Farroupilha, 8001 - São José
Slogan A cultura está aqui
Rede TV Cultura
Pertence a Ulbracom
Proprietário Ulbra
Fundação 26 de novembro de 2004 (13 anos)
CNPJ 88.332.580/0006-70
Prefixo ZYB 637
Emissoras irmãs Mix FM Porto Alegre
Cobertura Parte do estado do Rio Grande do Sul
Coord. do transmissor 30° 4' 53.3" S 51° 11' O
Potência 1,6 kW
Página oficial ulbratv.com.br

Ulbra TV é uma emissora de televisão brasileira sediada em Canoas, porém concessionada em Porto Alegre, respectivamente cidade e capital do estado do Rio Grande do Sul. Opera no canal 48 (50 UHF digital), e é afiliada à TV Cultura. Pertence à Ulbracom, empresa de comunicação mantida pela Universidade Luterana do Brasil, a quarta maior universidade privada do país. Foi uma emissora de televisão independente entre 2004 e 2014, tendo conquistado inclusive afiliadas em algumas localidades do país. Seus estúdios estão no Prédio 16 (antigo Museu de Tecnologia) do campus da Ulbra, no bairro São José, em Canoas, e sua antena de transmissão está no alto do Morro da Polícia, em Porto Alegre.

História[editar | editar código-fonte]

Década de 2000[editar | editar código-fonte]

A emissora entra no ar, ainda em caráter experimental, no dia 26 de novembro de 2004, exibindo programas jornalísticos locais e outros produzidos pela então STV (atual SescTV). Porém, o momento experimental durou pouco. Em 1º de maio de 2005, a emissora começou a destacar seus programas locais, e a apresentar as primeiras séries na faixa Do Baú e filmes no Cine 48. Na época, eram exibidas séries como A Feiticeira, Família Buscapé, Perdidos no Espaço, Chaves e MacGyver. No mês seguinte, em 2 de junho, a emissora passa a transmitir sua programação 24 horas interruptas por dia. Em 16 de agosto, no aniversário da Universidade Luterana do Brasil, seus então 80 funcionários comemoravam oficialmente o lançamento da nova emissora. Eles já produziam 6,5 horas da programação diária, entre as 27 atrações da grade.

Nessa época, a rádio Pop Rock FM se aproximou da televisão ao colocar no ar o Pop Rock na TV. Entre a miríade de programas locais, uma diversidade de assuntos: o automobilístico Motor & Cia, os jovens Garagem (música) e Mistura Fina (entrevistas), os artísticos Oficina de Arte (artes visuais) e Boca de Cena (teatro), Start Game, Ulbratech, Ecotrip e Manobra (esportes radicais), Saúde em Foco, Fato (informativo), entre outros. Nesse período, o slogan do canal era "A TV que vê diferente", pois tinha como público-alvo os jovens, sempre afeitos às novidades.

À medida que diversificava a programação e conquistava outros públicos, principalmente com as séries e os filmes clássicos, a diretoria do canal repensou seu propósito. A Ulbra TV passou a ser completamente gaúcha por ter-se tornado, com a venda da TV Guaíba para uma grande rede brasileira, o único canal da região metropolitana de Porto Alegre estritamente local e desvinculado dos grandes conglomerados de comunicação.

Em 2007, com sede nova, a Ulbra TV comemorou seus três anos junto a importantes nomes da comunicação gaúcha: Bibo Nunes, Marley Soares, Maria do Carmo Bueno, Luiz Carlos Reche e José Silvas, que estrearam os primeiros programas ao vivo, trazendo mais inovação à programação desta TV completamente gaúcha.

Um dos principais destaques dessa nova fase foi a estreia do primeiro telejornal diário ao vivo da emissora, no dia 2 de maio daquele ano, então com apresentação de Maria do Carmo Bueno. Também em 2007 estreava o Prédio 11, programa produzido pelo Núcleo de Produção Audiovisual do Curso de Comunicação Social da Ulbra e apresentado pelos alunos da universidade.

No ano de 2008, o slogan da emissora passou a ser "Uma TV para Todos", devido à multiplicidade de atrações: desenhos atuais e clássicos; os grandes sucessos do cinema e os maiores astros e estrelas nas sessões de filmes; séries aclamadas pelo público e pela crítica; jornalísticos que deixam sempre o povo gaúcho atualizado; além dos já tradicionais programas de variedades da casa. No mesmo ano, uma outra mudança: o programa sobre automobilismo passava a se chamar Ulbra Motors, com apresentação de Paulo Bogado.

O ano de 2009 foi, entretanto, mais especial para a Ulbra TV. Era o ano do quinto aniversário da emissora, meia década fazendo uma programação alternativa para os gaúchos. Um ano cheio de comemorações e da certeza de que a emissora se consolidava ainda mais.[1]

A principal comemoração foi a entrada da Ulbra TV na teledramaturgia, em dezembro, com a exibição de sua primeira minissérie, a Parada 90, mais um espaço para o mercado audiovisual local. Com direção e roteiro de Maurício Gyboski e trazendo no elenco jovens talentos locais, como Pedro Tergolina e Nadinne de Oliveira, e os consagrados atores gaúchos Rogério Beretta, Artur José Pinto, Nadya Mendes e Ingra Liberato, “Parada 90” foi a grande atração dos cinco anos da emissora.

Década de 2010[editar | editar código-fonte]

2010 continuou sendo um ano de mudanças e estreias na emissora. Duas delas no mês de abril: os Pingos de Café na TV e o Repórter Universitário. O primeiro programa leva drops diários ao vivo, de cinco minutos, direto dos estúdios do Cafezinho, na Pop Rock FM. Já o segundo é a consolidação do projeto de ligação entre faculdade e TV. O programa trata de pesquisas realizadas dentro da universidade, mostrando ainda suas repercussões sociais. Produzido e apresentado pelo estudante de jornalismo Rafael Freitas, o RU é um programa estilo grande reportagem, onde um único tema é visto por vários ângulos.

