TV Piratini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Piratini
Rádio Televisão Piratini S.A
Cidade de concessão Porto Alegre, RS
Canais
5 analógico
Rede Rede Tupi
Fundador Assis Chateaubriand
Fundação 20 de dezembro de 1959
Extinção 18 de julho de 1980
Sucessora SBT Porto Alegre

A TV Piratini foi uma emissora de televisão brasileira com sede em Porto Alegre. Retransmitia a programação da Rede Tupi além de gerar programas locais. Foi extinta em 18 de julho de 1980 após o cancelamento da concessão da Rede Tupi em São Paulo.

Operava no canal 5 VHF, que desde 1981 pertence ao SBT Porto Alegre, emissora própria do Sistema Brasileiro de Televisão.

História[editar | editar código-fonte]

A TV Piratini de Porto Alegre, canal 5 VHF, foi a primeira emissora de televisão do Rio Grande do Sul, fundada em 20 de dezembro de 1959, então dirigida por um comunicador gaúcho, o jornalista Sérgio Reis, que mais tarde assumiria a TV Guaíba. O jornalista Lauro Schirmer foi seu primeiro diretor de telejornalismo.

A TV Piratini fazia parte do Grupo Diários Associados, de Assis Chateaubriand. Em 18 de julho de 1980, saiu do ar devido ao cancelamento da concessão da Rede Tupi. Ênio Rockenbach foi seu primeiro apresentador. Seu símbolo era o índio Curumim.

Entre seus programas locais, a emissora da Rede Tupi apresentava todas as noites o Diário de Notícias na TV, apresentado por jornalistas como Ênio Rockenbach, Melchíades Stricher e o mais tarde deputado federal Ibsen Pinheiro. Ênio Rockenbach também apresentou, a partir de 1961, o programa sobre futebol Em Mangas de Camisa. Mimi Moro passou décadas ensinando as gaúchas a cozinhar no programa Cozinhando com Dona Mimi. As notícias eram apresentadas por Celso Ferreira, que mais tarde foi apresentar o Rede Regional de Notícias do Jornal do Almoço. Ernani Behs apresentava o Varig Convida, sobre viagens internacionais.

O canal 5 de Porto Alegre voltou ao ar quando o empresário e comunicador Sílvio Santos obteve a concessão, em 26 de agosto de 1981, para a transmissão de sua nova rede de televisão, o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), inicialmente chamado de TVS. O SBT Porto Alegre, além de transmitir a programação nacional do SBT, gera também programas locais como o SBT Rio Grande.

O terreno dos estúdios da TV Piratini, passou a ser utilizada pela TV Educativa (TVE-RS), canal 7 VHF. Durante a administração da emissora estatal gaúcha pelo jornalista Cândido Norberto, a TV Educativa passou a se chamar TVE Piratini, em homenagem à antiga emissora e em alusão ao fato de pertencer ao governo do Estado, que fica sediado no Palácio Piratini. Acervos da TV Educativa de Porto Alegre se perderam destruídos por um incêndio em 0 de abril de 1983, incêndio este que também acabou por destruir o acervo da TV Piratini, uma vez que este se encontrava no mesmo prédio.

A antena da TV Piratini, no Morro Santa Tereza, foi nos anos seguintes demolida por falta de manutenção.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Canal 5 VHF de Porto Alegre
1959 - 1980
Sucedido por
SBT RS