Ainda no primeiro semestre, o Ulbra Motors voltou repaginado com novo apresentador, Celso Ferlauto, e passando a se chamar Ulbra Motors – Veículos e Velocidade, sempre trazendo as grandes novidades do mercado automobilístico. Em setembro do mesmo ano, a Ulbra TV passa a ser parceira da Rede Bandeirantes, passando a exibir matérias produzidas pela equipe de reportagem da emissora e as novelas Os Imigrantes e Meu Pé de Laranja Lima.

Em 8 de outubro de 2012, a Ulbra TV ganha mais uma afiliada, a TV Cidade, da cidade catarinense de Joaçaba, que transmitia seu sinal para a região meio-oeste do Estado através de canal a cabo. A afiliação foi desfeita em 2014. Em 2013, o sinal da emissora via satélite sai do ar, deixando suas retransmissoras pelo Brasil sem sinal. A emissora sai da sua sede em Porto Alegre, retornando para o campus da universidade em Canoas.

Afiliação com a TV Cultura (2014)[editar | editar código-fonte]

Em 18 de dezembro de 2013, a direção da Ulbra TV assinou um contrato com a TV Cultura, e a partir de 6 de janeiro de 2014, a emissora gaúcha passa a retransmitir a Cultura. Com a afiliação, vários programas locais saem do ar, permanecendo apenas o Cadeira Cativa e o Toque de Vida, programa mais antigo da emissora. Em abril, é criado o primeiro programa após a afiliação, o jornalístico Conexão RS.

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
48.1 50 UHF 480i Programação principal da Ulbra TV / TV Cultura

A emissora passou a operar no sinal digital, ainda em fase de testes, no dia 11 de novembro de 2016, com imagens em aspecto SD.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a Ulbra TV, bem como as outras emissoras da Grande Porto Alegre, cessou suas transmissões pelo canal 48 UHF no dia 14 de março de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[2]

Programas[editar | editar código-fonte]

Além de retransmitir a programação nacional da TV Cultura, a Ulbra TV produz os seguintes programas:

  • Cadeira Cativa
  • Conexão RS
  • Encontro com Os Serranos na TV
  • Entre Elas e Deus
  • Orquestra de Câmara da Ulbra
  • Prédio 11
  • Preliminar
  • Toque de Vida
  • Ulbra Conhecimento

Diversos outros programas compuseram a grade da emissora e foram descontinuados:

  • 2 Toques
  • A Rede Aquarius na TV
  • Atividade
  • Bibo Nunes Show
  • Boa Tarde
  • Cidades
  • Cine 48
  • Consumidor Brasil
  • Contos de Fada
  • Conversa de Bar
  • Cristo Para Todos
  • De Bem com a Vida
  • Desafio
  • Diversidade
  • Do Baú
  • Dois Toques
  • Domínio Público
  • EAD na TV
  • Fogo de Chão
  • Fora de Série Doc / Fora de Série Show
  • Galerinha em Cena
  • Garajão Ulbra TV
  • Guerrilheiros da Notícia
  • Informação
  • Insônia
  • Insônia Class
  • Interação
  • Made in Japan
  • Máquinas
  • Mistura Fina
  • Oficina de Arte
  • Palquinho Ulbra TV
  • Parada 90
  • Pingos de Café na TV
  • Pop Rock na TV
  • Repórter Universitário
  • Ronda Gaúcha
  • Sabatina Ulbra TV
  • Saúde em Foco
  • Serestas
  • Sessão Ação
  • Sessão Galerinha
  • Tarde Toon
  • Tudo Para Mulher
  • Tribuna Tricolor
  • Tudo em Casa
  • TV Inter
  • Ulbra Motors - Veículos e Velocidade
  • Ulbra Notícias
  • Ulbra News
  • UlbraTech
  • Ulbra TV Esportes
  • Versão Brasileira
  • Virando a Mesa

Retransmissoras[editar | editar código-fonte]

Antigas afiliadas[editar | editar código-fonte]

Em sua fase como emissora independente, a Ulbra TV chegou a contar com afiliadas em algumas partes do Brasil

Emissora Cidade, UF Canal Situação atual Período de afiliação
TV Cidade Joaçaba, Santa Catarina 12 (Transcabo TV) Extinta 2012-2014
TV Tropical São Luís, Maranhão 23 Hoje TV Guará, afiliada à Record News 2009
TV Vila Imperial Petrópolis, Rio de Janeiro 19 (Tech Cable) Independente Desconhecido
TV Multicanal Cuiabá, Mato Grosso 18 Extinta Desconhecido
TV Marajoara Ananindeua, Pará 50 RBTV Desconhecido

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Em 12 de dezembro de 2016, durante o programa Cadeira Cativa, o ex-presidente do Sport Club Internacional Fernando Miranda, desferiu um soco no comentarista Julio Ribeiro ao vivo.[3] Os dois se desentenderam durante debate sobre o momento do Internacional. O apresentador do programa, Luiz Carlos Reche, tentou conter os ânimos exaltados, mas Fernando se levantou da cadeira e partiu para a agressão. O programa saiu do ar quando outros jornalistas tentaram conter a confusão. "Infelizmente acontece, os nervos estão à flor da pele, o presidente se sentiu ofendido e acabou partindo para as vias de fato [...] Fazer o quê, aconteceu. Peço desculpas", disse Reche, o apresentador, ao fim do programa.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]